História do Sporting Clube da Covilhã
SC Covilhã 2 Leixões SC 0
Domingo, 06 Janeiro 2013 00:00

Nené a cabecear para o tento inaugural

Após três partidas sem vencer, o Sporting Clube da Covilhã aproveitou a recepção ao Leixões Sport Clube para voltar a saborear um triunfo, que foi conseguido com um golo apontado em cada uma das partes do encontro, primeiro por Nené aos 10 minutos, depois por Moreira aos 66 minutos.

Os serranos apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Jorge Baptista na baliza e um quarteto defensivo formado por Gilberto, Edgar, Gaspar e Paulo Grilo, jogando à sua frente Nené e Carlos Manuel, ficando Moreira, Tarcísio e Pimenta no apoio ao ponta de lança Fabrício. Os locais demonstraram cedo vontade em chegar ao golo, o que ainda foi evitado pelo guardião Rui Sacramento em duas ocasiões, em acções de Pimenta e de Moreira. Na sequência deste último lance, Pimenta cobrou um canto na direita para surgir Nené a cabecear com sucesso, colocando os covilhanenses na frente do marcador aos 10 minutos. A resposta do Leixões foi pouco convincente e o jogo entrou numa fase em que foi disputado essencialmente a meio campo, fazendo com que as defensivas não tivessem que encarar grandes dificuldades. As jogadas mais empolgantes apenas voltaram a acontecer a partir dos 39 minutos, quando Moreira efectuou um cruzamento traiçoeiro que obrigou Rui Sacramento a estar atento, reagindo depois os forasteiros com dois lances perigosos: aos 41 minutos, Tiago Borges isolou-se diante de Jorge Baptista, mas falhou a baliza por muito pouco; e aos 45+2 minutos, Gonçalo Graça apareceu em boa posição, porém, o remate saiu para a malha lateral. Ao intervalo: 1-0.

Moreira celebra o golo que definiu o resultado final

Na etapa complementar, a formação leixonense começou por actuar mais tempo no meio campo contrário, no entanto, os serranos nunca perderam a coesão defensiva e evitaram que a sua vantagem fosse colocada em causa. O cenário ficaria ainda melhor para o Covilhã aos 66 minutos, quando Moreira apareceu perante o guarda-redes Rui Sacramento e conseguiu atirar a bola para o fundo da baliza, assinando assim o 2-0 que viria a ser resultado final. O jogo ficou praticamente decidido e somente duas iniciativas de Mailo, aos 81 e 83 minutos, ameaçaram trazer maior incerteza à partida, só que Jorge Baptista rubricou duas boas intervenção e não permitiu mexidas no “placard”. Saliência ainda para o minuto 85, momento em que se verificou a estreia do reforço Alex Kakuba (ex-Esperança de Lagos), que entrou para o lugar de Moreira, autor de uma exibição digna do forte aplauso que recebeu do público serrano. Conquistados estes três preciosos pontos, segue-se nova partida no Complexo Desportivo no próximo domingo, com a recepção ao Vitória de Guimarães B, que assinala o início da segunda volta da prova.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/segunda_liga/pages/jogo.aspx?epoca=20122013&jornada=21&jogo=8013

Actualizado em Segunda, 07 Janeiro 2013 10:43
 
Eduardo
Quarta, 02 Janeiro 2013 00:00

Eduardo jogou nos escalões jovens do SC Braga, embora com uma passagem pelos juniores do FC Porto (onde se sagrou campeão nacional), integrando depois o plantel sénior dos minhotos, chegando a actuar na 1ª Divisão Nacional. No entanto, foi ao Vianense que o Sporting da Covilhã contratou Eduardo para a temporada 1997/1998, assumindo protagonismo na ala esquerda da formação serrana, porém, o objectivo dessa época acabou por ser perdido na última jornada da Zona Centro da 2ª Divisão B, visto que o empate a duas bolas em Elvas permitiu que a festa da subida fosse realizada pela Naval. Eduardo revelou sempre grande empenho em campo, prosseguindo depois a sua carreira em clubes como Gil Vicente, Esposende, Leixões, Freamunde, Estoril Praia, Desportivo de Chaves e Tirsense, havendo certamente outras recordações das suas exibições…

Actualizado em Quarta, 02 Janeiro 2013 10:16
 
Naval 1º Maio 3 SC Covilhã 3
Sábado, 29 Dezembro 2012 00:00

Numa partida recheada de golos, empate a três bolas, o Sporting Clube da Covilhã conseguiu somar um ponto na deslocação ao terreno da Associação Naval 1º de Maio, com Dani Matos a apontar o tento da igualdade aos 90 minutos, já com a formação serrana reduzida a dez unidades por expulsão de Gui.

Este jogo teve um início movimentado, não sendo necessário esperar muito tempo para que o perigo surgisse junto de ambas as balizas, visto que logo aos 4 minutos, um remate de João Pedro passou muito próximo das redes serranas, respondendo o Covilhã aos 6 minutos, quando um cabeceamento de Pimenta obrigou Guilherme a uma intervenção atenta. A pouco e pouco, a Naval foi demonstrando uma ligeira superioridade, ameaçando inaugurar o marcador aos 9 minutos, novamente numa iniciativa de João Pedro, que Jorge Baptista defendeu com enorme classe. No entanto, foi neste período em que os locais dominavam que apareceu o golo serrano aos 16 minutos, num contra ataque rápido em que Fabrício ultrapassou o guardião adversário e colocou a bola no fundo das malhas. A reacção figueirense não se fez notar e até foram os visitantes que desperdiçaram uma oportunidade de aumentarem a contagem aos 31 minutos, quando o remate de Pimenta ficou a escassos centímetros do êxito. A Naval só voltou a criar um lance perigoso em cima dos 45 minutos, mas Jorge Baptista respondeu com uma bela defesa à acção de André Fontes. Ao intervalo: 0-1.

