Caldas SC 1 SC Covilhã 1 (4-5 g.p.)
Sábado, 10 Outubro 2020 00:00

Passados treze anos, o Sporting Clube da Covilhã voltou a visitar o Caldas Sport Clube, desta vez para disputar a 2ª eliminatória da Taça de Portugal, num jogo que terminou empatado a uma bola após prolongamento, mas que sorriu às cores serranas no desempate por pontapés da marca de grande penalidade por 4-5.

O onze local, que milita na Série F do Campeonato de Portugal, entrou na partida de forma bastante perigosa, pois, atirou uma bola à trave visitante logo nos segundos iniciais, no entanto, foi preciso aguardar pelo minuto 34 para surgir o golo inaugural, com Ricardo Isabelinha a colocar com êxito a bola por cima do guardião Bruno Bolas, adiantando assim o Caldas no marcador, num resultado que permaneceu até ao tempo de descanso.

A reacção covilhanense foi mais convincente no regresso do intervalo, com o empate a ser uma realidade aos 50 minutos, em que Jean Felipe cobrou um livre para a cabeça de Jaime Simões, que o guarda-redes Luís Paulo defendeu, mas a redonda sobrou para a recarga triunfal do defesa central serrano. A segunda parte estava movimentada e não faltaram oportunidades para desfazer a igualdade, com destaque para as seguintes ameaças: aos 64 minutos, Gleison atirou ao lado diante de Luís Paulo; aos 79 minutos, Bruno Bolas efectuou uma excelente defesa para impedir os festejos de André Perre; e aos 84 minutos, a passe de Gleison, Enoh falhou incrivelmente a baliza anfitriã.

O apito final do árbitro Gustavo Correia levou as equipas para prolongamento, no qual a grande ocasião para resolver a eliminatória pertenceu ao Caldas aos 112 minutos, quando o cabeceamento de João Rodrigues passou muito perto das redes forasteiras. Com o 1-1 a manter-se no "placard" do Campo da Mata, tornou-se necessário o desempate nas grandes penalidades, em que os comandados de Capucho converteram todas em golo por Jaime, Gleison, Daffé, André Almeida e João Cardoso, enquanto os locais tiveram sucesso por Leandro Borges, João Rodrigues, André Santos e Thomas Militão, mas viram Bruno Bolas defender o remate de Marcos, originando um desfecho de 4-5. No próximo fim de semana regressa a 2ª Liga, com o Sporting da Covilhã a receber o Vilafranquense no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Actualizado em Sábado, 10 Outubro 2020 17:21
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2157888