SC Covilhã 1 CF União da Madeira 3
Quarta, 28 Novembro 2012 00:00

O Sporting Clube da Covilhã continua a somar derrotas na Segunda Liga, consentindo a quarta consecutiva na recepção à formação madeirense do Clube Futebol União, que construiu após o intervalo um resultado confortável e que não sofre qualquer contestação.

Os serranos apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x4x2, com Jorge Baptista na baliza, estando à sua frente Tarcísio, Ricardo Rocha, Edgar e Samuel Araújo, ficando a zona intermediária entregue a Milton, Carlos Manuel, Paulo Grilo e Pimenta, jogando Fabrício e Moreira no ataque. O jogo começou com sinal mais para os visitantes, que em poucos minutos obrigaram o guardião Jorge Baptista a três intervenções atentas, mas a resposta covilhanense foi bem perigosa, visto que aos 13 minutos, na sequência de um canto e de alguma confusão, Fabrício atirou ao poste. No entanto, o União continuou a demonstrar superioridade, mas algo perdulário na finalização, como aconteceu aos 26 minutos, quando Kiko cabeceou por alto em plena área. Aos 33 minutos, os madeirenses ainda colocaram a bola nas redes locais, porém, Christian Irobiso estava em posição irregular, o que foi devidamente assinalado pela equipa de arbitragem liderada por Pedro Proença. Verificando as dificuldades da equipa, o técnico Fanã tentou dar mais consistência ao meio campo, colocando em campo Nené, que veio ajudar a uma fase de jogo mais equilibrada até ao tempo de descanso. Ao intervalo: 0-0.

Na segunda parte, o Covilhã surgiu mais dinâmico e com maior vocação rematadora, mas acabou por sofrer o tento inaugural aos 60 minutos, com Bruno a apontar um livre para o cabeceamento certeiro de Lucas. Os nervos apoderaram-se das hostes locais e o União não teve problemas em assinar mais dois golos e dilatar a vantagem para três bolas de diferença: aos 72 minutos, um mau passe local possibilitou a Silva colocar a bola em Hugo Morais, que foi eficaz diante de Jorge Baptista; e aos 78 minutos, Silva recargou com êxito uma boa defesa de Jorge Baptista a um livre directo. Com tudo mais do que decidido, restou à equipa local procurar atenuar o desaire, algo que aconteceu aos 90 minutos, já com Adriano Castanheira e Li Fang em campo, quando Pimenta apontou um livre para a cabeçada eficaz de Fabrício, que assim fixou o resultado em 1-3. Esta derrota faz com que o Sporting da Covilhã continue nos lugares de descida de divisão, voltando a jogar na próxima quarta-feira, agora no terreno do Belenenses.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo:

http://www.lpfp.pt/segunda_liga/pages/jogo.aspx?epoca=20122013&jornada=15&jogo=7881

Actualizado em Quarta, 28 Novembro 2012 19:14
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2142414