Para a segunda parte, os locais regressaram muito fortes e viraram o resultado a seu favor em poucos minutos, pois, aos 50 minutos, na sequência de um canto, João Martins assinou um excelente remate para a igualdade, e aos 60 minutos, em plena área, André Carvalhas não teve dificuldade em empurrar a bola para a baliza opositora, colocando a Naval na frente do marcador. O Covilhã procurou de imediato o empate, pertencendo a Fabrício o maior protagonismo, com destaque para o minuto 69, em que possibilitou uma grande defesa a Guilherme. Com os forasteiros em busca de um melhor desfecho, foram os locais que dilataram a vantagem para duas bolas de diferença aos 71 minutos, num tento rubricado por João Pedro. Contudo, os serranos não deram o jogo como encerrado e depois de uma ameaça de Tarcísio aos 76 minutos (mais uma boa intervenção de Guilherme), Dani Matos conseguiu reduzir a desvantagem aos 78 minutos, trazendo maior emoção para os derradeiros instantes. Os covilhanenses ainda viram a situação complicar-se aos 86 minutos, quando Gui viu o vermelho directo por falta dura sobre Vítor Alves, porém, nem a inferioridade numérica impediu os serranos de trazerem um ponto da Figueira da Foz, visto que aos 90 minutos, um livre directo magistralmente apontado por Dani Matos fixou o resultado em 3-3. Na próxima jornada, o Sporting da Covilhã recebe o Leixões, desejando-se que possa regressar aos triunfos, de modo a melhorar a sua situação classificativa.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo:

http://www.lpfp.pt/segunda_liga/pages/jogo.aspx?epoca=20122013&jornada=20&jogo=7991

Actualizado em Sábado, 29 Dezembro 2012 18:49
 
José Lopes dos Santos Pinto
Sexta, 28 Dezembro 2012 00:29

 

 

Jos_Lopes_dos_Santos_Pinto

Nasceu na Covilhã em 15.08.1923. Industrial de lanifícios. Foi casado com D. Maria Eugénia Neves Fazendeiro Santos Pinto e tiveram dois filhos (Eugénia Maria Fazendeiro Santos Pinto Sousa Martinho e José Fazendeiro Santos Pinto).

Foi um destacado dirigente do Sporting Clube da Covilhã, integrando os seus corpos gerentes entre 1947 a 1959, tendo participado nos maiores êxitos do clube, como a conquista da Taça “O Século”, as duas subidas à Primeira Divisão (1947/48 e 1957/58), assim como a participação no Jamor, em 2.6.1957, na Final da Taça de Portugal, no jogo contra o S.L.Benfica.

Era filho de José dos Santos Pinto, grande obreiro da construção do campo de futebol para servir todos os desportistas Covilhanenses e os clubes da Cidade. Assim, nas décadas de 30/40, com os seus auxílios financeiros e com ajuda de um grupo de amigos chamados os “capacetes de aço”, sacrificaram o seu tempo na recolha de fundos para a construção do campo. Foi por isso o pai de José Lopes dos Santos Pinto o grande impulsionador da construção de um novo campo de futebol na Cidade da Covilhã, sendo ainda homenageado pelo grupo Os Covilhanenses por tal feito. Em 1940, após o seu falecimento em Lisboa, o Sporting Clube da Covilhã, por sua sugestão, solicitou à Câmara Municipal da Covilhã licença para a mudança do nome daquele recinto, deixando de se chamar Campo do Alto do Hospital para se designar Estádio José dos Santos Pinto. Mantendo-se até aos dias de hoje o nome deste mítico Estádio, cujo seu obreiro nunca foi sócio do Sporting da Covilhã, mas o seu filho um prestigiado dirigente que faleceu em 13 Agosto de 1996 com 72 anos.

Texto: Miguel Saraiva

https://www.facebook.com/#!/miguel.saraiva.18



 

Actualizado em Sexta, 28 Dezembro 2012 00:47
 
Alberir
Quarta, 26 Dezembro 2012 00:00

Depois de ter passado por Duque de Caxias, Guarani e Ponte Preta, Alberir concluiu os escalões de formação no Clube de Regatas Vasco da Gama, um dos maiores clubes do Rio de Janeiro e do Brasil, sendo a partir deste emblema que chegou ao Sporting da Covilhã na época 2000/2001. Muitas vezes chamado ao jogo como suplente utilizado, Alberir foi decisivo nalgumas partidas dos serranos, tendo obtido golos que foram importantes para o nosso clube lutar pela subida à 2ª Liga, que no entanto seria perdida para a Oliveirense, vencedora da Zona Centro da 2ª Divisão B. Alberir esteva apenas uma temporada com as cores covilhanenses, em que revelou grande capacidade técnica e oportunismo, qualidades que o levaram até aos estádios de Espanha e da China, mas uma arreliadora lesão no joelho fez com voltasse ao Brasil e terminasse a carreira aos 24 anos. Que outras memórias permanecem de Alberir?

Actualizado em Quarta, 26 Dezembro 2012 10:13
 
<< Início < Anterior 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 Seguinte > Final >>

Pág. 153 de 190
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2119590