História do Sporting Clube da Covilhã
Diego Silva
Terça, 19 Junho 2018 00:00

Depois das primeiras defesas em representação do ND Os Andorinhas e do Bairro da Misericórdia, Diego Silva tornou-se um guarda-redes de referência nas camadas jovens do SC Braga, assim como nas selecções nacionais, tendo sido internacional sub-19 e sub-21 por Portugal. Ainda com ligação ao emblema bracarense, a estreia de Diego Silva a nível sénior aconteceu no Ribeirão, rumando posteriormente ao Sporting da Covilhã, onde foi apresentado como reforço para a época 2009/2010. A juventude de Diego Silva não foi impeditiva de assumir a baliza serrana durante parte da temporada, ajudando o nosso clube a permanecer na Segunda Liga após disputa com o Desportivo de Chaves até à derradeira jornada. Diego Silva prosseguiu depois a carreira por diversos emblemas nacionais, nomeadamente, Vizela, Naval, Vilaverdense, Famalicão, Salgueiros e Cinfães, onde jogou na passada edição do Campeonato de Portugal. Que recordações ficaram das intervenções de Diego Silva nas redes covilhanenses?

Actualizado em Terça, 19 Junho 2018 08:39
 
Wagnão
Terça, 12 Junho 2018 00:00

Depois de ter envergado a camisola de diversos clubes brasileiros, o defesa central Wagnão chegou ao futebol português para representar o Estrela da Amadora, que na altura militava na 1ª Liga. Na época seguinte, Wagnão rumou à União de Leiria, jogando posteriormente pelo Feirense, antes de ser apresentado pelo Sporting da Covilhã como reforço para a temporada 2010/2011. Wagnão assumiu a titularidade no centro da defensiva serrana, tendo participado em 28 jogos oficiais com a camisola do nosso clube, nos quais apontou três golos, isto numa época em que a manutenção covilhanense na 2ª Liga foi alcançada com bastante sofrimento, em que somente um golo nos derradeiros instantes do campeonato possibilitou esse objectivo. Wagnão regressou na temporada seguinte ao Brasil, onde jogou pelo Oeste FC e pelo Marília AC antes de concluir a sua carreira profissional. Que memórias existem de Wagnão na defesa serrana? 

Actualizado em Terça, 12 Junho 2018 16:33
 
Jorge Batista
Terça, 05 Junho 2018 00:00

Jorge Batista defendeu a baliza dos Dragões Sandinenses durante os escalões de formação e algumas épocas no patamar sénior, representando depois o Machico e o SC Espinho, antes de regressar ao clube de Sandim. No entanto, esta nova passagem de Jorge Batista pelos Dragões Sandinenses durou somente uma temporada, visto que as suas exibições justificavam um lugar na Primeira Liga, onde defendeu as redes de Estoril-Praia, Gil Vicente, Leixões e Naval. Após mais uma temporada no emblema de Barcelos, Jorge Batista assinou pelo Sporting da Covilhã para a época 2012/2013, onde efectuou 42 encontros oficiais, entre Segunda Liga e Taça da Liga, sendo claramente o titular da baliza serrana. Apesar das boas actuações de Jorge Batista, a manutenção no escalão secundário apenas foi alcançada via secretaria, devidos aos problemas financeiros da Naval, porém, o guardião nortenho não permaneceu no nosso clube e passou a defender as cores do Leixões, seguindo-se Freamunde e Trofense. Que lembranças ficaram das intervenções de Jorge Batista na baliza covilhanense?

Actualizado em Quarta, 06 Junho 2018 22:31
 
Scoppa
Terça, 29 Maio 2018 00:00

O argentino Federico Scoppa foi apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 2008/2009, sendo um médio proveniente da equipa de reservas do Boca Juniors. Scoppa não conseguiu ser um titular indiscutível na formação serrana, mas ainda foi utilizado em dez jogos oficiais, isto numa época em que o nosso clube alcançou um honroso 7º lugar na Segunda Liga, na altura a melhor posição covilhanense desde que o escalão secundário foi disputado neste formato. Scoppa regressou depois à Argentina, onde representou diversos clubes (de novo reservas do Boca Juniors, Defensores Belgrano, CSD Santamarina e Atlético de Rafaela), actuando também em campeonatos de outros países, nomeadamente, Equador (Liga de Loja), Finlândia (Inter Turku), Chile (San Marcos Arica) e Itália (Calcio Catania e AC Monopoli), sendo actualmente jogador deste último conjunto italiano. Que memórias perduram das jogadas de Scoppa no sector intermediário serrano?

Actualizado em Terça, 29 Maio 2018 08:37
 
Wang Gang
Terça, 22 Maio 2018 00:00

O chinês Wang Gang chegou ao futebol português para representar os juniores do SL Benfica, mas a estreia no patamar sénior foi com a camisola do Desportivo de Chaves, rumando depois ao Beira-Mar, onde teve a oportunidade de jogar na 1ª Liga, antes de integrar o plantel do Sporting da Covilhã na temporada 2011/2012. Wang Gang arrancou boas exibições no emblema serrano, preferencialmente como extremo direito, tendo participado em 16 jogos oficiais, nos quais apontou dois golos, ajudando a equipa a ocupar lugares tranquilos na classificação da 2ª Liga na primeira metade da temporada. No entanto, o trabalho desenvolvido por Wang Gang chamou a atenção do seu país e a meio do campeonato deixou a formação covilhanense para passar a representar o Shandong Luneng, um clube com tradição na liga chinesa. E é na China que Wang Gang continua a jogar, agora no Beijing Renhe, embora pelo meio tivesse uma rápida passagem por Portugal, desta vez ao serviço do Sacavenense. Que lembranças existem das actuações de Wang Gang pelo nosso clube?

Actualizado em Terça, 22 Maio 2018 09:04
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 154
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1441940