CD Tondela 1 SC Covilhã 1
Sexta, 19 Agosto 2022 00:00

O Sporting Clube da Covilhã continua a somar pontos como visitante nesta edição da Segunda Liga, visto que nesta jornada conquistou um empate a uma bola no Estádio Municipal de Aveiro, que momentaneamente recebe os jogos caseiros do Clube Desportivo de Tondela, um dos emblemas recentemente despromovidos da Primeira Liga, finalista vencido da última Taça de Portugal e que disputou a Supertaça Cândido de Oliveira.

Esta partida teve um período inicial muito jogado a meio campo, em que a bola raramente se aproximou com algum perigo de ambas as balizas, mas tudo mudou a partir dos 24 minutos, altura em que a formação covilhanense abriu o marcador através de um cabeceamento de Seydine N'Diaye, após um cruzamento de Tiago Moreira na direita, com a redonda a vir da barra para as costas do guardião Niasse e entrar nas redes locais para alegria dos adeptos serranos. Os comandados de Leonel Pontes galvanizaram-se com o golo obtido e estiveram perto de aumentar a contagem numa acção de Felipe Dini em cima da meia hora. O Tondela revelava-se pouco incisivo e apenas merece destaque um lance ocorrido aos 38 minutos, quando Daniel dos Anjos rematou de longe para uma boa defesa do guarda-redes Bruno Bolas, que assim segurou a vantagem forasteira para o intervalo.

Na segunda parte, o emblema da Beira Alta entrou muito forte no encontro e ameaçou a igualdade em dose dupla: aos 46 minutos, Rúben Fonseca chegou ligeiramente atrasado ao perigoso cruzamento de Tiago Almeida; e aos 51 minutos, Bebeto atirou para uma intervenção espectacular de Bruno Bolas. A equipa visitada continuava em bom ritmo, mas os serranos foram-se defendendo com eficácia e adiando as intenções adversárias, com mais um grande momento de Bruno Bolas aos 74 minutos, agora a travar a iniciativa de Tiago Almeida. No entanto, aos 78 minutos, surgiu mesmo o tão procurado golo do Tondela por intermédio de Rúben Fonseca, que assinou um belo remate após um cruzamento de Lacava na esquerda. O onze treinado por Tozé Marreco partiu então em busca do triunfo, com o jovem Cuba a ser o protagonista de dois lances em que esse objectivo quase foi alcançado: aos 86 minutos, o n.º 17 falhou o remate em posição óptima para ter sucesso; e aos 90+2 minutos, a bola atirada por Cuba foi devolvida pela barra da baliza covilhanense. Volvidos alguns minutos, o árbitro Pedro Ramalho apitou pela última vez e o 1-1 ficou como resultado final, com o Sporting da Covilhã a somar quatro pontos ao fim de três jornadas, seguindo-se a recepção ao FC Penafiel no próximo sábado.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20222023/ligaportugalsabseg/3/8

Actualizado em Sexta, 19 Agosto 2022 20:03
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2847505