História do Sporting Clube da Covilhã
Vicente
Segunda, 02 Dezembro 2019 00:00

Concluídos os escalões de formação no Sporting CP, Vicente foi emprestado ao Sporting da Covilhã na temporada 1964/1965, com o nosso clube a militar na Zona Norte da 2ª Divisão Nacional, sendo um reforço para o sector intermediário. A equipa serrana não foi além do 7º lugar na classificação final do escalão secundário, mas a época ainda teve alguns momentos positivos, com Vicente a destacar-se na Taça Ribeiro dos Reis, onde apontou cinco golos nos sete jogos que os covilhanenses disputaram na competição. A carreira de Vicente prosseguiu depois por diversos emblemas, nomeadamente, Académico de Viseu, Atlético CP (no qual teve oportunidade de competir na 1ª Divisão Nacional), Sintrense, GD Peniche, Tramagal SU, Estrela de Portalegre e Sacavenense. Que recordações persistem das jogadas de Vicente no meio campo serrano?

Actualizado em Segunda, 02 Dezembro 2019 21:11
 
SC Covilhã 1 CD Feirense 2
Sexta, 29 Novembro 2019 00:00

Rodrigues cercado por jogadores fogaceiros

O Sporting Clube da Covilhã recebeu nesta jornada o Clube Desportivo Feirense e foi derrotado por 1-2, somando assim o quarto jogo consecutivo sem saborear um triunfo na LigaPro, isto, numa partida em que até esteve a vencer devido ao golo inaugural de Adriano Castanheira aos 26 minutos.

O emblema serrano apresentou-se em campo com Carlos Henriques na baliza, acompanhado na defensiva por Jaime Simões, Brendon, Zarabi e Daniel Martins, estando o meio campo entregue a Rodrigues, Rodrigo António, Gilberto e Adriano Castanheira, ficando a frente de ataque sob a responsabilidade de Bonani e Kukula. A fase inicial deste encontro caracterizou-se por pouca emoção, visto que a bola esteve quase sempre em terrenos intermediários, sem grandes perigos junto de ambas as balizas. O jogo apenas foi desbloqueado aos 26 minutos, quando Bonani isolou Adriano e este assinou o toque que levou a redonda para as redes forasteiras, originando os festejos dos adeptos locais. A reacção do Feirense não demorou a acontecer, com o guardião Carlos Henriques chamado a uma boa intervenção na sequência de um livre directo aos 29 minutos. No entanto, volvidos alguns momentos, o guarda-redes serrano foi impotente para travar o remate cruzado de Fábio Espinho, que deparecesta forma colocou o empate no marcador. O Covilhã tentou regressar a uma posição de vantagem ainda antes do intervalo, mas as tentativas de Gilberto, Kukula e Adriano não tiveram o sucesso desejado pelas hostes anfitriãs. Ao intervalo: 1-1.

Na segunda parte, os pupilos de Ricardo Soares continuaram com maior tendência atacante e aos 61 minutos estiveram muito perto do golo, quando após um livre apontado por Daniel Martins apareceu Kukula a desviar a redonda para o poste da baliza fogaceira. Com o progredir do relógio, a formação covilhanense foi perdendo fulgor e o perigo começou a ser uma raridade junto das redes de Caio Secco, com a igualdade bem encaminhada para não ser quebrada. Contudo, os comandados de Filipe Rocha foram avançando no relvado com mais frequência e conseguiram mesmo o tento da vitória aos 82 minutos, com o experiente Vítor Silva a cobrar com êxito um livre directo, apesar do esforço de Carlos Henriques para evitar esse destino. Os serranos bem procuraram impedir a derrota, mas tal acabou por não ser possível, com o derradeiro apito do árbitro António Nobre a selar o 1-2 como desfecho da partida. O Sporting da Covilhã volta a competir na terça-feira, desta vez para a Taça da Liga, ao receber o SL Benfica no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo: https://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20192020/ligapro/11/6

