SC Covilhã 0 UD Oliveirense 1
Domingo, 01 Abril 2012 00:00

Filipe Fernandes perante a pressão adversária

O Sporting Clube da Covilhã deu nesta jornada um forte passo atrás nas suas aspirações de manutenção, visto que a derrota caseira, pela margem mínima com a União Desportiva Oliveirense, empurrou o emblema serrano para o último lugar da Liga Orangina, quando faltam disputar cinco rondas.

Os locais apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Igor Araújo na baliza, acompanhado na defensiva por Dani Coelho, Gégé, Ricardo Rocha e Joel, tendo à sua frente Filipe Fernandes e Gabi, libertando Jorge Chula, Pimenta e Fofana para o apoio ao ponta de lança Pedro Ribeiro. O jogo até nem começou mal para a formação de Tulipa, pois, logo no minuto inaugural, Pimenta rematou por alto em plena área, como que a querer colocar o adversário em sentido, porém, os visitantes não se amedrontaram e responderam com perigo aos 10 minutos, em que somente uma saída atenta de Igor Araújo impediu a felicidade de Clemente. O início tão prometedor não teve a devida sequência, com a partida a caminhar para uma fase muito monótona, algo normal quando a bola raramente sai da zona intermediária. A sonolência instalada apenas foi quebrada aos 34 minutos e logo com um golo da Oliveirense, com Rui Lima a atirar rasteiro para o fundo das redes serranas, festejando assim o único tento do encontro. O Covilhã não esboçou qualquer reação digna desse nome, por isso, a vantagem adversária nem foi colocada em causa até ao tempo de descanso. Ao intervalo: 0-1.

Pedro Ribeiro e Diego em luta nas alturas

Para a segunda parte, Tulipa fez entrar Dani Matos para terrenos ofensivos, mas o certo é que o Covilhã continuou sem ideias para ultrapassar a defensiva opositora, numa tendência que se verificou mesmo após a chamada de Dominic para alargar a frente de ataque. A Oliveirense foi segurando o resultado favorável sem grandes problemas, apesar dos locais recorrerem a diversas soluções, como foi a entrada de André Sousa para organizar jogo a meio campo. Os covilhanenses tiveram o mérito de não baixarem os braços e quase que eram premiados nos instantes finais, curiosamente, após a chegada da trovoada, porque nessa altura tiveram dois lances em que o empate pairou no ar, mas as intervenções do guardião Bruno Vale não permitiram que os três pontos fugissem da contabilidade visitante, com a partida a terminar com o desfecho de 0-1. O Covilhã somou assim a segunda derrota consecutiva, descendo à última posição da tabela classificativa, com dois pontos de atraso em relação ao lugar que garante a manutenção, por isso, apenas uma vitória no terreno do Freamunde na próxima jornada poderá fazer com que as contas fiquem um pouco mais sorridentes para as cores serranas.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/liga_orangina/pages/jogo.aspx?epoca=20112012&jornada=25&jogo=7169

Resumo: José Cavaca - Provideo

 

Actualizado em Segunda, 02 Abril 2012 11:09
 
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1862599