História do Sporting Clube da Covilhã
A. Académica de Coimbra 0 SC Covilhã 2
Domingo, 12 Maio 2019 00:00

E passados 65 anos, naquela altura na 1ª Divisão Nacional, o Sporting Clube da Covilhã voltou a vencer um jogo oficial no terreno da Associação Académica de Coimbra, com golos apontados por Mica e Kukula no derradeiro quarto de hora da primeira parte, conquistando assim três pontos que valem a subida ao 6º lugar da Ledman LigaPro.

Apesar do calor e do final de época, esta partida foi bem disputada e agradável de acompanhar, com ambas as equipas a procurarem triunfar nesta penúltima jornada do campeonato. Os serranos estiveram em bom plano, começando pelo guarda-redes Bruno Bolas, que aos 21 minutos efectuou uma boa defesa perante Balogun para segurar o nulo no marcador. No entanto, a missão atacante dos covilhanenses também esteve em destaque depois da meia hora, e que destaque, visto que resultou nos dois tentos do encontro: aos 34 minutos, Kukula progrediu com a bola até fazer o passe para o toque final de Mica para as redes locais; e aos 45 minutos, na sequência de uma bela jogada colectiva, Kukula assinou um vistoso remate e coloca duas bolas de diferença no "placard" antes do período de descanso. Ao intervalo: 0-2.

Na segunda parte, a Académica esforçou-se por alterar o rumo dos acontecimentos, mas pela frente teve uma formação serrana muito organizada que foi conseguindo segurar a vantagem de dois golos, com o guardião Bruno Bolas atento sempre que o perigo não era afastado na sua "muralha" defensiva. Contudo, engane-se quem pensar que o Covilhã limitou-se a defender o resultado, pois, os comandados de Filó atacaram frequentemente e somente não aumentaram a contagem devido às boas intervenções do guarda-redes Júlio Neiva, que esteve em grande nível em duas situações. Com o último apito do árbitro Gustavo Correia a selar o 0-2, o Sporting da Covilhã elevou para cinco o número de jogos consecutivos sem perder, subindo mais uma posição na tabela classificativa, antes da recepção ao aflito CD Mafra na derradeira ronda da prova.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20182019/ledmanligapro/33/5

Actualizado em Domingo, 12 Maio 2019 20:50
 
N'Kake
Terça, 07 Maio 2019 00:00

O camaronês N’Kake chegou ao futebol português na temporada 2009/2010 para jogar na Naval 1º de Maio, onde teve oportunidade de realizar uma partida na 1ª Liga, mas a meio da época foi emprestado ao Sporting da Covilhã para ajudar o nosso clube a conseguir a permanência na 2ª Liga. N’Kake jogava preferencialmente a médio centro e envergou a camisola serrana em 14 encontros, nos quais apontou um golo que ajudou a garantir um precioso ponto no terreno do Trofense, numa partida que terminou 2-2. N’Kake e colegas alcançaram o objectivo da temporada com uma boa dose de sofrimento, visto que só foi conseguido na última jornada do campeonato, ficando na dianteira dos despromovidos Desportivo de Chaves e AD Carregado. A carreira de N’Kake prosseguiu depois em França, tendo representado o US Ivry durante várias épocas no quarto escalão daquele país. Que lembranças ficaram das exibições de N’Kake com as cores covilhanenses?

 

Actualizado em Terça, 07 Maio 2019 08:37
 
SC Covilhã 1 Leixões SC 1
Domingo, 05 Maio 2019 00:00

Tiago Moreira cruza diante de Derick

Com a manutenção na Segunda Liga garantida na jornada anterior, o Sporting Clube da Covilhã não conseguiu melhor do que uma igualdade (1-1) na recepção ao Leixões Sport Clube, apesar de ter jogado em superioridade numérica desde dos 55 minutos, quando Stéphane foi admoestado com o cartão vermelho devido a uma falta muito dura sobre Adriano Castanheira.

O onze serrano apresentou-se no Estádio José Santos Pinto com Bruno Bolas na baliza, acompanhado na defensiva por Tiago Moreira, Zarabi, João Cunha e Henrique Gomes com o meio campo ocupado por Semedo, Gilberto e Mica, ficando o ataque entregue a Adriano Castanheira, Bonani e Kukula. A partida começou de forma excelente para o emblema de Matosinhos, visto que inaugurou o marcador logo no primeiro minuto, quando, após um longo lançamento lateral, a bola sobrou para o oportuno Evandro Brandão atirar a contar para alegria dos adeptos nortenhos. Os comandados de Filó até tiveram uma reacção interessante, delineando acções problemáticas para a defensiva contrária, com destaque para o minuto 14, em que somente uma grande intervenção do guarda-redes Tony impediu o sucesso do remate longínquo de Tiago Moreira. No entanto, e apesar do ascendente da equipa covilhanense, o perigo não voltou a visitar o relvado local, com o Leixões a segurar a vantagem sem demasiadas dificuldades até ao tempo de descanso. Ao intervalo: 0-1.

