SC Covilhã 2 Varzim SC 0
Sábado, 07 Abril 2018 00:00

Paulo Henrique pressionado por Ruan

O Sporting Clube da Covilhã deu um passo importante rumo à manutenção na Ledman LigaPro ao vencer o Varzim Sport Club por 2-0, com um golo apontado em cada uma das partes do jogo, primeiro por Reinildo aos 32 minutos, depois por Raul Almeida aos 64 minutos.

O conjunto serrano apresentou-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Vítor São Bento na baliza, acompanhado na defensiva por João Dias, Zarabi, Joel e Paulo Henrique, ficando Makouta e Gilberto mais recuados no meio campo, com Fatai, Índio e Reinildo mais perto do ponta de lança Onyeka. Em mais uma tarde de chuva, os locais entraram melhor na partida e assinaram alguns remates à baliza poveira, no entanto, os lances de maior perigo seriam protagonizados pelo Varzim: aos 20 minutos, um cabeceamento de Jeferson obrigou o guardião Vítor São Bento a uma excelente defesa a meias com o poste; e aos 29 minutos, novamente o guarda-redes anfitrião em destaque, desta vez ao defender com eficácia um remate rasteiro de Ruben Macedo. Porém, aos 32 minutos, quem chegou ao golo inaugural foi o Covilhã, quando Zarabi bateu a bola longa para um desvio de cabeça de Onyeka, que deixou Reinildo em posição de atirar certeiro para as redes nortenhas. Apesar da tentativa de reacção forasteira, o emblema serrano não perdeu a coesa defensiva e segurou sem demasiados problemas a vantagem para o período de descanso. Ao intervalo: 1-0.

Onyeka cercado por varzinistas

Na segunda parte, e sem grande surpresa, o Varzim surgiu apostado em alcançar o empate, mas o onze covilhanense esteve em bom plano e até ameaçou dilatar a vantagem aos 58 minutos, em que Reinildo cabeceou ligeiramente ao lado um cruzamento vindo da direita. Quase de imediato, os visitantes também apareceram com perigo na área local, contudo, a intervenção de Gilberto evitou outras consequências do remate de Luís Alberto. Os poveiros instalaram-se frequentemente em zonas ofensivas, mas pela frente tiveram uma defensiva muito coesa, contando já com algumas acções de Vítor São Bento na guarda das suas redes. Até que aos 64 minutos, os pupilos de José Augusto colocaram uma diferença decisiva no marcador, visto que a bola pontapeada por Reinildo provocou uma descoordenação no extremo reduto varzinista entre o seu guarda-redes e um colega, algo que foi aproveitado pelo recém-entrado Raul Almeida para rubricar um vistoso golo. O Varzim não se deu por vencido e ainda importonou seriamente os serranos em dois lances: aos 72 minutos, um livre cobrado por Mário Sérgio fez a redonda passar muito perto da baliza anfitriã; e aos 90 minutos, no meio de alguma confusão, Vítor São Bento impediu o sucesso da acção de Malele. Com o derradeiro apito do árbitro Humberto Teixeira, o 2-0 ficou como resultado final, o que permite ao Sporting da Covilhã dilatar a vantagem sobre a zona de despromoção para nove pontos, seguindo-se uma deslocação ao terreno do Real SC já na quarta-feira.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20172018/ledmanligapro/32/6

Actualizado em Segunda, 09 Abril 2018 08:57
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1532141