CD Nacional 1 SC Covilhã 0
Domingo, 10 Novembro 2019 00:00

O Sporting Clube da Covilhã sofreu a sua segunda derrota na LigaPro nesta deslocação à ilha da Madeira, onde um autogolo serrano proporcionou ao Clube Desportivo Nacional a conquista dos três pontos, apesar do empenho dos jogadores comandados por Ricardo Soares ter justificado um resultado diferente.

A primeira parte foi dominada pela equipa nacionalista, que teve a iniciativa de jogo e construiu alguns lances mais problemáticos para a defensiva adversária, com destaque para o minuto 11, em que Witi atirou por cima após um canto bem trabalhado, e para o minuto 18, em que Alhassan cabeceou ao lado em posição favorável para ter êxito. Contudo, a melhor ocasião para o marcador ser inaugurado nesta fase da partida pertenceu ao conjunto covilhanense aos 25 minutos, quando o livre directo apontado por Bonani levou a bola ao poste da baliza local. E quando o ascendente dos madeirenses já era menos notório, eis que surgiu o único golo do encontro aos 36 minutos, com o moçambicano Witi a cruzar da esquerda para uma acção infeliz de Zarabi e Daniel Martins colocar a redonda dentro das redes forasteiras. Até ao tempo de descanso, os covilhanenses não apresentaram argumentos ofensivos capazes de questionar a vantagem madeirense no "placard". Ao intervalo: 1-0.

Na etapa complementar, o onze serrano revelou-se mais forte e aos 57 minutos esteve perto do empate, com Adriano a rematar contra a "muralha" defensiva madeirense, num lance marcado pela polémica, porque pareceu que a bola foi desviada pela mão de um jogador local, no entanto, o árbitro Hélder Malheiro não viu motivo para assinalar pontapé de penálti. O Covilhã estava por cima na partida, mas o Nacional permanecia atento ao contra ataque, como aconteceu aos 73 minutos, em que o guardião Carlos Henriques realizou uma saída eficaz aos pés de Riascos. Volvidos alguns instantes, o Estádio da Madeira assistiu a uma sequência de três lances em que o empate esteve quase a ser uma realidade: aos 74 minutos, um remate rasteiro de Bonani obrigou Daniel Guimarães a uma boa defesa para canto; no minuto seguinte, Zarabi atirou cruzado para ninguém desviar com sucesso em plena pequena área; e aos 78 minutos, uma arrancada de Deivison proporcionou a Bonani um remate à parte superior da barra da baliza anfitriã. Os serranos continuaram a atacar até final do jogo, mas o resultado não teve alteração e ficou mesmo em 1-0, numa derrota que faz o nosso clube cair para o 5º lugar da classificação, seguindo-se nova deslocação no próximo domingo, agora ao terreno do Mafra.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20192020/ligapro/10/2

Actualizado em Segunda, 11 Novembro 2019 09:50
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1897769