SC Covilhã 1 FC Arouca 0
Sábado, 30 Setembro 2017 00:00

Índio pressiona Bruno Alves

Depois de cerca de um mês e meio sem qualquer vitória, o Sporting Clube da Covilhã aproveitou a recepção ao Futebol Clube de Arouca para voltar a saborear um triunfo, com o golo apontado pelo brasileiro Índio aos 25 minutos a fazer toda a diferença na conquista dos três pontos, que permitem ao nosso emblema ascender lugares na tabela classificativa.

A formação serrana apresentou-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Igor Rodrigues na baliza, acompanhado na defensiva por João Dias, Zarabi, Joel e Paulo Henrique, ficando Djikiné e Gilberto mais recuados no meio campo, com Fatai, Índio e Hudson no apoio ao avançado Erivelto. Este jogo teve uma fase inicial marcada pelo equilíbrio e por uma quase inexistência de lances perigosos, visto que os sectores mais recuados tiveram supremacia sobre as iniciativas atacantes das duas equipas. Este cenário apenas foi quebrado aos 25 minutos, quando um contra ataque conduzido por Fatai levou a bola até Erivelto, que efectuou o passe para o desvio triunfal de Índio, originando uma onda de festejos no Complexo Desportivo. O tento serrano teve o condão de agitar a partida, o que possibilitou acções de maior interesse do ponto de vista emotivo, começando numa iniciativa de Erivelto que fez a redonda ameaçar as redes defendidas por Bracali. O Arouca também procurou mais as redes locais, merecendo destaque o lance ocorrido aos 42 minutos, em que Ericson cabeceou por cima da baliza adversária, não evitando assim a vantagem covilhanense para o tempo de descanso. Ao intervalo: 1-0.

Igor Rodrigues domina nas alturas

Para a segunda parte, o treinador visitante, Miguel Leal, operou duas substituições no seu onze, no entanto, foram os anfitriões que se apresentaram mais perigosos em acções de contra ofensiva, pois, aos 55 minutos, Índio obrigou Bracali a boa intervenção, sobrando a bola para Erivelto cabecear por alto, e aos 65 minutos, Fatai cruzou para Hudson rematar contra um opositor em plena área arouquense. Com o progredir do relógio, o conjunto forasteiro tornou-se mais rápido e dispôs de duas ocasiões para igualar o encontro: aos 74 minutos, Barnes isolou Roberto na área serrana, mas o avançado português rematou cruzado junto ao poste; e aos 78 minutos, novamente Roberto a fugir às atenções locais, porém, agora para acertar nas malhas pela parte de fora. Os derradeiros instantes do jogo foram passados com o Arouca a atacar e com o Covilhã a defender, mas com os anfitriões a responderem bem em contra ataque, como aconteceu aos 90+4 minutos, em que Hudson correu sozinho para a baliza adversária, contudo, atirou por alto quando viu Bracali pela frente, provocando o desespero nos apoiantes locais. No entanto, o último apito do árbitro Fábio Veríssimo não demorou a acontecer, selando o 1-0 como resultado final, o que significa que o técnico José Augusto continua sem perder na Ledman LigaPro com as cores serranas, somando uma vitória e dois empates, numa altura em que o Sporting da Covilhã só voltará a jogar no dia 21 de Outubro, tendo uma deslocação ao terreno da equipa B do SC Braga.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografias: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20172018/ledmanligapro/9/4

Actualizado em Segunda, 02 Outubro 2017 09:17
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1275396