João Pereira
Avaliação: / 2
FracoBom 

O nosso blogue continua a entrevistar nomes importantes da vida do Sporting Clube da Covilhã e desta vez foi João Pereira que acedeu a responder a algumas questões, ele que marcou notável presença na zona central da defensiva serrana durante a década de Oitenta. O covilhanense João Pereira foi capitão de equipa na subida à 1ª divisão em 1984/1985, numa época em que o SC Covilhã também chegou às meias finais da Taça de Portugal, sendo apenas derrotado pelo SL Benfica no Estádio da Luz. Pereira envergou a camisola de outros clubes, como FC Porto, União de Coimbra, Penafiel ou União de Tomar, prosseguindo depois a carreira de treinador, uma actividade que mantém actualmente.


 


1- Jogou no futebol de formação do Sporting da Covilhã, mas depois transferiu-se para as camadas jovens do FC Porto, no entanto regressaria mais tarde ao SC Covilhã, como é que aconteceu esse regresso?
De uma forma natural, houve um convite, que muito me sensibilizou, e aceitei de imediato. Era um projecto de subida, era o meu clube, portanto só houve uma possibilidade, que foi aceitar, e em boa hora o aceitei.

2 - Quais os principais momentos que passou no nosso clube?
Claro que a subida á 1ª divisão, passados 23 anos, foi sem sombra de dúvida um dos momentos marcantes na minha vida desportiva. Não posso esquecer as meias-finais da taça de portugal no estádio da luz, onde fizemos um grande jogo, e dificulta-mos ao máximo a vida ao grande benfica. Lembro-me de fazer o penálti sobre o Vando, aos 72 minutos, mas já não podia mais, o falecimento do meu pai 4 dias antes, deixou-me de rastos, mas mesmo assim fiz questão de jogar, pois achei que seria uma forma de o homenagear, por ele ter sido um Grande Pai, que sempre me encheu de orgulho.

3 – O jogo com o Estrela de Portalegre marcou o regresso do Sp. Covilhã a 1º Divisão 23 anos depois, o que sentiu o Capitão João Pereira?
Foi um momento extradionário ( era concretizar um sonho de criança ), foi um dia muito feliz, ver aquele mar de gente nas ruas da Covilhã, havia alegria em todos aqueles serranos, que, como ainda hoje, amam o seu clube. Aquele trajecto de Portalegre até á Covilhã, foi inesquecível, foram precisos 23 anos para voltar ao principal campeonato, mas conseguimo-lo, e fizemos história, e eu um covilhanense de sete costados, fazia parte integrante dessa bela história, foi um orgulho enorme capitanear aquela equipa, e ainda hoje me comovo, quando vejo aquelas imagens, foi fantástico.


4 – A falta de infraestruturas e a necessidade do arrelvamento do estádio Santos Pinto prejudicaram a má campanha no Campeonato da 1º Divisão?
O clube não se preparou convenientemente, nem atempadamente, para os tempos que viriam a seguir. Claro que as dificuldades foram enormes, era um problema treinar, era um problema jogar sempre fora, longe do calor dos nossos ferverosos adeptos, houve dificuldades que fomos superando, e não me esqueço que há sexta jornada a equipa se encontrava bem posicionada, aliás ganhámos em vidal pinheiro ao Salgueiros, o que naquele tempo, não era brincadeira. Mas apesar de todas essas dificuldades, creio, (e é uma opinião muito pessoal), que o Covilhã desceu nesse ano, devido ao problema que foi criado ( controle positivo ) de 3 jogadores, todos eles inocentes, ( Pereira - Quim Brito - Niromar ) mas que tiveram de cumprir castigo de 6 meses, o que originou grande desilusão em toda a equipa, e originou que a equipa nunca mais se encontrasse.

5 – Por várias vezes se tem falado em João Pereira para treinador do Sp. Covilhã, o que tem falhado?
Nunca escondi que terei grande orgulho em treinar o S:C:Covilhã, mas para que isso possa acontecer, terei que ser convidado, e até ao momento as escolhas tem sido outras, o que entendo perfeitamente. Se algúm dia esse convite aparecer, de certeza que o vou aceitar.

6 - Acompanha actualmente o SC Covilhã?
Acompanho tudo o que diga respeito ao clube. Sou um adepto incondicional da nossa equipa. Sempre!


7 - Que gostaria de referir que não foi mencionado anteriormente?
Gostaria de vos agradecer terem-se lembrado de mim, e dizer-vos que admiro muito, todo o trabalho histórico que têem feito, em prol do Clube, e que muito vos dignifica

 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1502509