UD Vilafranquense 2 SC Covilhã 2
Segunda, 08 Março 2021 00:00

O Sporting Clube da Covilhã alcançou no terreno da União Desportiva Vilafranquense um empate muito saboroso a duas bolas, tendo em conta que jogou em inferioridade numérica desde dos 55 minutos, o que não foi impeditivo de chegar ao golo da igualdade aos 90+5 minutos por intermédio de Léo Cá, que provocou assim o delírio nas hostes serranas.

Foi uma partida movimentada desde do apito inicial do árbitro Gustavo Correira, em que a formação ribatejana abriu o marcador aos 9 minutos através de Kady Borges, que efectuou um remate certeiro já dentro da área adversária. Aos 11 minutos, os covilhanenses tiveram uma soberana oportunidade para igualar o resultado, pois, Deivison foi derrubado na área local e o árbitro assinalou o respectivo pontapé de penálti, porém, na conversão, Gilberto atirou para defesa do guarda-redes Tiago Martins. No entanto, o empate não demorou a ser mesmo uma realidade, porque aos 15 minutos, Gleison ganhou posição diante da baliza opositora e rematou fora do alcance de Tiago Martins, com a bola a sofrer ainda um desvio num adversário. O jogo tornou-se mais calmo com o progredir do relógio e o 1-1 seguiu para o tempo de descanso.

Na segunda parte, os pupilos de Bizarro quiseram assumir o controlo da partida, mas sofreram uma contrariedade aos 55 minutos, quando o árbitro entendeu que a reacção de Bernardo Martins para um opositor era merecedora de cartão vermelho, o que deixou a equipa serrana reduzida a dez unidades para o resto do encontro. Como seria de esperar, o onze ribatejano tentou aproveitar esse facto e empurrou os visitantes para a sua zona recuada, com o guardião Léo Navacchio a ter saliência na manutenção do empate. Contudo, aos 76 minutos, o guardião brasileiro não esteve tão bem e permitiu o sucesso do remate de André Claro, que desta forma colocou o Vilafranquense na dianteira do "placard". Pouco depois, Léo Navacchio voltou a estar em destaque, mas agora novamente pela positiva, ao realizar uma grande intervenção que impossibilitou a formação local de aumentar a contagem, permanecendo assim alguma incerteza para os instantes finais. E foi já a caminho dos 90+5 minutos que o esforço serrano recebeu um ponto como prémio, visto que um desvio de cabeça de Enoh isolou Léo Cá perante Tiago Martins e o extremo assinou o 2-2 como desfecho do jogo, levando uma alegria imensa a todos os adeptos covilhanenses. O nosso clube volta a jogar já na quinta-feira, quando receber o FC Penafiel no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20202021/ligaportugalsabseg/23/9

Actualizado em Segunda, 08 Março 2021 21:01
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2584583