História do Sporting Clube da Covilhã
André Sousa
Terça, 16 Junho 2020 00:00

André Sousa começou a jogar futebol federado no UFC Moitense, mas as suas capacidades no sector intermediário depressa o levaram até aos iniciados do Sporting CP, onde permaneceu até à última época como juvenil, visto que o escalão júnior foi cumprido com a camisola da Naval 1º de Maio. No patamar sénior, a estreia de André Sousa foi no Odivelas FC, rumando depois ao FC Pampilhosa, pelo qual assinou uma excelente temporada, proporcionando-lhe internacionalizações sub-21 por Portugal e uma transferência para a 1ª Liga através do Beira-Mar. E foi por intermédio do empréstimo do emblema aveirense que André Sousa chegou ao Sporting da Covilhã na época 2011/2012, tendo actuado em vinte partidas oficiais com a camisola do nosso clube, nas quais apontou um golo, concretamente, num empate a duas bolas no terreno do SC Freamunde, que na altura ajudou a que os covilhanenses continuassem na luta pela manutenção na 2ª Liga, que acabou por ser alcançada através do 15º lugar na classificação, uma posição suficiente para esse objectivo devido à exclusão das provas profissionais da União de Leiria por problemas financeiros. De regresso ao Beira-Mar, André Sousa teve oportunidade de actuar na 1ª Liga, algo que também aconteceu no CF Os Belenenses, depois de uma passagem pelo Académico de Viseu, e na Belenenses SAD, agora vindo dos espanhóis do Sporting de Gijón. Actualmente, André Sousa joga na 1ª Divisão da Turquia com a camisola do Gaziantep FK, mas certamente que deixou boas recordações entre os adeptos serranos...

Actualizado em Terça, 16 Junho 2020 09:10
 
Pedro Fortes Dias
Terça, 09 Junho 2020 00:00

Pedro Fortes Dias completou os escalões de formação e actuou durante várias épocas nos seniores do GD Fabril do Barreiro (na altura com a designação de GD CUF e GD Quimigal), representando depois o CD Montijo, o Estrela da Amadora e O Elvas, antes de assinar contrato com o Sporting da Covilhã para a temporada 1989/1990. Pedro Dias jogava preferencialmente no sector intermediário, mas não foi muito utilizado na equipa serrana, numa época de desilusão para as cores covilhanenses, visto que nem sequer foi alcançado o 7º lugar da Zona Centro da 2ª Divisão Nacional, que daria acesso à edição inaugural da 2ª Divisão de Honra. Na Taça de Portugal, mais uma tristeza para Pedro Dias e colegas, pois, o nosso clube foi afastado logo na 1ª eliminatória pelo SL Nelas, que militava no Campeonato Distrital da AF Viseu. Pedro Fortes Dias não continuou no conjunto serrano para a época seguinte, mas certamente que persistem recordações da sua passagem pelo emblema serrano...

Actualizado em Terça, 09 Junho 2020 12:23
 
Marco Aurélio
Terça, 02 Junho 2020 00:00

Marco Aurélio percorreu todos os escalões jovens do FC Porto, com excepção de uma época nos juvenis do FC Paços de Ferreira, sendo um promissor defesa central do futebol português, visto que somou sete internacionalizações por Portugal, desde dos sub-16 aos sub-18. A nível sénior, a estreia de Marco Aurélio aconteceu na equipa B do emblema azul e branco, rumando em seguida ao Ermesinde SC, na altura com presença habitual na 2ª Divisão B, onde o Sporting da Covilhã o foi contratar para a temporada 2003/2004. Marco Aurélio veio encontrar o nosso clube na 2ª Divisão de Honra, mas numa época muito difícil para a agremiação serrana, pois, um negativo início de campeonato com nove derrotas consecutivas ditou aquele que seria o desfecho da temporada, a descida de divisão. Marco Aurélio acabou por não ser um jogador muito utilizado na equipa covilhanense, tendo deixado o clube a meio da época para regressar ao Ermesinde SC, representando depois vários emblemas do Norte do país, em concreto, SC Freamunde, FC Pedras Rubras, CRP Barrosas, AR São Martinho, Citânia de Sanfins FC e CD Sobrado. Que lembranças ficaram de Marco Aurélio com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 02 Junho 2020 09:16
 
Haghighi
Terça, 26 Maio 2020 00:00

O iraniano Alireza Haghighi ganhou notoriedade ao defender bastante jovem a baliza do Persepolis FC, um dos grandes clubes do seu país, o que despertou o interesse de equipas de diversas paragens, acabando por ser contratado pelo emblema russo do Rubin Kazan. Haghighi foi depois emprestado pela equipa da Rússia a várias formações, sendo nessa condição que chegou ao Sporting da Covilhã a meio da época 2013/2014, onde efectuou doze jogos oficiais e ajudou o conjunto serrano a permanecer na 2ª Liga, com exibições que contribuíram para ganhar a titularidade da selecção do Irão (pelo qual soma 23 internacionalizações AA) no Campeonato Mundial de 2014, disputado no Brasil. Haghighi continuou em Portugal na temporada seguinte, mas agora na 1ª Liga com a camisola do FC Penafiel, num patamar em que também viria a actuar pelo CS Marítimo, após nova passagem pelo Rubin Kazan. A carreira do guarda-redes Haghighi passou depois pela principal liga da Suécia, em que representou o AFC Eskilstuna e o GIF Sundsvall, regressando posteriormente ao seu país para defender actualmente a baliza do FC Nassaji Mazandaran. Que recordações ficaram de Haghighi como guardião covilhanense?

Actualizado em Terça, 26 Maio 2020 08:50
 
Baptista Neto
Terça, 19 Maio 2020 00:00

Proveniente do primodivisionário Lusitano de Évora, o avançado Baptista Neto foi um dos reforços do Sporting da Covilhã para a temporada 1965/1966, em que o nosso clube se apresentava com grandes ambições na Zona Norte da 2ª Divisão Nacional. E os serranos assinaram mesmo uma boa prestação no escalão secundário, visto que Baptista Neto e colegas estiveram na luta pela promoção até à penúltima jornada, altura em que a Sanjoanense celebrou a subida de divisão e deixou o emblema covilhanense sem hipótese de sair do 2º lugar da classificação. Baptista Neto não foi um jogador muito utilizado, no entanto, ainda rubricou três golos com as nossas cores, sendo um tento no Campeonato Nacional e os restantes na Taça Ribeiro dos Reis. A presença de Baptista Neto no plantel serrano resumiu-se a esta época, mas a sua carreira prosseguiu noutros clubes e não demoraria a voltar a actuar na 1ª Divisão Nacional, agora com a camisola do Leixões SC. Que memórias persistem de Baptista Neto com o emblema covilhanense?

Actualizado em Terça, 19 Maio 2020 08:44
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 4 de 192
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2143238