FC Cesarense 1 SC Covilhã 2 (após prolongamento)
Domingo, 30 Setembro 2018 00:00

O Sporting Clube da Covilhã necessitou de prolongamento para afastar o Futebol Clube Cesarense na 2ª eliminatória da Taça de Portugal, visto que no final dos noventa minutos o empate a uma bola era o resultado, que somente foi alterado aos 113 minutos através de um golo apontado por Rick Sena, que assim colocou o nosso clube na próxima ronda da competição.

Os momentos iniciais do jogo foram prometedores, com ambas as formações a protagonizarem lances de perigo, surgindo o tento inaugural aos 16 minutos para o Cesarense, numa jogada finalizada com um cabeceamento oportuno de Chapinha. Os covilhanenses tentaram uma reacção imediata à desvantagem no marcador, mas pela frente encontraram um conjunto muito empolgado e apostado em demonstrar a qualidade competitiva do terceiro escalão do futebol português, por isso, o guardião Raphael Mello apenas teve trabalho complicado num remate de Adriano Castanheira. Posteriormente, o brasileiro Deivison chegou a introduzir a bola nas redes locais, porém, o lance foi anulado pelo árbitro Rui Oliveira devido a fora de jogo. Ao intervalo: 1-0.

Para a segunda parte, os pupilos de Dito regressaram com uma dinâmica diferente e a bola passou a perturbar mais o sector defensivo do emblema local, com o empate a ser uma realidade aos 72 minutos, com o recém-entrado Onyeka a atirar certeiro após Deivison ter acertado na barra. Pensou-se que o Covilhã continuaria a dominar em busca do triunfo, contudo, o encontro não foi bem nesse sentido, visto que as duas equipas tiveram oportunidades para garantir o golo da vitória, que só não aconteceu devido às boas intervenções dos guarda-redes Raphael Mello e Vítor São Bento, provocando desta forma a necessidade de prolongamento. Aos 90 minutos: 1-1.

No tempo extra, quer Onyeka, quer Chapinha, ameaçaram mexer no "placard", mas tal somente aconteceria aos 113 minutos, quando o nigeriano Onyeka assinou uma acção que permitiu a Rick Sena a conclusão desejada pelos serranos para o 1-2. O conjunto local ainda procurou chegar ao empate que possibilitasse o desempate por pontapés da marca de penálti, porém, os covilhanenses revelaram segurança na defesa de preciosa vantagem, que foi definitivamente selada pelo último apito do árbitro. O Sporting da Covilhã fica agora a aguardar o sorteio da 3ª eliminatória, que será disputada preferencialmente no terceiro fim de semana de Outubro.

Texto: Eugénio Lopes.

Actualizado em Domingo, 30 Setembro 2018 20:00
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1516734