História do Sporting Clube da Covilhã
Lima
Terça, 25 Setembro 2018 00:00

Alexandre Lima começou a jogar futebol federado no GS Carcavelos, mas as capacidades reveladas no centro da defesa depressa o levaram até aos juvenis do CF Os Belenenses e aos juniores do GD Estoril Praia. A estreia de Lima a nível sénior aconteceu no Juventude de Belém, representando depois 9 de Abril Trajouce, CD Fátima, Marinhense e Ovarense, antes de assumir um compromisso com o Sporting da Covilhã para a temporada 1996/1997. Com os serranos a militarem na 2ª Divisão de Honra e com forte concorrência para o sector defensivo, Lima não teve oportunidade de assumir protagonismo na formação covilhanense, numa época que até acabou mal para o nosso clube, ao não conseguir evitar a despromoção à 2ª Divisão B. A carreira de Lima prosseguiu posteriormente por diversos emblemas nacionais, em concreto, Atlético CP, Portosantense, CD Mafra, Torreense, Olivais e Moscavide, Odivelas FC e AD Oeiras, permanecendo certamente várias recordações das suas exibições…

Actualizado em Terça, 25 Setembro 2018 08:45
 
FC Paços de Ferreira 3 SC Covilhã 0
Domingo, 23 Setembro 2018 00:00

O Sporting Clube da Covilhã sofreu nesta jornada a terceira derrota consecutiva na Ledman LigaPro, desta vez no terreno do Futebol Clube de Paços de Ferreira, num jogo em que os locais já venciam por duas bolas de diferença no final do primeiro quarto de hora, deixando as cores serranas em maus lençóis desde bem cedo.

A formação nortenha teve um começo muito forte e conseguiu inaugurar o marcador aos 10 minutos por intermédio do goleador Luiz Phellype, que atirou certeiro após um cruzamento de Bruno Teles. O Paços de Ferreira continuou em bom plano e não demorou a aumentar a contagem, algo que se verificou aos 14 minutos, quando Wagner rematou com êxito na sequência de um passe efectuado por Bruno Santos. E a vantagem local só não foi maior porque Vítor São Bento realizou uma boa defesa aos 18 minutos, impedindo o sucesso da acção de Pedrinho. Somente a meio da primeira parte é que o Covilhã deu sinal de inconformismo, com Gilberto a proporcionar uma bela intervenção ao guarda-redes Ricardo Ribeiro. A partida caminhou para uma fase mais calma, embora com a equipa visitante mais apontada ao ataque, numa tentativa de ainda sonhar com um resultado positivo, estando perto de reduzir a contagem aos 45 minutos, quando Jaime Simões cabeceou para nova defesa de Ricardo Ribeiro. Ao intervalo: 2-0.

No segundo tempo, os comandados de Dito permaneceram com a ideia de inverter o rumo dos acontecimentos, mas não descobriram forma de alcançar um golo, como aconteceu aos 47 minutos, em que Adriano Castanheira chegou um pouco atrasado ao prometedor cruzamento de Kisley. O Paços de Ferreira revelava-se confortável com a margem de dois tentos a favor, no entanto, estando sempre atento ao contra ataque com a perspectiva de novos festejos. Na baliza local, Ricardo Ribeiro esteve em grande plano sempre que foi chamado a jogo, como por exemplo aos 65 minutos, em que defendeu o remate de Makouta. O encontro foi evoluindo sem mais alterações no marcador, até que aos 90+2 minutos as contas foram mesmo encerradas pelo ganês Ayongo, que cabeceou correctamente após um pontapé de canto e fixou o resultado em 3-0. O derradeiro apito do árbitro Fábio Veríssimo selou o terceiro desaire seguido do Sporting da Covilhã no campeonato, provocando assim uma descida para lugares perigosos da classificação, mas a Segunda Liga só voltará daqui por duas semanas, visto que no próximo domingo o conjunto serrano desloca-se ao estádio do Cesarense para disputar uma eliminatória da Taça de Portugal.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20182019/ledmanligapro/5/8

Actualizado em Domingo, 23 Setembro 2018 20:10
 
Valdir Japão
Terça, 18 Setembro 2018 00:00

O atacante brasileiro Valdir Japão foi apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 1993/1994, sendo proveniente do GD Peniche, que também militava na Zona Centro da 2ª Divisão B. Foi uma época muito difícil para Valdir Japão e colegas, visto que o conjunto serrano só conseguiu saborear a primeira vitória na 9ª jornada (2-0 ao Marinhense no Estádio José Santos Pinto), naquele que foi o único sucesso na metade inicial do campeonato. Com a formação covilhanense sempre nos últimos lugares da classificação, o cenário mais provável parecia ser a descida à 3ª Divisão Nacional, que viria mesmo a confirmar-se no final da competição, numa altura em que Valdir Japão já não integrava o plantel serrano, pois, integrou um lote de jogadores que rescindiram o contrato antes de começar a segunda volta da prova. Que lembranças ficaram das movimentações de Valdir Japão com o emblema serrano?

Actualizado em Terça, 18 Setembro 2018 09:22
 
Livro História do Sporting Clube da Covilhã chega ao Museu Nacional do Desporto e às delegações do IPDJ - Instituto Português do Desporto e da Juventude
Segunda, 17 Setembro 2018 09:03

O Livro sobre a História do Sporting Clube da Covilhã vai chegar ao Museu Nacional do Desporto e às delegações do IPDJ - Instituto Português do Desporto e da Juventude. Da autoria de Miguel Saraiva, editado pela RVJ Editores e com o design de Henrique Gigante, esta obra retrata de forma clara e objetiva, com fotografias de vida, a história do Sporting da Covilhã desde a sua fundação até 1990. Na passada sexta-feira foi dia de simbolicamente entregar à diretora do IPDJ em Castelo Branco, Dra. Maria Fernanda Pires, esta excelente obra. Votos de boas leituras.

Actualizado em Segunda, 17 Setembro 2018 09:10
 
Moreira
Terça, 11 Setembro 2018 00:00

Moreira iniciou o seu percurso futebolístico no Leixões, onde as suas boas exibições valeram internacionalizações por Portugal nos sub-16 e sub-17 e possibilitaram a transferência para os juniores do FC Porto. Moreira ascendeu a sénior no emblema azul e branco, ficando a actuar pela equipa B, tendo depois representado União de Lamas, Pedras Rubras, Pinhalnovense, Dragões Sandinenses, SC Espinho, FC Vizela, UD Oliveirense e Santa Clara, antes de assinar pelo Sporting da Covilhã na temporada 2012/2013. O avançado Moreira rubricou uma época positiva com as cores serranas, tendo participado em 42 jogos oficiais, nos quais apontou dez golos, mas no aspecto colectivo foi uma temporada complicada, em que a manutenção na Segunda Liga só foi alcançada devido à não inscrição da Naval 1º de Maio por problemas financeiros. A carreira de Moreira prosseguiu posteriormente por Leixões, Feirense e Trofense, pelo qual fez a despedida dos relvados como futebolista. Que recordações existem dos golos de Moreira com a camisola covilhanense?

Actualizado em Terça, 11 Setembro 2018 08:36
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 2 de 160
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1516717