Serranos criam perigo na área leixonense

Na segunda parte, o encontro continuou a apresentar um Covilhã com sinal mais, porém, novamente a esbarrar na coesão defensiva leixonense, algo que só foi alterado a partir dos 55 minutos, altura em que o árbitro Iancu Vasilica expulsou Stéphane por falta muito dura sobre Adriano. Com o Leixões em inferioridade numérica, os serranos não demoraram a criar lances perigosos: aos 56 minutos, na sequência de um livre, Zarabi rematou em plena área contra Monteiro, que assim impediu os festejos locais; e aos 61 minutos, Mica atirou rasteiro para uma defesa eficaz de Tony. Contudo, aos 75 minutos, o empate passou mesmo a constar no marcador, pois, o toque final de Kukula para a baliza nortenha foi a conclusão ideal para a fantástica arrancada de Rafael Vieira pela esquerda. O último quarto de hora não teve grandes momentos de futebol, embora com uma ou outra iniciativa mais acelerada por parte de ambas as formações, no entanto, o 1-1 não voltou a ser colocado em causa e persistiu como resultado final. Este empate deixa o Sporting da Covilhã em igualdade pontual com o Penafiel no 6⁰ lugar, seguindo-se uma deslocação ao terreno da Académica na penúltima jornada do campeonato.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo:http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20182019/ledmanligapro/32/8

Actualizado em Segunda, 06 Maio 2019 09:04
 
Pedro Álvaro
Terça, 30 Abril 2019 00:00

Pedro Álvaro foi apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 1991/1992, sendo proveniente do Mineiro Aljustrelense, que tinha acabado de garantir a permanência na Série F da 3ª Divisão Nacional. Pedro Álvaro jogava preferencialmente a defesa esquerdo, mas não teve muitas oportunidades para demonstrar o seu valor na formação serrana, que na altura militava na Zona Centro da 2ª Divisão B. Diga-se que foi uma época nada positiva para Pedro Álvaro e colegas, visto que o conjunto covilhanense não conseguiu evitar a despromoção à 3ª Divisão Nacional ao não alcançar melhor do que o 16º lugar, somente na dianteira de Mirandense e União de Santarém. Na Taça de Portugal, os serranos ainda eliminaram a Desportiva da Guarda, mas foram depois afastados pelo Leça FC após jogo de desempate. Que memórias existem de Pedro Álvaro com a camisola covilhanense?

Actualizado em Terça, 30 Abril 2019 08:40
 
SC Braga B 1 SC Covilhã 2
Sábado, 27 Abril 2019 00:00

O Sporting Clube da Covilhã venceu a equipa B do Sporting Clube de Braga por 1-2 no histórico Estádio 1º de Maio e garantiu a manutenção na Segunda Liga quando ainda faltam disputar três jornadas da competição, sendo o objectivo alcançado através de um "bis" de Kukula, numa partida em que os locais estiveram em vantagem no marcador.

O conjunto serrano foi o primeiro a criar um lance perigoso, quando aos 14 minutos, Diego Medeiros rematou por cima em plena área minhota. No entanto, quem se revelou mais certeiro foi o SC Braga B, visto que aos 20 minutos, o ex-covilhanense Makouta cabeceou para o fundo das redes de Vítor São Bento. Os comandados do treinador Filó procuraram uma rápida reacção ao tento sofrido, porém, quem ameaçou novos festejos foi a formação local cerca da meia hora, valendo que o remate minhoto passou ao lado da baliza visitante para que a diferença no "placard" não fosse maior antes do período de descanso. Ao intervalo: 1-0.

Na segunda parte, o Covilhã voltou a entrar mais perigoso, mas continuou a não ter sucesso na finalização, agora com destaque para o guardião Tiago Pereira, que fez uma grande defesa aos 50 minutos para impedir o êxito da iniciativa de Diego Medeiros. Contudo, o cenário tornou-se mais favorável para os serranos com o avançar do relógio, pois, conseguiram virar o resultado a seu favor no derradeiro quarto de hora através de dois golos de Kukula: aos 75 minutos, o avançado cabo-verdiano assinou o empate numa oportuna antecipação aos defensores bracarenses; e aos 89 minutos, Kukula converteu em golo um pontapé de penálti resultante de uma falta de Casimiro sobre Bonani, estabelecendo o 1-2 final. Pelo meio, um remate de Simão ainda assutou as hostes forasteiras, mas o último apito do árbitro Gustavo Correia selou o triunfo covilhanense, colocando a fasquia de 44 pontos como suficiente para a permanência na Ledman LigaPro, em virtude dos jogos que existirão entre equipas que estão atrás na classificação. No próximo domingo, o Sporting da Covilhã recebe o Leixões no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20182019/ledmanligapro/31/6

Actualizado em Sábado, 27 Abril 2019 20:55
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 8 de 178
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1836229