História do Sporting Clube da Covilhã
Zarabi
Terça, 18 Agosto 2020 00:00

O argelino Zarabi começou por ter protagonismo em clubes do seu país, nomeadamente, no RC Kouba, ES Sétif e CR Belouizdad, somando mesmo sete internacionalizações sub-23 pela Argélia, no entanto, foi através do emblema finlandês do TPS Turku que chegou ao futebol português para representar o CF Os Belenenses. Depois da equipa azul de Lisboa, Zarabi jogou no Vitória FC de Setúbal, Leixões SC, FC Arouca e CF União da Madeira, tendo rumado posteriormente à formação francesa do Nîmes Olympique, antes de assinar pelo Sporting da Covilhã para a época 2016/2017. Durante quatro temporadas, Zarabi assumiu-se como um dos pilares da defensiva serrana, tendo participado em 105 jogos oficiais do nosso clube, nos quais assinou cinco golos, contribuindo assim para as consecutivas presenças do conjunto covilhanense na 2ª Liga. Sendo uma das referências do plantel serrano nos últimos tempos, certamente que não faltarão recordações de Zarabi no onze covilhanense...

Actualizado em Terça, 18 Agosto 2020 08:37
 
Marivaldo
Terça, 11 Agosto 2020 00:00

Marivaldo fez parte do seu percurso no futebol brasileiro no EC Bahia, mas a sua chegada ao Sporting da Covilhã na época 1977/1978 foi através do Alcanenense, onde as exibições que realizou no sector atacante despertaram a cobiça do nosso clube. Com a camisola serrana, Marivaldo participou em 15 jogos oficiais, nos quais apontou dois golos, merecendo destaque o tento apontado na 25ª jornada da Zona Centro da 2ª Divisão Nacional no terreno do SL Cartaxo, visto que ajudou a equipa covilhanense a vencer por 1-2 e continuar fora da zona de despromoção. A única temporada em que Marivaldo representou o emblema serrano não foi fácil, porque a equipa andou quase sempre perto dos lugares de descida de divisão, dos quais escapou por muito pouco, assegurando assim a manutenção no escalão secundário. Que recordações permanecem de Marivaldo na formação covilhanense?

Actualizado em Terça, 11 Agosto 2020 09:16
 
Jorge Chula
Terça, 04 Agosto 2020 00:00

Jorge Chula iniciou a carreira no GD Benavente, onde as suas capacidades foram reconhecidas ao ponto de rumar aos juvenis do SC Braga e depois aos juniores do FC Porto, tendo somado cinco internacionalizações pelos sub-18 de Portugal. Ainda com vínculo ao emblema azul e branco e já a nível sénior, Jorge Chula foi emprestado ao Tourizense e aos holandeses do VVV Venlo, pelo qual teve oportunidade de actuar na 1ª Liga daquele país. De regresso a terras portuguesas, Jorge Chula assinou contrato com o primodivisionário União de Leiria, contudo, a meio da época 2011/2012 foi emprestado ao Sporting da Covilhã, que ajudou a permanecer na 2ª Liga, curiosamente, um objectivo alcançado através das dificuldades financeiras do clube leiriense. Jorge Chula jogava a extremo e efectuou onze encontros pelo nosso clube, mas no final da temporada rumou ao Sporting CP para jogar na sua equipa B, representando posteriormente Moreirense, CS Marítimo, Desportivo das Aves, Zalgiris Vilnius (Lituânia), SC Salgueiros, AR São Martinho, Merelinense, Gandzasar Kapan (Arménia) e Juventude de Pedras Salgadas, pelo qual jogou na série A da mais recente edição do Campeonato de Portugal. Que imagens ficaram da velocidade de Jorge Chula com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 04 Agosto 2020 08:34
 
Humberto Pinto
Terça, 28 Julho 2020 00:00

Humberto Pinto integrou uma das memoráveis equipas de juniores do nosso clube, que depois de conquistar o respectivo campeonato distrital protagonizou uma boa campanha a nível nacional, em que alcançou os quartos de final do campeonato da época 1970/1971, um patamar no qual foi eliminado pelo Boavista FC. Na temporada seguinte, Humberto Pinto ganhou um lugar no plantel sénior do Sporting da Covilhã, no qual permaneceu durante três épocas, num tempo em que a formação serrana alternava entre a 2ª e a 3ª Divisão Nacional. Humberto Pinto jogava no sector defensivo, mas não foi utilizado com muita frequência nos seniores, prosseguindo depois a carreira em diversos clubes da Beira Interior, quer como jogador, quer como treinador. Que recordações persistem de Humberto Pinto com as cores covilhanenses?

Actualizado em Terça, 28 Julho 2020 08:44
 
Borreicho
Terça, 21 Julho 2020 00:00

Após os primeiros pontapés na bola no União e Progresso da Venda Nova e no Real Desportivo de Benfica, as qualidades de Borreicho despertaram o interesse do Sporting CP, para onde rumou de forma a cumprir os escalões de juvenis e de juniores. Com a subida ao patamar sénior, Borreicho deslocou-se para o Norte do país, no qual representou o Trofense, mas o regresso à Grande Lisboa estava para breve, visto que ingressou posteriormente no GD Estoril-Praia para uma longa permanência, envergando a sua camisola durante nove épocas consecutivas, três delas na 1ª Divisão Nacional. Encerrado o capítulo estorilista, Borreicho assinou pelo Sporting da Covilhã na temporada 1996/1997, com o nosso clube a disputar a 2ª Divisão de Honra, na qual deixou escapar a manutenção na última jornada do campeonato após uma derrota no terreno do Desportivo de Beja por 2-1. Borreicho participou em 24 partidas oficiais com a camisola serrana, jogando preferencialmente como médio defensivo na única época em que actuou pela equipa covilhanense, visto que depois rumou ao Imortal de Albufeira, seguindo-se Portimonense, Vilafranquense e SL Fanhões até ao final da carreira. Que recordações ficaram do empenho de Borreicho no meio campo serrano?

Actualizado em Terça, 21 Julho 2020 08:39
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 6 de 196
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2167660