CF União da Madeira 1 SC Covilhã 0
Sábado, 21 Abril 2018 00:00

O Sporting Clube da Covilhã foi derrotado pela margem mínima no terreno do Clube de Futebol União da Madeira, somando assim o terceiro jogo consecutivo sem festejar qualquer golo e continuando com as contas em aberto em relação à manutenção na Ledman LigaPro, quando faltam disputar três jornadas para a conclusão da prova.

A formação madeirense, também envolvida na luta pela permanência nesta divisão, tentou assumir o controlo da partida logo nos momentos iniciais, mas os serranos conseguiram suster essa ambição local e o jogo foi evoluindo sem lalances de grande perigo junto de ambas as balizas. A primeira acção digna de registo aconteceu apenas aos 22 minutos, num remate protagonizado por Júnior Sena, no entanto, os derradeiros instantes da primeira parte foram de grande emoção, com os dois conjuntos a assinarem sérias ameaças à inauguração do marcador: aos 44 minutos, Júnior Sena permitiu uma boa intervenção do guarda-redes Vítor São Bento; e aos 45 minutos, Índio isolou Reinildo diante do guardião Chastre, só que o moçambicano atirou por cima. Ao intervalo: 0-0.

No segundo tempo, o União criou perigo aos 51 minutos por Flávio Silva, que rematou por cima da barra visitante, mas o Covilhã respondeu aos 55 minutos por Fatai, que atirou ao lado das redes anfitriãs. Quem esteve mais certeiro foi André Carvalhas aos 63 minutos, que na cobrança de um livre directo rubricou o único golo da partida para alegria dos ansiosos adeptos madeirenses. O onze serrano procurou de imediato regressar à igualdade, porém, voltou a revelar algumas dificuldades no processo ofensivo, o que impossibilitou lances de verdadeiro perigo junto das redes opositoras. O União, além de defender a vantagem, esteve perto de aumentar a diferença aos 78 minutos, contudo, Júnior Sena voltou a perder a disputa com Vítor São Bento. Os comandados de José Augusto tiveram o mérito de não baixar os braços em busca de um resultado positivo, tendo mesmo conquistado um canto no último minuto do jogo, mas sem as consequências desejadas pelas hostes serranas, com o árbitro Rui Costa a dar a partida como finalizada logo a seguir. Com este desaire, o Sporting da Covilhã fica com uma margem de pontual mais reduzida para a zona de despromoção, seguindo-se uma recepção à Académica de Coimbra no próximo domingo, num encontro que deverá provocar uma boa moldura humana no Estádio José Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20172018/ledmanligapro/35/3

Actualizado em Sábado, 21 Abril 2018 20:03
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1427653