Celestino Cabrita
Avaliação: / 1
FracoBom 

 

Este mês, o site HistóriaSCC entrevistou Celestino Cabrita, que chegou ao Sporting da Covilhã em 1971/1972, proveniente do SC Lamego, contribuindo nessa época para a manutenção dos serranos na 2ª Divisão Nacional, num objectivo alcançado com o triunfo no Torneio de Competência. Na temporada seguinte, Celestino Cabrita transferiu-se para a União de Leiria, mas regressou ao emblema covilhanense em 1975/1976, numa época em que o nosso clube ficou em 12º lugar da Zona Norte, o que foi suficiente para conseguir a permanência no escalão secundário. Celestino Cabrita rumou depois ao Almada, mas as suas exibições na defensiva serrana deixaram recordações, tendo sido colega de equipa de jogadores como Fazenda, Coimbra, Óscar, Velho, só para citarmos alguns.

Celestino Cabrita trabalha actualmente no Recrutamento do Sporting CP

1 - Como é que ingressou no SC Covilhã?

Ingressei no Sporting Clube da Covilhã (SCC), por empréstimo do Sporting Clube Portugal (SCP), no meu segundo ano de sénior. Na altura, era costume o SCP emprestar jogadores às suas filiais.

2 - Quais os principais momentos que passou no SC Covilhã?

Passei grandes momentos na Covilhã e no SCC. Foram duas épocas muito marcantes na minha vida, mas os momentos principais foram, sem dúvida, o carinho e estima que me dedicaram as pessoas da Covilhã.

3 – Na sua primeira época (1971/1972) o SCC só consegue a manutenção na 2ª Divisão através de um torneio de competência. Foi uma época complicada?

Sim, de facto foi uma época muito difícil e algo atribulada. Havia indefinição nas provas oficiais da FPF, tal como agora, e tivemos que efectuar uma liguilha, de subida para a 2ª divisão, antes de começar o campeonato, o SCC tinha ficado na época anterior em 2º lugar na 3ª divisão. Ou seja, subimos a 2ª na chamada pré-época e no final do campeonato, através de outra liguilha, obtivemos a manutenção. Foram mais de 50 jogos numa época e julgo que foi a 1ª vez, talvez única, que houve duas liguilhas na mesma época.

Celestino Cabrita jogou no SC Covilhã na década de 70

4- No segundo ano que representou o SCC (1975/1976) quais as diferenças que veio encontrar em relação ao plantel do primeiro ano?

O plantel era constituído por maior quantidade de profissionais e de melhor qualidade. Estas eram as grandes diferenças.

5 - Acompanha atualmente o SC Covilhã?

Desde que saí da Covilhã e do SCC que me interesso e acompanho tudo relacionado com o clube, a cidade e as suas gentes. Sou mais um adepto desse grande clube e sempre que posso visito a Covilhã e muitos amigos que lá deixei.

6 - Qual a sua actividade no presente?

Actualmente, exerço funções no Departamento de Recrutamento do Sporting Clube de Portugal.

7 - Que gostaria de referir que não foi mencionado anteriormente?

Gostaria de deixar nesta breve entrevista, os meus agradecimentos a todos os covilhanenses e adeptos do SCC pelos momentos que vivi nessa linda cidade e nesse clube especial.

Festa de despedida de Coureles, que abraça Celestino Cabrita nesta foto

 

 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1532129