História do Sporting Clube da Covilhã
Toninho Oliveira
Quarta, 29 Fevereiro 2012 00:00

Toninho Oliveira, natural do Porto, começou a praticar futebol no Salgueiros, de onde saiu apenas por uma época para o Elvas, regressando novamente ao Salgueiros, antes de ingressar no Sporting da Covilhã durante quatro temporadas. Toninho estreou-se pelos serranos na temporada 1950/1951, destacando-se logo pelas suas capacidades no centro da defesa, tendo contribuído para o 6º lugar alcançado na 1ª Divisão Nacional, uma posição que seria repetida na época seguinte. No principal escalão do futebol nacional, Toninho Oliveira envergou a camisola serrana em 68 jogos, tendo assinado um golo, participando ainda em cinco encontros da Taça de Portugal, ajudando a duas presenças consecutivas nos Quartos de Final, com eliminações perante SL Benfica e Vitória de Guimarães. Que outras memórias existem de Toninho Oliveira?

Actualizado em Terça, 06 Novembro 2012 15:38
 
SC Covilhã 2 Leixões SC 2
Domingo, 26 Fevereiro 2012 00:00

Dominic cabeceia para o segundo golo serrano

O Sporting Clube da Covilhã esteve muito perto de conseguir o seu primeiro triunfo no ano 2012, mas um golo do Leixões Sport Clube aos 89 minutos definiu o empate a duas bolas como resultado final desta partida, adiando assim o regresso dos sorrisos às cores serranas.

Os covilhanenses apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Igor Araújo na baliza, acompanhado na defensiva por Dani Coelho, Aníbal Capela, Ricardo Rocha e Joel, tendo à sua frente Gégé e Idris, libertando Jorge Chula, Gabi e Fofana para o apoio ao ponta de lança Dominic. Os locais entraram no jogo de forma perigosa, visto que logo no primeiro minuto, um cabeceamento de Gégé obrigou Fonseca a uma defesa atenta. Foi o aviso para o tento inaugural que aconteceu aos 14 minutos, quando um cruzamento de Dani Coelho na direita proporcionou a Fofana o cabeceamento certeiro para as redes leixonenses. Os visitantes procuraram reagir à desvantagem, mas nunca foram muito convincentes, ficando-se por um ou outro remate mal direcionado, perante um Covilhã que não se esqueceu de atacar e que conseguiu aumentar a diferença aos 42 minutos, com Jorge Chula a cruzar da direita para o desvio de cabeça de Dominic, que assim reforçou a vantagem serrana no marcador. Ao intervalo: 2-0.

Joel perseguido por Feliciano

Para o segundo tempo, o técnico forasteiro, Horácio Gonçalves, operou de imediato duas substituições, demonstrando que o Leixões queria inverter o rumo dos acontecimentos, o que começou a acontecer aos 52 minutos, quando uma infração manual de Dani Coelho originou uma grande penalidade, convertida em golo por Paulo Tavares, apesar do esforço de Igor Araújo em parar a bola. Os locais não tremeram com a diferença mínima e Fofana até teve uma boa ocasião para marcar, mas o remate saiu muito alto em posição privilegiada. Já com Zezinho e Pimenta em campo, a pressão leixonense aumentou nos últimos vinte minutos do jogo, sendo ainda mais evidente após a expulsão de Pimenta aos 77 minutos por acumulação de amarelos. Mesmo em inferioridade numérica, os serranos souberam responder em contra ataque e num deles Fofana surgiu isolado diante de Fonseca aos 80 minutos, mas o árbitro Cosme Machado resolveu assinalar uma falta que anulou o lance, provocando uma onda de protestos nas hostes locais. Já com Dani Matos a consolidar o meio campo, o Leixões efetuou um derradeiro esforço, que acabou por ser premiado aos 89 minutos, com Hernâni a rematar cruzado para as redes de Igor Araújo e a fixar o resultado em 2-2, para alegria dos adeptos matosinhenses presentes no Complexo Desportivo. O Sporting da Covilhã somou assim o sétimo encontro consecutivo sem vencer (quatro empates e três derrotas), ficando em igualdade pontual com mais três equipas, somente à frente do Portimonense, precisamente uma das duas deslocações seguidas dos serranos, que primeiro visitarão o Santa Clara.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/liga_orangina/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=20&jogo=7091

Resumo: José Cavaca - Provideo>

 

Actualizado em Segunda, 27 Fevereiro 2012 10:23
 
3º Aniversário
Quarta, 22 Fevereiro 2012 01:00

Site HistóriaSCC comemora 3º Aniversário

A criação de um blogue alusivo à História do Sporting Clube da Covilhã foi operacionalizada em Fevereiro de 2009, mas devido ao sucesso da iniciativa e à dimensão que tomou, tornou-se necessária a sua conversão em site (www.historiascc.com), numa decisão que consideramos extremamente positiva.

