História do Sporting Clube da Covilhã
João Rodrigues
Terça, 17 Maio 2022 00:00

João Rodrigues teve protagonismo nas camadas jovens do SC Salgueiros, onde foi titular da equipa principal, a disputar a 2ª Divisão B, ainda com idade de júnior, rumando depois aos juniores do SL Benfica. A carreira de João Rodrigues prosseguiu posteriormente por CD Mafra, Padroense FC e SC Freamunde, antes de assinar pelo Sporting da Covilhã para a época 2012/2013. Com a camisola serrana, João Rodrigues jogou preferencialmente como extremo, tendo participado em 16 encontros oficiais, nos quais apontou um golo, que foi na partida da Taça de Portugal com o FC Pampilhosa, concluída com um empate 5-5, em que o nosso clube acabou por ser eliminado no desempate por pontapés da marca de grande penalidade. A meio da temporada, João Rodrigues voltou ao SC Salgueiros, actuando depois por diversos emblemas, em concreto, CF Oliveira do Douro, Valadares Gaia FC, AD Oliveirense e CD Cinfães. Que lembranças permanecem de João Rodrigues com as cores covilhanenses?

Actualizado em Terça, 17 Maio 2022 08:52
 
CF Estrela da Amadora 0 SC Covilhã 1
Domingo, 15 Maio 2022 00:00

O Sporting Clube da Covilhã alcançou na derradeira jornada da 2ª Liga uma vitória por 0-1 no terreno do Club de Football Estrela da Amadora, o que permite o acesso à liguilha para a manutenção neste escalão, que será decidida em dois jogos com o FC Alverca.

O conjunto serrano, que teve o apoio de cerca de 400 adeptos no Estádio José Gomes, entrou mais forte na partida, numa tentativa de chegar ao golo que permitisse maior tranquilidade nesta encontro decisivo. No entanto, a postura covilhanense não foi suficiente para perturbar seriamente a defensiva local, que foi resolvendo com eficácia as iniciativas opositoras, até que aos 25 minutos surgiu o primeiro lance de perigo, quando André Almeida cabeceou ao lado em plena área tricolor. Os serranos voltaram a ameaçar colorir o marcador aos 32 minutos por intermédio de Tembeng, que atirou para uma boa intervenção do guardião Hidalgo, efectuando depois a recarga com um remate por alto. As notícias vindas da Póvoa de Varzim começavam a ser procupantes, até porque os comandados de Leonel Pontes não conseguiram desfazer o nulo até ao intervalo.

A segunda parte foi sorridente para as cores serranas logo na fase inicial, visto que aos 49 minutos, Helitão cabeceou com êxito a bola cruzada por Jean Felipe e provocou uma explosão de alegria nas hostes forasteiras. Com a vantagem no marcador, o Covilhã virou a sua atenção para o sector defensivo, de modo a não ser surpreendido pelo Estrela, e o certo é que o tempo foi passando e apenas um ou outro lance provocaram algum nervosismo na equipa covilhanense. Os serranos não se limitaram a defender e o atacante Camilo Triana veio criar algumas dificuldades ao extremo reduto estrelista, contudo, o mais importante foi o derradeiro apito do árbitro João Pinheiro, que selou o resultado 0-1, num desfecho que possibilita a presença do Sporting da Covilhã na liguilha que poderá valer a permanência na 2ª Liga após dois encontros com o FC Alverca.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20212022/ligaportugalsabseg/34/8

Actualizado em Domingo, 15 Maio 2022 20:46
 
Kizito
Terça, 10 Maio 2022 00:00

O ugandês Kizito estreou-se no futebol português com a camisola do Leixões SC, tendo depois ingressado no Sporting da Covilhã a meio da temporada 2013/2014, assumindo-se como um extremo de elevada qualidade. Kizito permaneceu no nosso clube para a época seguinte, onde as suas boas exibições e os golos apontados ajudaram o conjunto serrano a sonhar com o regresso à 1ª Liga até aos derradeiros minutos do campeonato. No total, Kizito participou em 65 jogos oficiais com a camisola covilhanense, nos quais assinou 19 golos, o que certamente terá contribuído para a sua transferência para o Rio Ave FC, onde teve oportunidade de actuar no principal escalão do futebol nacional. Ainda vinculado ao emblema de Vila do Conde, Kizito representou o CD Feirense, seguindo depois a sua carreira por diversos países, nomeadamente, Roménia (Politehnica Iasi), Bielorrúsia (BATE Borisov), Cazaquistão (Shakhter Karagandy) e Israel (Hapoel Kfar Saba e, actualmente, Hapoel Nof HaGalil), tendo somado até ao momento 38 internacionalizações e um golo pela selecção AA do Uganda, pela qual jogou a CAN 2017 e a CAN 2019. Que recordações ficaram dos golos de Kizito com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 10 Maio 2022 08:45
 
