SC Covilhã 1 Sporting B 2
Quarta, 23 Janeiro 2013 01:00

Tarcísio tenta controlar a bola

O Sporting Clube da Covilhã voltou a complicar as contas da manutenção na Segunda Liga ao ser derrotado por 1-2 pelo Sporting B, somando assim a segunda derrota consecutiva e desperdiçando a oportunidade de alargar a vantagem pontual para os lugares que ditam a descida de divisão. Os serranos apresentaram-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Jorge Baptista na baliza e um quarteto defensivo formado por Gilberto, Buba, Gaspar e Paulo Grilo, jogando à sua frente Edgar e Carlos Manuel, ficando Gui, Tarcísio e Pimenta no apoio ao ponta de lança Moreira. Num relvado afectado pelas condições meteorológicas que se têm feito sentir, foi o Covilhã que entrou melhor na partida, conseguindo um lance perigoso logo aos 2 minutos, em que uma boa defesa de Victor Golas impediu o êxito do remate de Moreira. No entanto, o golo serrano acabou mesmo por surgir aos 17 minutos, quando um remate rasteiro de Pimenta só parou no fundo das malhas do emblema lisboeta. O Sporting B reagiu ao tento sofrido e alcançou a igualdade aos 25 minutos, com Bruma a solicitar Arias na direita para este bater o guardião Jorge Baptista através de um remate cruzado. O jogo caminhou então para uma fase menos interessante, é certo que com muito empenho dos jogadores, mas sem jogadas que fizessem perigar o empate, tornando o encontro bastante monótono. Ao intervalo: 1-1.

 

Gui procura fugir a Kikas

Para o segundo tempo, o treinador Fanã tentou dar outra dinâmica à zona central do meio campo, colocando aí Paulico, mas apesar de um Covilhã com mais posse de bola, os lances não tinham evolução na área decisiva, revelando mesmo maiores dificuldades de adaptação ao relvado, sucedendo-se as escorregadelas. Os visitantes apostavam essencialmente no contra ataque e aos 69 minutos chegaram a introduzir a bola nas redes locais por Betinho, mas o lance já estava interrompido por fora de jogo. Com a partida a decorrer sem grande emoção, eis que surge o segundo golo lisboeta aos 82 minutos, quando na sequência de um livre lateral, o guarda-redes Jorge Baptista socou a bola, que caprichosamente tomou a direcção da sua baliza, com o árbitro assistente de Paulo Baptista a considerar que ultrapassou a linha, apesar do esforço do azarado guardião serrano e da sua contestação ao envolvimento de Juary no lance, mas o certo é que o marcador passou a assinalar o 1-2 que seria resultado final. Os covilhanenses ainda procuraram a igualdade integrando o defesa central Buba em terrenos atacantes, porém, o Sporting B revelou-se consistente na defesa e procurou aproveitar o avanço contrário para aumentar a contagem, que esteve perto de acontecer aos 90+3 minutos por Nii Plange, do qual foi impedido pela excelente defesa de Jorge Baptista. Com este desaire, o Covilhã não conseguiu alargar a diferença para a zona de descida de divisão, seguindo-se duas partidas como visitante, começando já no domingo, com uma deslocação ao terreno do Penafiel.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://www.lpfp.pt/segunda_liga/pages/jogo.aspx?epoca=20122013&jornada=24&jogo=7616

Actualizado em Quinta, 24 Janeiro 2013 10:49
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2142449