O atual espaço está em constante processo de melhoramento, tendo sido atualizados todos os planteis do clube, incluindo informações sobre a proveniência dos jogadores, assim como foi introduzida a galeria “Presidentes SCC”, onde estão a ser colocados em destaque aqueles que lideraram o emblema serrano ao longo dos tempos. Também foram inseridos recentemente alguns vídeos que assinalam momentos marcantes da vida futebolística do clube, nomeadamente da década de Oitenta do século passado.

Todo este trabalho resulta não só do empenho da equipa do site, mas também de todos os que têm contribuído com fotografias e outro material, desde antigos atletas, familiares de jogadores, jornalistas, fotógrafos, sócios e simpatizantes do Sporting da Covilhã, visto que sem esta ajuda seria muito mais complicada a execução da missão que pretendemos. As novas tecnologias têm possibilitado que a nossa rede de contactos não esteja circunscrita a Portugal, pois, temos recebido contributos dos diversos cantos do mundo.

Neste 3º aniversário, e tendo em conta que queremos manter a dinâmica inicial, foi concebida uma nova imagem para o site, esperando que possamos continuar a contribuir para uma maior visibilidade da história deste enorme emblema que é o Sporting Clube da Covilhã, uma bandeira da cidade, da região e do país!

A equipa do Site,

Carlos Miguel Saraiva

Nuno Miguel

Eugénio Lopes

Filipe Pinto

João Paulo Martins

Actualizado em Quarta, 22 Fevereiro 2012 14:15
 
José Carlos Bastos
Quarta, 22 Fevereiro 2012 00:00

José Carlos Bastos iniciou a carreira de futebolista no Alba, tendo depois representado Beira-Mar, Lourosa e Oliveirense, mas foi no Recreio de Águeda que o Sporting da Covilhã o contratou para a temporada 1986/1987, tendo em vista o reforço do seu setor atacante. José Carlos só esteve uma época ao serviço das cores serranas, mas cheia de sucessos, porque o clube venceu a Zona Centro da 2ª Divisão Nacional com confortável vantagem sobre o Feirense, assegurando o regresso ao principal escalão do futebol português. José Carlos ajudou ainda os covilhanenses a conquistarem o título de campeão nacional da divisão secundária, depois de uma fase final com Sporting de Espinho e Vitória de Setúbal, vencedores das outras duas zonas. José Carlos era um avançado bastante oportuno e de grande mobilidade, que certamente terá deixado outras recordações nos adeptos serranos…

Actualizado em Quarta, 22 Fevereiro 2012 09:54
 
Dr. Júlio Anahory de Quental Calheiros (Conde da Covilhã)
Domingo, 19 Fevereiro 2012 19:04


Dr._Jlio_Anahory_Calheiros

Dr. Júlio Anahory de Quental Calheiros nasceu na Aldeia de Avô (Concelho de Oliveira do Hospital)  em 18 de novembro de 1900. O seu Pai foi o 2º Conde da Covilhã (José Mendes Veiga do Quental Albuquerque Calheiros) que após o seu falecimento, herdou o titulo de 3º Conde da Covilhã. Homem de grandes negócios, tais como: banqueiro (foi durante 30 anos administrador do Banco Borges & irmão), Industrial (fundou a empresa de pneus Mabor General e fundou a empresa Termas de Monfortinho.Esteve também ligado ao Automóvel Clube de Portugal). Foi casado com D. Maria Emília Borges. Teve dois filhos.

Apesar de a sua residência ser na Cidade do Porto, ocupou vários cargos na direção do Sporting Clube da Covilhã. Toma posse em 1961 como presidente do Concelho fiscal, em que o presidente da direção era o seu irmão, Dr. José Calheiros. Na época de 1965 / 1966 torna-se pela primeira vez, presidente do Sporting Clube da Covilhã, onde permaneceu até 1967.

O Senhor Conde da Covilhã, foi um grande obreiro do Sporting Clube da Covilhã, principalmente pelo seu apoio financeiro e dedicação ao Clube. Foi uma personalidade de forte tempra, de espirito multifacetado e invulgar capacidade de iniciativa. Faleceu no Porto em 16 de Abril de 1970.

Texto: Miguel Saraiva

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100000526842816





Actualizado em Domingo, 19 Fevereiro 2012 22:50
 
<< Início < Anterior 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 Seguinte > Final >>

Pág. 141 de 158
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1504860