História do Sporting Clube da Covilhã
Pedro Simões
Terça, 21 Abril 2020 00:00

Pedro Simões cumpriu os escalões de formação no nosso clube, tendo ascendido ao plantel sénior na temporada 1990/1991, em que o Sporting da Covilhã disputou a Zona Centro da 2ª Divisão B. Apesar da sua juventude, Pedro Simões revelou capacidades que permitiram a sua integração no principal grupo de trabalho, jogando preferencialmente no sector intermediário, numa época em que o emblema serrano não foi além do 9º lugar. Pedro Simões continuou na equipa covilhanense na temporada seguinte, que acabou por ser de má memória para o nosso clube, visto que não conseguiu melhor do que a 16ª posição na tabela classificativa, o que originou a descida à 3ª Divisão Nacional. Mesmo sem ser um jogador muito utilizado a nível sénior, certamente que persistem recordações de Pedro Simões com a camisola serrana...

Actualizado em Terça, 21 Abril 2020 08:43
 
Vítor Ova
Terça, 14 Abril 2020 00:00

Apesar de ter integrado o plantel do Vitória de Setúbal na edição 1984/1985 da 1ª Divisão Nacional, a carreira de Vítor Ova desenvolveu-se quase sempre nos escalões secundários, tendo assinado pelo Sporting da Covilhã na época 1989/1990, proveniente do Gil Vicente e depois de ter actuado por Olhanense e GD Mangualde na 2ª Divisão Nacional. Vítor Ova jogava preferencialmente a meio campo e ganhou a titularidade na fase inicial da temporada no emblema covilhanense, mas depois deixou de ser opção com o decorrer do campeonato, em que o nosso clube terminou no 9º lugar, perdendo assim o acesso à edição inaugural da 2ª Divisão de Honra. Vítor Ova rumou na época seguinte ao Silves FC, jogando posteriormente por União de Tomar, Nazarenos e Mirense. Que memória persiste de Vítor Ova com a camisola serrana?

Actualizado em Terça, 14 Abril 2020 08:36
 
Rui Vieira
Segunda, 06 Abril 2020 00:00

O guarda-redes Rui Vieira começou a fazer as primeiras defesas na Escola de Formação Fintas, mas rapidamente rumou aos iniciados do SC Braga, onde concluiu as camadas jovens e teve protagonismo suficiente para somar duas internacionalizações sub-19 por Portugal. No patamar sénior, a estreia de Rui Vieira aconteceu na baliza do Maria da Fonte, seguindo-se o FC Vizela, porém, sempre com o estatuto de emprestado pelo emblema bracarense, no qual chegou a integrar o plantel principal. Posteriormente, na época 2012/2013, Rui Vieira foi um dos reforços do Sporting da Covilhã para mais uma participação na 2ª Liga, com o guardião minhoto a ser titular na parte final da temporada, em que a equipa serrana alcançou a manutenção, embora apenas através da exclusão da Naval 1.º de Maio por dificuldades financeiras. Na época seguinte, Rui Vieira assinou pelo CS Marítimo, sendo presença frequente na equipa B dos madeirenses, mas com chamadas esporádicas à formação principal, seguindo-se três temporadas no Rio Ave FC, nas quais teve oportunidade de actuar na 1ª Liga e ser suplente na Liga Europa. Após uma passagem pelo FC Arouca, Rui Vieira joga agora pela equipa satélite do Desportivo de Chaves, que compete na série A do Campeonato de Portugal. Que lembranças permanecem das defesas de Rui Vieira nas redes covilhanenses?

Actualizado em Terça, 07 Abril 2020 08:30
 
Chumbo
Terça, 31 Março 2020 00:00

Chumbo completou os escalões de formação no Atlético CP, jogando depois durante algumas épocas na equipa sénior do emblema lisboeta de Alcântara, de onde partiu para o Estrela da Amadora, seguindo-se Sacavenense e O Elvas, antes de rumar ao Sporting da Covilhã na temporada 1990/1991. Chumbo actuava no sector defensivo, tendo envergado a camisola do nosso clube em 20 jogos oficiais, nos quais rubricou um golo, que ajudou a vencer a partida com o União de Coimbra por 2-1. Chumbo representou o emblema serrano apenas uma época, com a equipa covilhanense a alcançar o 9º lugar na Zona Centro da 2ª Divisão B, regressando posteriormente ao O Elvas, tendo ainda jogado por CD Fátima, Praiense e Vasco da Gamas de Sines até ao final da carreira futebolística. Que memórias existem de Chumbo com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 31 Março 2020 10:28
 
Gégé
Terça, 24 Março 2020 00:00

Proveniente do Boavista FC da Praia, o cabo-verdiano Gégé chegou ao futebol português para representar o CD Fátima, jogando depois por SC Pombal, Estrela da Amadora e Trofense, antes de ser apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 2011/2012. Na única época em que envergou a camisola serrana, Gégé participou em 25 encontros oficiais, nos quais rubricou dois golos, actuando preferencialmente a defesa central, isto numa temporada em que o nosso clube terminou a 2ª Liga no 15º lugar, que acabou por valer a manutenção via secretaria devido aos problemas financeiros da União de Leiria. Gégé rumou posteriormente ao Marítimo, onde começou na equipa B para depois ascender à formação principal do emblema madeirense, sendo presença habitual nos jogos na 1ª Liga, aliás, um patamar no qual também actuou por FC Arouca (que representou na Liga Europa) e FC Paços de Ferreira. Gégé soma várias internacionalizações AA por Cabo Verde, com a sua carreira a prosseguir agora por outros campeonatos, visto que vai já na terceira época consecutiva no Al-Feiha da Arábia Saudita, após ter jogado no Akhisar da Turquia. Que recordações ficaram de Gégé com a camisola covilhanense?


Actualizado em Terça, 24 Março 2020 09:27
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 3 de 190
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2117213