SC Covilhã 1 Vitória FC Setúbal 1
Sábado, 05 Outubro 2019 00:00

Rodrigo António pressiona o meio campo vitoriano

O Sporting Clube da Covilhã empatou a uma bola com o Vitória Futebol Clube de Setúbal, em jogo a contar para a 1ª jornada do Grupo B da Taça da Liga, com o ponto serrano a ser garantido aos 90+2 minutos através de um cabeceamento de Silva, provocando visíveis festejos no muito público presente no Estádio José Santos Pinto.

O onze serrano apresentou-se em campo com Carlos Henriques na baliza, acompanhado na defensiva por Tiago Moreira, Brendon, Zarabi e Daniel Martins, estando o meio campo entregue a Rodrigo António, Adriano Castanheira, Mica e Jean Batista, ficando a frente de ataque sob a responsabilidade de Kukula e Bonani. A primeira parte não foi muito emocionante, embora apresentando uma formação local a actuar mais tempo no meio campo contrário e conseguindo um lance perigoso aos 18 minutos, quando um cabeceamento cruzado de Kukula passou perto da baliza vitoriana. Aos 32 minutos ainda se gritou golo no estádio serrano, só que o remate certeiro de Adriano já estava anulado pela arbitragem chefiada por Gustavo Correia devido a fora de jogo do extremo covilhanense. Quem festejou a sério foram os cerca de 200 adeptos setubalenses aos 35 minutos, visto que o cruzamento de Hildeberto foi desviado para a própria baliza por Tiago Moreira, que procurava evitar o toque triunfal de Hachadi. Os comandados de Ricardo Soares tentaram reagir à desvantagem no marcador, mas somente um remate de Jean Batista aos 45 minutos causou alguma esperança no empate, contudo, esbarrou na defensiva visitante. Ao intervalo: 0-1.

Kukula remata à baliza sadina

O segundo tempo foi um pouco mais movimentado, com o Vitória a ameaçar aumentar a contagem aos 54 minutos, no entanto, o argentino Mansilla atirou ao lado diante do guardião Carlos Henriques. Os serranos revelavam maiores dificuldades em assumir o jogo e os forasteiros estavam mais rematadores, contudo o guarda-redes local apresentou segurança a travar as bolas setubalenses. Já o Covilhã, foi aproveitando os livres laterais apontados por Daniel Martins para incomodar a defensiva adversária, merecendo destaque o cabeceamento de Kukula aos 78 minutos, em que a redonda ficou perto de entrar nas redes de Makaridze. No minuto seguinte foi o Vitória que perturbou a defesa serrana, com Carlos Henriques a anular o contra ataque em que Ghilas queria ser protagonista. Até que num derradeiro esforço covilhanense, o empate apareceu como prémio para quem tanto trabalhou, pois aos 90+2 minutos, Daniel Martins cruzou da esquerda para Silva cabecear com êxito para o 1-1. Com este resultado, as quatro equipas do Grupo B somam um ponto, com o Sporting da Covilhã a receber na próxima jornada da competição o SL Benfica.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: https://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20192020/allianzcup/3/4

Actualizado em Segunda, 07 Outubro 2019 09:12
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1836256