História do Sporting Clube da Covilhã
José de Sousa Gaspar
Domingo, 08 Abril 2012 14:58

 

Jos_de_Sousa_Gaspar_A

Nasceu na Covilhã em 23.04.1927, onde exerceu a actividade de solicitador, tendo sido vereador da Câmara Municipal da Covilhã, numa comissão administrativa após o 25 de Abril de 1974.

Esteve ligado a várias instituições da região, como a Santa Casa da Misericórdia, onde foi vogal, tesoureiro e presidente do Conselho Fiscal. Nos Bombeiros Voluntários da Covilhã, onde foi presidente entre 1979 e 1987, destacando-se o terceiro mandato, porque nessa altura foi construído o Novo Quartel. Também foi presidente da Assembleia Geral do Clube Nacional de Montanhismo, primeiro secretário do Rotary Clube da Covilhã, presidente do Conselho Fiscal do Clube União e ainda chefe do Grupo dos Escuteiros da Covilhã.

Na área do jornalismo, dirigiu durante vários anos a página desportiva do jornal “Notícias da Covilhã” e colaborou com “Jornal do Fundão”, ”O Mundo Desportivo” e ”A Flor do Lis” (revista de escutismo), tendo feito ainda parte do corpo redactorial do ”Jornal do Sporting da Covilhã” e” Jornal da Feira Popular”.

Desde muito jovem começou a mostrar o seu amor clubista ao Sporting da Covilhã, integrando elencos directivos desde 1952. Criou e fomentou, nas décadas 50 a 70, várias secções juvenis das modalidades de voleibol, futebol juvenil, andebol e basquetebol, que envolveram inúmeros jovens praticantes de ambos os sexos.

Torna-se presidente do Sporting Clube da Covilhã na época de 1969/70, numa altura em que o clube atravessava uma grande crise financeira e directiva, até porque tinha descido pela primeira vez à terceira divisão nacional. Manteve-se na presidência até à época de 1972/73 e de 1975 a 1977 foi presidente da Assembleia Geral do clube. Foi-lhe atribuida a distinção de “Sócio de Mérito” do Sporting da Covilhã e da Associação de Futebol de Castelo Branco.

Jos_Sousa_Gaspar_B

José de Sousa Gaspar foi um dos grandes nomes da história do Sporting da Covilhã, figura amável e sempre prestável, a quem o clube serrano muito deve. Faleceu no dia 24.01.2009.

Texto: Miguel Saraiva

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100000526842816





Actualizado em Domingo, 08 Abril 2012 15:10
 
SC Freamunde 2 SC Covilhã 2
Sábado, 07 Abril 2012 00:00

A estreia de Nascimento como treinador do Sporting Clube da Covilhã esteve muito perto de ser triunfal, porque foi já no período de compensação que o Sport Clube Freamunde alcançou a igualdade a duas bolas, num resultado que não permite à formação covilhanense abandonar a posição mais indesejável da Liga Orangina.

Os serranos entraram na partida com clara vocação ofensiva, tendo inaugurado o marcador logo aos 4 minutos, quando Gabi converteu devidamente uma grande penalidade, resultante de uma falta sobre Dani Matos na área local. O Freamunde procurou reagir à desvantagem, mas o Covilhã revelou uma boa organização defensiva e não permitiu lances de perigo evidente para a sua baliza, excetuando um remate de Bock aos 26 minutos, que mereceu um pouco de mais atenção por parte de Igor Araújo. Contudo, os visitantes não se limitaram a defender e um livre apontado por Gabi, aos 39 minutos, obrigou o guardião Assis a intervir. Ao intervalo: 0-1.

Para o segundo tempo, os locais apostaram tudo no ataque e Bock deu o primeiro sinal de perigo aos 58 minutos, num remate devolvido pela defensiva forasteira. O golo do empate acabou por surgir aos 64 minutos, quando um cruzamento de Luciano possibilitou o cabeceamento de Horácio para as redes serranas. Pensou-se que o Freamunde iria aumentar a pressão em busca do triunfo, mas aconteceu o inverso, visto que foi o Covilhã que procurou regressar à vantagem, com Dani Matos e Pimenta a estarem muito perto desse objetivo em duas ocasiões. E aos 81 minutos, os serranos passaram de novo para a frente do marcador, com André Sousa a atirar para o fundo da baliza local, levando a alegria às hostes covilhanenses. Porém, o cenário complicou-se bastante para os comandados de Nascimento aos 86 minutos, pois, Filipe Fernandes foi expulso por acumulação de amarelos, abrindo maiores esperanças para as cores nortenhas, com destaque para um remate de João Rodrigues ao poste aos 89 minutos. Perante a ofensiva do Freamunde, o resultado final foi estabelecido aos 90+2 minutos, quando Bruno Magalhães rematou cruzado para o 2-2, numa ação em que os visitantes ficaram a reclamar uma pretensa falta de Bock na área serrana. Os derradeiros instantes foram uma grande confusão, com Bruno Magalhães a ver o vermelho direto e Zezinho a ser expulso com segundo amarelo, todavia, sem mais alterações no “placard”. Com este empate, o Sporting da Covilhã continua no último lugar, esperando que a sua situação classificativa possa melhorar na próxima jornada, caso vença o Penafiel no Complexo Desportivo.

 Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/liga_orangina/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=26&jogo=7189

Actualizado em Sábado, 07 Abril 2012 17:42
 
Paulo Barra
Quarta, 04 Abril 2012 00:00

Paulo Barra assinou pelo Sporting Clube da Covilhã para a época 1992/1993, depois de ter representado na temporada anterior o GD Bragança. Paulo Barra jogava a defesa esquerdo e destacava-se na cobrança de bolas paradas, tendo permanecido duas épocas no emblema serrano, começando logo por ajudar o clube a subir à 2ª Divisão B na temporada inaugural, após ter garantido o 2º lugar na Série C da 3ª Divisão Nacional, apenas atrás do União de Coimbra e com larga vantagem sobre o 3º classificado, o Penalva do Castelo. A época seguinte não correu nada bem, com Paulo Barra e colegas a não conseguirem evitar nova descida dos serranos à 3ª Divisão Nacional, pois não foram além do antepenúltimo lugar na Zona Centro da 2ª Divisão B, somente à frente de Mealhada e Lousanense. Que outras recordações existem de Paulo Barra?

Actualizado em Quarta, 04 Abril 2012 08:49
 
SC Covilhã 0 UD Oliveirense 1
Domingo, 01 Abril 2012 00:00

Filipe Fernandes perante a pressão adversária

O Sporting Clube da Covilhã deu nesta jornada um forte passo atrás nas suas aspirações de manutenção, visto que a derrota caseira, pela margem mínima com a União Desportiva Oliveirense, empurrou o emblema serrano para o último lugar da Liga Orangina, quando faltam disputar cinco rondas.

Os locais apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Igor Araújo na baliza, acompanhado na defensiva por Dani Coelho, Gégé, Ricardo Rocha e Joel, tendo à sua frente Filipe Fernandes e Gabi, libertando Jorge Chula, Pimenta e Fofana para o apoio ao ponta de lança Pedro Ribeiro. O jogo até nem começou mal para a formação de Tulipa, pois, logo no minuto inaugural, Pimenta rematou por alto em plena área, como que a querer colocar o adversário em sentido, porém, os visitantes não se amedrontaram e responderam com perigo aos 10 minutos, em que somente uma saída atenta de Igor Araújo impediu a felicidade de Clemente. O início tão prometedor não teve a devida sequência, com a partida a caminhar para uma fase muito monótona, algo normal quando a bola raramente sai da zona intermediária. A sonolência instalada apenas foi quebrada aos 34 minutos e logo com um golo da Oliveirense, com Rui Lima a atirar rasteiro para o fundo das redes serranas, festejando assim o único tento do encontro. O Covilhã não esboçou qualquer reação digna desse nome, por isso, a vantagem adversária nem foi colocada em causa até ao tempo de descanso. Ao intervalo: 0-1.

Pedro Ribeiro e Diego em luta nas alturas

Para a segunda parte, Tulipa fez entrar Dani Matos para terrenos ofensivos, mas o certo é que o Covilhã continuou sem ideias para ultrapassar a defensiva opositora, numa tendência que se verificou mesmo após a chamada de Dominic para alargar a frente de ataque. A Oliveirense foi segurando o resultado favorável sem grandes problemas, apesar dos locais recorrerem a diversas soluções, como foi a entrada de André Sousa para organizar jogo a meio campo. Os covilhanenses tiveram o mérito de não baixarem os braços e quase que eram premiados nos instantes finais, curiosamente, após a chegada da trovoada, porque nessa altura tiveram dois lances em que o empate pairou no ar, mas as intervenções do guardião Bruno Vale não permitiram que os três pontos fugissem da contabilidade visitante, com a partida a terminar com o desfecho de 0-1. O Covilhã somou assim a segunda derrota consecutiva, descendo à última posição da tabela classificativa, com dois pontos de atraso em relação ao lugar que garante a manutenção, por isso, apenas uma vitória no terreno do Freamunde na próxima jornada poderá fazer com que as contas fiquem um pouco mais sorridentes para as cores serranas.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/liga_orangina/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=25&jogo=7169

Resumo: José Cavaca - Provideo

 

Actualizado em Segunda, 02 Abril 2012 11:09
 
Cremildo
Quarta, 28 Março 2012 00:00

Cremildo, natural de Moçambique, terminou a formação futebolística no SL Benfica, tendo depois transitado para o Sporting da Covilhã, onde apenas jogou na temporada 1974/1975. Cremildo atuava essencialmente a médio direito, mas também fazia outras posições no meio campo e no ataque, realizando grandes exibições ao serviço dos serranos, que nessa época venceram a Série B da 3ª Divisão e estiveram muito perto do título nacional, visto que só foram derrotados pela União de Santarém na final. O protagonismo da formação onde pontificava Cremildo estendeu-se à Taça de Portugal, onde o Sporting da Covilhã eliminou Pinhelenses, Fafe, Régua e Olhanense, caindo somente nos Oitavos de Final perante o Boavista, que haveria de conquistar o troféu. Cremildo prosseguiu depois a carreira em clubes como Beira-Mar, União de Leiria e Paços de Ferreira, deixando certamente outras memórias…

Actualizado em Quarta, 28 Março 2012 09:06
 
<< Início < Anterior 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 Seguinte > Final >>

Pág. 145 de 165
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1578583