Naval 1º Maio 3 SC Covilhã 3
Sábado, 29 Dezembro 2012 00:00

Numa partida recheada de golos, empate a três bolas, o Sporting Clube da Covilhã conseguiu somar um ponto na deslocação ao terreno da Associação Naval 1º de Maio, com Dani Matos a apontar o tento da igualdade aos 90 minutos, já com a formação serrana reduzida a dez unidades por expulsão de Gui.

Este jogo teve um início movimentado, não sendo necessário esperar muito tempo para que o perigo surgisse junto de ambas as balizas, visto que logo aos 4 minutos, um remate de João Pedro passou muito próximo das redes serranas, respondendo o Covilhã aos 6 minutos, quando um cabeceamento de Pimenta obrigou Guilherme a uma intervenção atenta. A pouco e pouco, a Naval foi demonstrando uma ligeira superioridade, ameaçando inaugurar o marcador aos 9 minutos, novamente numa iniciativa de João Pedro, que Jorge Baptista defendeu com enorme classe. No entanto, foi neste período em que os locais dominavam que apareceu o golo serrano aos 16 minutos, num contra ataque rápido em que Fabrício ultrapassou o guardião adversário e colocou a bola no fundo das malhas. A reacção figueirense não se fez notar e até foram os visitantes que desperdiçaram uma oportunidade de aumentarem a contagem aos 31 minutos, quando o remate de Pimenta ficou a escassos centímetros do êxito. A Naval só voltou a criar um lance perigoso em cima dos 45 minutos, mas Jorge Baptista respondeu com uma bela defesa à acção de André Fontes. Ao intervalo: 0-1.

Para a segunda parte, os locais regressaram muito fortes e viraram o resultado a seu favor em poucos minutos, pois, aos 50 minutos, na sequência de um canto, João Martins assinou um excelente remate para a igualdade, e aos 60 minutos, em plena área, André Carvalhas não teve dificuldade em empurrar a bola para a baliza opositora, colocando a Naval na frente do marcador. O Covilhã procurou de imediato o empate, pertencendo a Fabrício o maior protagonismo, com destaque para o minuto 69, em que possibilitou uma grande defesa a Guilherme. Com os forasteiros em busca de um melhor desfecho, foram os locais que dilataram a vantagem para duas bolas de diferença aos 71 minutos, num tento rubricado por João Pedro. Contudo, os serranos não deram o jogo como encerrado e depois de uma ameaça de Tarcísio aos 76 minutos (mais uma boa intervenção de Guilherme), Dani Matos conseguiu reduzir a desvantagem aos 78 minutos, trazendo maior emoção para os derradeiros instantes. Os covilhanenses ainda viram a situação complicar-se aos 86 minutos, quando Gui viu o vermelho directo por falta dura sobre Vítor Alves, porém, nem a inferioridade numérica impediu os serranos de trazerem um ponto da Figueira da Foz, visto que aos 90 minutos, um livre directo magistralmente apontado por Dani Matos fixou o resultado em 3-3. Na próxima jornada, o Sporting da Covilhã recebe o Leixões, desejando-se que possa regressar aos triunfos, de modo a melhorar a sua situação classificativa.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo:

http://www.lpfp.pt/segunda_liga/pages/jogo.aspx?epoca=20122013&jornada=20&jogo=7991

Actualizado em Sábado, 29 Dezembro 2012 18:49
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2126615