FC Arouca 2 SC Covilhã 2
Sábado, 10 Março 2018 00:00

Ainda não foi nesta jornada que o Sporting Clube da Covilhã regressou aos triunfos na Ledman LigaPro, mas já é um bom indicador voltar a pontuar, até porque o empate (2-2) foi alcançado no terreno do Futebol Clube de Arouca, um dos principais candidatos aos lugares de subida à Primeira Liga, com o último golo local a ser apontado através de um polémico pontapé de penálti aos 87 minutos.

Como seria expectável, o conjunto anfitrião entrou no jogo com uma postura atacante, demonstrando que queria voltar ao comando do campeonato, no entanto, teve pela frente uma equipa serrana muito organizada, quer a defender, quer na saída para terrenos ofensivos. É certo que foi o Arouca que inaugurou o marcador aos 15 minutos, num cabeceamento de Roberto após um canto, mas com a devida resposta covilhanense aos 23 minutos, quando Renato Reis foi eficaz a desviar um remate de um colega e restabeleceu a igualdade na partida. O encontro evoluiu depois para uma fase de muita luta pela posse de bola e quase ausência de lances perigosos junto de ambas as balizas, com o relvado a acusar a chuva dos últimos tempos. Ao intervalo: 1-1.

Na segunda parte, o Covilhã esteve perto de marcar logo aos 49 minutos, com João Dias a atirar para uma boa defesa de Bracali, sobrando a redonda para o remate de Adul Seidi ao lado, com o guineense numa posição favorável para ter sucesso. Apesar de mais rematador, o Arouca evidenciava algumas dificuldades perante um onze serrano bastante confiante, não sendo de estranhar que tenham sido os visitantes a passar para a dianteira do "placard" aos 71 minutos, quando o moçambicano Reinildo deu a melhor sequência ao cruzamento de Renato Reis. Contudo, os pupilos de José Augusto tiveram uma grande contrariedade aos 75 minutos, visto que o árbitro Sérgio Piscarreta considerou que a infracção de Joel era merecedora do segundo cartão amarelo, originando assim a expulsão do defesa central serrano. Esta situação veio animar os arouquenses, que procuraram beneficiar da vantagem numérica para chegarem pelo menos ao empate, o que acabou por acontecer aos 87 minutos da seguinte forma: Nuno Valente rematou para uma boa intervenção de Igor Rodrigues, ficando a recarga para Areias, mas o guardião visitante defendeu de novo, agora a meias com o poste, surgindo depois um jogador local caído na área, com o árbitro a assinalar um pontapé de penálti, muito contestado pelos serranos, que foi convertido no 2-2 pelo nosso conterrâneo Nuno Coelho. Claro que a vitória era o desfecho desejado, porém, este ponto permite ao Sporting da Covilhã alargar a diferença para a zona de despromoção, seguindo-se nova deslocação no próximo domingo, desta vez ao campo da equipa B do FC Porto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20172018/ledmanligapro/28/4

Actualizado em Sábado, 10 Março 2018 21:10
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1504885