UD Oliveirense 3 SC Covilhã 2
Sábado, 19 Janeiro 2013 00:00

Ainda não foi nesta jornada que o Sporting Clube da Covilhã alcançou a primeira vitória como visitante, embora tenha estado perto de tal objectivo no terreno da União Desportiva Oliveirense, visto que esteve em vantagem até aos 84 minutos, mas dois golos locais nos derradeiros instantes impediram os festejos dos comandados de Fanã.

Numa partida condicionada pelo tempo adverso, foram os serranos que entraram melhor no jogo, visto que logo aos 3 minutos, uma acção desenvolvida por Moreira ficou muito perto do sucesso. Porém, o encontrou caminhou depois para uma fase equilibrada, com muita luta na zona intermediária, embora apresentando uma Oliveirense mais rematadora, mas sem incomodar seriamente o guardião Jorge Baptista. O relógio avançava então tranquilamente, até que aos 33 minutos, e na sequência de uma falha de um defensor local, Fabrício conseguiu dar a melhor direcção ao lance e colocou os covilhanenses na frente do marcador. A reacção caseira não surgiu e foram mesmo os visitantes que causaram problemas ao guarda-redes João Pinho, que aos 37 minutos foi obrigado a uma boa intervenção para evitar o êxito de um cruzamento/remate de Nené. Ao intervalo: 0-1.

Na etapa complementar, a Oliveirense procurou alterar o rumo dos acontecimentos e alcançou o empate aos 56 minutos, quando Luís Barry atirou para o fundo das redes serranas. A situação ficou mais complicada para o Covilhã no minuto seguinte, pois, Nené viu o vermelho directo por falta dura sobre um adversário e deixou a formação visitante reduzida a dez jogadores. No entanto, foi já em inferioridade numérica que os serranos passaram novamente para a dianteira do marcador, visto que aos 68 minutos, Fabrício foi derrubado pelo guarda-redes João Pinho, originando uma grande penalidade devidamente convertida pelo próprio Fabrício. Os locais pressionaram em busca do sucesso, mas os covilhanenses revelaram-se organizados e pareciam ter o jogo controlado, até que tudo mudou em poucos instantes para satisfação da Oliveirense: aos 84 minutos, numa jogada algo confusa, Banjai cabeceou para a igualdade; e aos 86 minutos, o árbitro Rui Costa considerou que Luís Barry foi puxado na área serrana e assinalou um castigo máximo, que Rui Lima aproveitou para fixar o resultado em 3-2. Apesar de um esforço final, o Covilhã regressou mesmo às derrotas depois de três jogos consecutivos pontuar, esperando-se que possa voltar a sorrir já na próxima quarta-feira, quando receber o Sporting B para a 24ª jornada da Segunda Liga.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo:

http://www.lpfp.pt/segunda_liga/pages/jogo.aspx?epoca=20122013&jornada=23&jogo=7596

Actualizado em Segunda, 21 Janeiro 2013 10:32
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2126603