Actualizado em Sexta, 29 Novembro 2019 21:57
 
Paulico
Terça, 26 Novembro 2019 00:00

Paulico começou a jogar futebol federado no Académico do Fundão, rumando depois aos iniciados do Sporting da Covilhã, onde cumpriu os restantes escalões de formação e ascendeu ao nível sénior. Na época 2009/2010, ainda com idade júnior, Paulico foi chamado ao plantel principal do emblema serrano, no qual permaneceu para a temporada seguinte, agora já com oportunidade de participar em jogos oficiais com a camisola covilhanense, sendo posteriormente emprestado ao Benfica e Castelo Branco a meio da época. De regresso aos serranos, o médio Paulico teve maior protagonismo e permaneceu no nosso clube até meados da temporada 2013/2014, altura em que passou a representar o Águias do Moradal, prosseguindo a carreira na AD Estação, Prainha e Vitória do Pico, antes de voltar ao conjunto covilhanense na época 2018/2019. No total, Paulico participou até este momento em 39 encontros oficiais com as cores serranas, tendo actuado o resto da temporada passada no CD Alcains, existindo de certeza memórias interessantes das suas exibições com o nosso emblema…  


Actualizado em Terça, 26 Novembro 2019 09:38
 
Rincon
Terça, 19 Novembro 2019 00:00

Gilvan Santos Silva é conhecido no futebol por Rincon, um ponta de lança brasileiro que chegou a Portugal para envergar a camisola do Marítimo na 1ª Liga, onde actuou durante três temporadas, a última delas numa segunda passagem após uma época a marcar golos pelo FC Paços de Ferreira. Depois de um breve regresso ao Brasil, Rincon voltou ao futebol português para jogar no FC Vizela, seguindo-se o Santa Clara, antes de ser apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 2010/2011. No emblema serrano, o experiente Rincon apontou seis golos nos 34 encontros oficiais em que participou, ajudando o nosso clube a alcançar a manutenção na 2ª Liga através do 14º lugar na classificação final, apenas um ponto acima do despromovido Varzim SC. Rincon voltou na época seguinte a terras brasileiras para conclusão da sua carreira futebolística, no entanto, deixou certamente lembranças das suas exibições no conjunto covilhanense…


Actualizado em Terça, 19 Novembro 2019 10:06
 
CD Mafra 2 SC Covilhã 2
Domingo, 17 Novembro 2019 00:00

O Sporting Clube da Covilhã somou um ponto na deslocação ao terreno do Clube Desportivo de Mafra, numa partida bem disputada apesar do relvado em mau estado devido à chuva, tendo terminado com uma igualdade a duas bolas, depois dos serranos terem perdido a vantagem do marcador por duas vezes.

Num jogo de muita entrega dos atletas, a primeira ameaça séria a uma das balizas foi protagonizada pelo senegalês Abdoulaye Daffé, que chegou a passar pelo guardião Godinho, mas que depois atirou para a intervenção do defensor João Miguel impedir os festejos dos adeptos covilhanenses presentes no Estádio Municipal de Mafra. No entanto, aos 31 minutos, Daffé levou mesmo a alegria aos apoiantes serranos, visto que inaugurou o "placard" através de um cabeceamento certeiro após um canto apontado por Adriano Castanheira. Não foi muito prolongada a festa visitante, porque aos 39 minutos aconteceu o tento do empate por intermédio de Ruben Freitas, que surgiu isolado diante do guarda-redes Carlos Henriques devido a um bom passe de Zé Tiago. O encontro tinha qualidade e estava emocionante, com os comandados de Ricardo Soares a ficarem novamente em vantagem no marcador aos 44 minutos, em que Adriano finalizou com eficácia perante Godinho algo surpreendido com a trajectória da bola. Ao intervalo: 1-2.

A segunda parte foi uma interessante continuidade da etapa inaugural ao nível do futebol praticado, com os mafrenses a procurarem o empate e os serranos a tentarem aumentar a contagem. Depois de algum desperdício das cores forasteiras para dilatar a diferença, eis que foram os locais a alcançarem o empate aos 79 minutos por Joel Ferreira, com o defesa esquerdo a surgir oportuno para fixar o resultado em 2-2. A formação covilhanense ainda esteve quase a desfazer a igualdade num lance de Deivison, mas volvidos poucos instantes o árbitro André Narciso deu por terminada a partida sem mais alterações no marcador. Com dez jogos disputados, o Sporting da Covilhã soma 20 pontos e reparte com o Leixões o 4º lugar da classificação da LigaPro, só voltando a competir no dia 29 de Novembro (sexta-feira) na recepção ao Feirense.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20192020/ligapro/8/6

Actualizado em Domingo, 17 Novembro 2019 17:09
 
<< Início < Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Seguinte > Final >>

Pág. 11 de 191
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2126607