SL Benfica B 3 SC Covilhã 2
Sábado, 27 Outubro 2018 00:00

Quinto jogo consecutivo do Sporting Clube da Covilhã sem conseguir uma vitória na Ledman LigaPro, pois, nesta jornada a equipa B do Sport Lisboa e Benfica revelou-se mais eficaz e somou os três pontos ao triunfar por 3-2, com os golos serranos a terem assinatura de Adriano Castanheira e Deivison.

O emblema covilhanense apresentou-se no Caixa Futebol Campus, no Seixal, com Vítor São Bento na baliza, acompanhado na defensiva por Gilberto, Jaime Simões, Rafael Vieira e Henrique Gomes, com o meio campo ocupado por Rodrigues, Caio Quiroga e Makouta, ficando o ataque entregue a Adriano Castanheira, Rick Sena e Deivison. Os encarnados entraram com grande eficácia no jogo, festejando dois tentos logo no quarto de hora inicial: aos 7 minutos, uma má intervenção de Henrique colocou a bola em Alex Pinto, que fez o passe para o remate certeiro do brasileiro Daniel dos Anjos; e aos 15 minutos, novamente Alex Pinto na jogada, agora a cruzar da direita para Benny atirar para o fundo das redes serranas, com a redonda a sofrer um desvio na defensiva visitante. Os comandados de Filó tentaram contrariar a tendência da partida e os lances perigosos começaram a rondar a baliza benfiquista, embora o conjunto local também não perdesse o foco na dilatação da vantagem. Um dos grandes momentos da primeira parte aconteceu aos 35 minutos, quando Makouta apontou um livre directo para defesa espectacular do guardião Zlotin. No entanto, aos 40 minutos, o Covilhã conseguiu mesmo reduzir a diferença por intermédio de Adriano, que assinou um belo golo após uma jogada de insistência dos covilhanenses. Ainda antes do tempo de descanso, quer o SL Benfica B, quer os serranos, estiveram perto de festejar por Willock e Jaime, respectivamente. Ao intervalo: 2-1.

Na etapa complementar, as intenções forasteiras em alcançar um resultado positivo sofreram forte contrariedade com mais um golo do emblema lisboeta, visto que aos 47 minutos, após um canto na direita, Florentino encostou com êxito em plena área adversária. Com a desvantagem outra vez em duas bolas, o Covilhã sentiu mais dificuldades de reacção, sendo mesmo os locais a protagonizarem dois lances em que o "placard" esteve quase a ser alterado. Foi necessário aguardar pelo minuto 73 para os serranos criarem problemas sérios aos benfiquistas, num lance em que Deivison atirou para defesa do russo Zlobin. O golo que poderia animar as hostes forasteiras apenas aconteceu aos 90+3 minutos, numa infracção manual de um defensor local após um remate de Paulico, com o árbitro João Pinho a assinalar prontamente o pontapé de penálti, que Deivison aproveitou para fixar o resultado em 3-2. O jogo terminou quase de imediato, com o Sporting da Covilhã a não escapar a mais uma derrota, desejando-se que o cenário possa ser invertido já no próximo domingo, quando tiver lugar a recepção à Oliveirense no Estádio José Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20182019/ledmanligapro/7/2

Actualizado em Sábado, 27 Outubro 2018 23:29
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1530849