SC Covilhã 0 FC Penafiel 0
Sábado, 02 Novembro 2019 00:00

Kukula inicia mais uma ofensiva serrana

Apesar do muito esforço dos seus jogadores, o Sporting Clube da Covilhã não conseguiu desfazer o nulo diante do Futebol Clube de Penafiel, naquele que foi o primeiro empate do emblema serrano na LigaPro 2019/2020.

A equipa covilhanense apresentou-se em campo com Carlos Henriques na baliza, acompanhado na defensiva por Tiago Moreira, Brendon, Zarabi e Daniel Martins, estando o meio campo entregue a Rodrigues, Adriano Castanheira, Gilberto e Jean Batista, ficando a frente de ataque sob a responsabilidade de Silva e Kukula. Muito forte a entrada serrana na partida, visto que logo no minuto inaugural, um remate surpresa de Tiago Moreira obrigou o guardião Luís Ribeiro uma boa defesa para canto, na sequência do qual a bola sobrou para Kukula, que atirou à rede lateral exterior. Este começo tão perigoso não teve continuidade, pois, os locais dominaram e dominaram, mas sem encontrarem espaço na organizada defensiva nortenha, sendo necessário aguardar pelo minuto 33 para o público covilhanense vibrar com um lance com maior emoção, resultante do remate de Adriano para Luís Ribeiro afastar da sua baliza. O estatuto actual do conjunto serrano no campeonato implica equipas mais fechadas no Estádio Santos Pinto, com o Penafiel a sair para o ataque só pela certa, algo que raramente aconteceu durante a primeira parte. Aos 42 minutos verificou-se uma jogada caricata, em que o defesa central João Paulo atrasou a redonda a Luís Ribeiro com uma rota que obrigou o guarda-redes a correr para evitar os festejos locais.

Defensiva penafidelense anula um cruzamento covilhanense

Na etapa complementar, os pupilos de Ricardo Soares voltaram a entrar bem no jogo, porém sem concretizarem em golo as duas oportunidades criadas: aos 47 minutos, Kukula chegou ligeiramente atrasado ao passe de Silva da direita; e aos 53 minutos, Adriano cruzou para Kukula protagonizar um momento confuso diante das redes penafidelenses. Aos 61 minutos, os comandados de Miguel Leal perturbaram finalmente o descanso matinal de Carlos Henriques, que foi chamado a afastar um cruzamento perigoso de Coronas na direita. Os visitantes arriscaram um pouco mais e aos 67 minutos somente uma excelente acção de Zarabi impediu Ronaldo Tavares de alegrar a manhã dos adeptos nortenhos. Passada esta fase, os covilhanenses regressaram ao controlo da partida e intensificaram a busca do golo da vitória, com Kukula a dar novo sinal aos 78 minutos através de um cabeceamento por alto. Os três pontos só não ficaram em terras serranas devido à defesa espectacular de Luís Ribeiro aos 89 minutos, visto que a cabeçada de Rodrigo António, a cruzamento de Daniel Martins, tinha como destino as redes forasteiras. Volvidos alguns minutos, o árbitro Nuno Almeida encerrou a partida e selou o 0-0 como resultado final, com o Sporting da Covilhã a voltar a jogar no próximo domingo, em que terá pela frente uma deslocação à Madeira para o encontro com o Nacional.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo: https://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20192020/ligapro/9/2

Actualizado em Terça, 05 Novembro 2019 09:53
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1867671