SC Covilhã 0 Rio Ave FC 1
Sábado, 07 Maio 2022 00:00

Tembeng pressiona Costinha

O Sporting Clube da Covilhã recebeu nesta jornada o Rio Ave Futebol Clube, actual líder da Segunda Liga, e perdeu por 0-1, com o único golo do jogo a ser assinado por Pedro Mendes aos 46 minutos, o que deixa as contas serranas da manutenção com um cenário mais complicado.

O emblema de Vila do Conde quase que inaugurou o marcador nos primeiros segundos da partida por intermédio de Aziz, porém, a magnífica defesa de Léo Navacchio evitou os festejos dos apoiantes nortenhos. Com o Estádio Santos perto da lotação esgotada, o Covilhã empolgou-se e criou lances difíceis para o adversário, com destaque para duas situações de perigo: aos 16 minutos, Rui Gomes efectuou uma bela jogada pela esquerda e cruzou para Kukula rematar para uma intervenção de grande nível de Jhonatan, sobrando a bola para a recarga de Jean Felipe à malha exterior; e aos 20 minutos, na sequência de um canto, Helitão cabeceou um pouco por cima das redes visitantes. O encontro estava equilibrado e bem disputado, no entanto, foi necessário aguardar pelo minuto 43 para um lance de maior emoção, agora perto da baliza serrana, quando foi Lucas Barros que evitou o êxito forasteiro após um pontapé de canto, deixando assim o nulo no "placard" para o tempo de intervalo.

A segunda parte começou praticamente com o tento do Rio Ave, com Pedro Mendes a atirar certeiro após um passe de Costinha e a provocar visíveis festejos nas hostes de Vila do Conde, ficando o regresso à 1ª Liga mais perto de ser uma realidade. Os comandados de Leonel Pontes procuraram de imediato o empate, que esteve perto de acontecer aos 58 minutos, quando Kukula atirou forte um pouco ao lado da baliza visitante. Contudo, o Rio Ave não se limitou a defender e aos 66 minutos ameaçou dilatar a diferença por Joca, que cabeceou ao lado das redes locais, com novo lance perigoso aos 75 minutos, desta vez com Zé Manuel a obrigar Léo Navacchio a boa defesa. Aos 86 minutos, o conjunto vilacondense ficou reduzido a dez unidades por lesão de Ronan já com as substituições esgotadas, o que ajudou a empurrar os serranos para um esforço final em busca da igualdade, delineando algumas acções perigosas para o último reduto opositor, salientando-se o minuto 90+6, em que o cabeceamento de Helitão ficou a poucos centímetros do êxito para desespero dos adeptos covilhanenses. Volvidos alguns instantes, o árbitro Artur Soares Dias deu o jogo por concluído com o resultado de 0-1, o que deixa o futuro desportivo do Sporting da Covilhã dependente da deslocação ao terreno do Estrela da Amadora na última jornada do campeonato.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20212022/ligaportugalsabseg/33/1

Actualizado em Sábado, 07 Maio 2022 21:15
 
Jaime Simões
Terça, 03 Maio 2022 00:00

Jaime Simões iniciou a actividade futebolística da Académica de Santarém, onde percorreu todos os escalões jovens até rumar aos juniores do SC Beira-Mar, no qual se estreou na equipa principal ainda com idade de júnior. Jaime envergou a camisola do emblema aveirense durante várias temporadas, algumas delas a disputar a 1ª Liga, tendo também representado o AA Avanca por empréstimo do Beira-Mar. A carreira de Jaime prosseguiu depois na Roménia (CFR Cluj), com regresso a Portugal para actuar no União da Madeira em duas fases diferentes, visto que pelo meio ainda jogou no Chipre (Apollon Limassol). Após o conjunto madeirense, Jaime assinou pelo Leixões, antes de ingressar no Sporting da Covilhã na época 2018/2019, estando neste momento na quarta temporada consecutiva com as nossas cores, sendo uma referência no centro da defensiva serrana. Que momentos recordam com maior alegria de Jaime com o símbolo covilhanense?

Actualizado em Terça, 03 Maio 2022 08:47
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 225
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2714111