SC Covilhã 0 CD Aves 2
Sábado, 05 Novembro 2011 00:00

Fofana perante a oposição de André Geraldes 

Depois de três jornadas a somar pontos na Liga Orangina, o Sporting Clube da Covilhã voltou a sentir o amargo sabor da derrota na recepção ao Clube Desportivo das Aves, que através de dois golos apontados por Pires levou o triunfo para terras nortenhas.

Os serranos apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Nuno Santos na baliza e um sector defensivo constituído por Zezinho, Gégé, Ricardo Rocha e Joel, ficando Gabi e Milton em funções mais recuadas do meio campo, com Wang Gang, Dani Matos e Fofana a actuarem mais perto do ponta de lança Dominic. A partida não teve um início muito movimentado, sendo necessário esperar pelo minuto 10 para assistir-se a um lance digno de relevância, neste caso um livre apontado por Dani Matos proporcionou o cabeceamento de Ricardo Rocha por cima. O Aves respondeu aos 15 minutos, quando Nelson Pedroso cruzou para Pires atirar um pouco por alto em plena área covilhanense. Pensou-se que o jogo entraria numa fase entusiasmante, mas foi puro engano, visto que as equipas estavam demasiado encaixadas uma na outra, o que impossibilitou qualquer acção de perigo durante largo tempo. A monotonia instalada apenas foi quebrada aos 44 minutos, quando o árbitro Rui Silva considerou que Nuno Santos derrubou João Pedro na área local, assinalando uma grande penalidade muito contestada pelos serranos, mas que Pires aproveitou para colocar os visitantes na frente do marcador. Ao intervalo: 0-1.

A perseguição de Fofana a Nelson Pedroso

Para a segunda parte, o técnico Tulipa tentou dar outra dinâmica ao meio campo ao fazer entrar Filipe Fernandes, porém, a equipa revelou-se nervosa e efectuou inúmeros passes tortos, ainda por cima viu o Desportivo das Aves aumentar a diferença aos 51 minutos, numa jogada finalizada por Pires após cruzamento de Vasco Matos. O Covilhã sentiu bastante este novo golo e ficou sem soluções para alterar o rumo dos acontecimentos, só voltando a animar com a expulsão de Tito aos 69 minutos por acumulação de amarelos, até porque na jogada seguinte, Joel cruzou para Wang Gang acertar na barra, sobrando a bola para a recarga de Fofana, que somente não deu golo devido à esforçada defesa do guardião Marafona. Desperdiçada esta ocasião, os visitantes controlaram a partida mesmo em inferioridade numérica, o que nem foi muito complicado, visto que os serranos nunca demonstraram a objectividade de que precisavam. Como tal, o resultado não sofreu mais alterações e o Desportivo das Aves venceu mesmo por 0-2, interrompendo assim a série positiva dos serranos, que deslocam-se na próxima jornada ao terreno da Oliveirense.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo:

http://www.lpfp.pt/liga_orangina/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=9&jogo=7156

Actualizado em Segunda, 07 Novembro 2011 10:27
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2118762