GD Estoril Praia 0 SC Covilhã 0
Domingo, 21 Agosto 2011 23:20

O Sporting Clube da Covilhã iniciou a Liga Orangina 2011/2012 com a conquista de um ponto no terreno do Grupo Desportivo Estoril Praia, numa igualdade garantida com uma elevada dose de sofrimento, visto que actuou cerca de meia hora reduzido a nove unidades.

Os serranos apresentaram-se num esquema 1x4x2x3x1, com Nuno Santos na baliza, acompanhado na defensiva por Dani Coelho, Gégé, Ricardo Rocha e Joel, surgindo mais à frente Filipe Fernandes e Idris, ficando Dani Matos, Gabi e Fofana no apoio ao avançado Pedro Ribeiro. A partida começou com o Estoril a procurar uma situação de domínio, que nunca conseguiu alcançar, pois, o Covilhã preencheu devidamente a zona intermediária e manteve o jogo equilibrado, delineando mesmo o lance mais perigoso do primeiro tempo aos 18 minutos, quando após alguma confusão, Idris atirou contra um defensor local em plena área. Aos 35 minutos, Idris esteve novamente em plano de destaque, mas agora por motivo indesejado, visto que foi expulso por acumulação de amarelos, deixando os visitantes numa situação complicada, mas mesmo assim não passaram por dificuldades para manter a bola longe da sua baliza até ao intervalo.

Na segunda parte, o Estoril empurrou o Covilhã para o seu meio campo, contudo, sem apresentar grandes argumentos no último terço do terreno, parecendo que o jogo estava controlado pela formação forasteira. Porém, aos 64 minutos, nova contrariedade para os serranos, visto que o árbitro Cosme Machado considerou que a intervenção de Ricardo Rocha foi com a mão, assinalando uma grande penalidade muito contestada pelos visitantes, com Ricardo Rocha a exceder-se nos protestos e a ser expulso por duplo amarelo, deixando a sua equipa apenas com nove elementos em campo. Mas nem tudo foi mau para o Covilhã, visto que na transformação do castigo máximo, Carlos Eduardo permitiu a defesa de Nuno Santos, que assim manteve o nulo no marcador. Com uma superioridade numérica ainda mais evidente, o Estoril conseguiu uma sucessão de acções perigosas, mas a má direcção dos cabeceamentos, uma intervenção eficaz de Zezinho sobre a linha de baliza e o enorme empenho dos jogadores covilhanenses impediram os festejos nas hostes locais. E a alegria forasteira até podia ter sido bem maior já em tempo de compensações, porque na sequência de um rápido contra ataque conduzido por Hélder Rodrigues, apareceu Gabi a rematar à barra, ficando muito perto de conquistar três pontos para os comandados de Tulipa. Garantido o empate na jornada inaugural, o Sporting da Covilhã preocupa-se agora com a próxima ronda, em que receberá o União da Madeira no Complexo Desportivo.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/liga_orangina/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=1&jogo=7032

Actualizado em Segunda, 22 Agosto 2011 09:53
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1771835