SC Covilhã 1 CD Cova da Piedade 3
Sábado, 19 Setembro 2020 00:00

Léo Cá arranca para o meio campo adversário

Início desastroso do Sporting Clube da Covilhã neste campeonato, visto que somou a segunda derrota em dois jogos, porque nesta jornada foi derrotado pelo Clube Desportivo da Cova da Piedade em pleno Estádio Santos Pinto por 1-3, numa partida em que não conseguiu concretizar em golo duas grandes peanlidades a seu favor.

Este encontro foi disputado com vivacidade, com o primeiro momento de verdadeiro perigo a surgir aos 13 minutos, quando Miguel Rosa atirou para uma boa intervenção de Bruno Bolas. A resposta serrana foi através da maior das perigosidades, pois, aos 22 minutos, uma acção manual de Simão Júnior, após um livre de Tiago Morgado, obrigou o árbitro João Gonçalves a assinalar um castigo máximo, que Gleison marcou para uma defesa de Cléber Santana para o poste. Quem esteve certeiro do outro lado do campo foi João Vieira, que assinou dois golos em breves instantes: aos 31 minutos, cabeceou certeiro na sequência de um cruzamento de João Amorim na direita; e aos 37 minutos, novamente de cabeça, deu o correcto seguimento à bola cruzada por Wilson Kenidy, colocando assim o marcador no 0-2 para tempo de intervalo.

A segunda parte começou praticamente com mais uma grande penalidade favorável aos serranos, visto que aos 48 minutos, Gleison foi derrubado por Kakuba na área piedense, porém, na conversão, Enoh atirou para mais uma defesa do guardião Cléber Santana. Volvidos alguns momentos, Abdoulaye Daffé cabeceou a redonda para as redes visitantes, no entanto, o lance foi anulado pela arbitragem por suposto fora de jogo do avançado senegalês. Quase de imediato, o Cova da Piedade dilatou ainda mais a vantagem por intermédio de Miguel Rosa, que aos 52 minutos cabeceou com êxito um cruzamento de Hugo Machado. Mesmo com três bolas de diferença, os covilhanenses esforçaram-se por minimizar os estragos, mas a falta de pontaria e as defesas de Cléber Santana foram adiando o golo local, que apenas surgiu aos 76 minutos e através do defensor forasteiro Bruno Bernardo, que desviou para a própria baliza um cruzamento de Enoh. Os comandados de Daúto Faquirá ganharam algum ânimo, contudo, foi pouco duradouro, porque aos 85 minutos, Enoh foi expulso por acumulação de cartões amarelos e complicou uma possível recuperação serrana, ficando o resultado final em 1-3, quebrando desta forma um histórico negativo dos piedenses em terras covilhanenses, visto que foi a primeira vez que festejaram golos nesta deslocação. Este desaire deixa o Sporting da Covilhã no fundo da classificação, seguindo-se uma viagem até ao terreno do FC Vizela já na terça-feira.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20202021/ligapro/2/7

Actualizado em Sábado, 19 Setembro 2020 21:06
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2157881