SC Covilhã 4 CD Cinfães 0
Domingo, 16 Setembro 2012 00:00

Filipe Fernandes tenta conquistar a bola a Gomes

No regresso ao histórico Estádio Municipal José Santos Pinto, o Sporting Clube da Covilhã brindou os seus adeptos com uma goleada por 4-0 sobre o Clube Desportivo de Cinfães, garantindo assim a passagem à próxima eliminatória da Taça de Portugal.

Os locais apresentaram-se em campo num esquema de 1x3x4x1x2, com Igor Araújo na baliza, estando à sua frente Edgar, Gaspar e Ricardo Rocha, ficando a zona intermediária entregue a Dani Matos, Gilberto, Filipe Fernandes e Paulo Grilo, com Tarcísio mais perto dos avançados João Rodrigues e Fabrício. O jogo não podia ter começado melhor para a formação serrana, que logo aos 3 minutos fez mexer o marcador por intermédio de João Rodrigues, desviando com êxito um cruzamento de Dani Matos na direita. Contudo, o Cinfães não ficou demasiado afectado com o tento sofrido, reagindo com um lance perigoso aos 12 minutos, em que uma boa intervenção de Igor Araújo impediu o sucesso do cabeceamento de Vítor Silva. O Covilhã percebeu que a partida ainda não estava resolvida, mas conseguindo caminhar nesse sentido ao aumentar a contagem aos 22 minutos, quando Fabrício foi derrubado na área visitante, originando uma grande penalidade que o próprio converteu no segundo golo local. O encontro entrou numa fase mais calma, apenas merecendo destaque mais uma defesa atenta de Igor Araújo aos 43 minutos, desta vez a remate do ex-covilhanense Gomes. Ao intervalo: 2-0.

Gui é travado em falta

O segundo tempo teve um início movimentado, visto que o Cinfães procurou reduzir a desvantagem, mas encontrando pela frente um Covilhã que ainda não estava satisfeito, por isso, surgiram algumas acções mais delicadas junto de ambas as balizas. Perante este cenário, foram os locais que dilataram a diferença aos 54 minutos, quando na sequência de um canto, Paulo Grilo cruzou para o desvio de cabeça de Edgar. O resultado final seria estabelecido aos 67 minutos pelo recém-entrado Moreira, que concluiu correctamente a jogada desenvolvida por João Rodrigues e Gilberto, fixando assim o desfecho em 4-0. Porém, os serranos ainda tiveram outras oportunidades de golo até final da partida, mas aí assumiu protagonismo o guardião Leo Pinheiro, ao defender as tentativas de João Rodrigues e Paulico. O Sporting da Covilhã alcançou desta forma o terceiro triunfo consecutivo sem consentir golos, sempre em competições diferentes, voltando aos jogos da Segunda Liga na próxima quarta-feira, com a deslocação ao terreno do Marítimo B.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Actualizado em Segunda, 17 Setembro 2012 11:46
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2118792