Casa Pia AC 1 SC Covilhã 4
Domingo, 05 Janeiro 2020 00:00

Pela primeira vez na história do futebol português, Sporting Clube da Covilhã e Casa Pia Atlético Clube disputaram um jogo oficial, que será de boa memória para o nosso clube, visto que venceu por 1-4 no histórico Estádio Pina Manique, em Lisboa, e subiu ao 6º lugar da LigaPro.

O emblema serrano apresentou-se em campo com Carlos Henriques na baliza, acompanhado na defensiva por Tiago Moreira, Brendon, Zarabi e Agostinho Soares, estando o meio campo entregue a Filipe Cardoso, Bonani, Gilberto e Jean Batista, ficando Mica no apoio directo ao avançado Kukula. Os lisboetas estiveram melhor na fase inicial da partida, com Wilson Kenidy a causar algumas dificuldades aos defensores visitantes, sendo o autor de dois remates às malhas exteriores da baliza defendida por Carlos Henriques. No entanto, o cenário começou a mudar aos 18 minutos, quando Bonani assinou um remate cruzado que levou a bola ao poste da baliza de Van der Laan e demonstrou que o Covilhã estava em campo para vencer. E aos 27 minutos, os serranos abriram mesmo o marcador por intermédio de Kukula, que fugiu aos defensores do Casa Pia após um livre de Bonani e provocou a primeira explosão de alegria dos mais de cem adeptos forasteiros presentes no Pina Manique. Os comandados de Daúto Faquirá não abrandaram o ritmo e aumentaram a diferença aos 34 minutos por Mica, que concluiu com classe um bom passe de Gilberto. Ainda antes do tempo de descanso, só a intervenção de um jogador local impediu o sucesso do contra ataque conduzido por Jean Batista. Ao intervalo: 0-2.

Para a segunda parte, o Covilhã voltou com a mesma dinâmica e alcançou o terceiro golo logo aos 47 minutos por Kukula, que bisou através de uma boa jogada finalizada com um remate fora do controlo de Van der Laan. Apesar da clara superioridade do onze serrano, o encontro não perdeu interesse, pois, o Casa Pia esforçou-se por reduzir a desvantagem e os covilhanenses não perderam o foco nas redes adversárias, o que foi bom para o jogo não adormecer. Aos 78 minutos, o emblema lisboeta conseguiu o seu único tento na partida por Jorge Ribeiro, que converteu com êxito um pontapé de penálti assinalado pelo árbitro Dinis Gorjão, ao considerar faltosa a intervenção de Zarabi sobre Tharcysio. Contudo, aos 82 minutos, foram os serranos que fixaram o resultado em 1-4 por Mica, que também bisou com grande técnica após uma acção com Tiago Moreira. Aos 90+3 minutos, os casapianos ficaram reduzidos a dez unidades por expulsão de Caio Marcelo, que derrubou o isolado Deivison. Com este triunfo, o Sporting da Covilhã colocou ponto final na série de sete jogos consecutivos sem vencer na Segunda Liga, recebendo no próximo sábado o Estoril Praia no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20192020/ligapro/15/8

Actualizado em Domingo, 05 Janeiro 2020 21:58
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1942645