Académico de Viseu FC 0 SC Covilhã 0
Quarta, 01 Novembro 2017 00:00

O Sporting Clube da Covilhã foi a primeira equipa a não ser derrotada pelo Académico de Viseu Futebol Clube no Estádio do Fontelo nesta edição da Ledman LigaPro, somando um saboroso ponto que permite ao treinador José Augusto continuar sem sofrer qualquer desaire ao serviço do nosso clube em jogos do campeonato, em concreto, seis partidas que resultaram em três vitórias e outros tantos empates.

O emblema serrano apresentou-se em campo num esquema de 1x4x2x3x1, com Igor Rodrigues na baliza, acompanhado na defensiva por João Dias, Gerson, Joel e Paulo Henrique, ficando Gilberto e Diarra mais recuados no meio campo, com Fatai, Índio e Reinildo no apoio ao avançado Amadu Turé. Os locais começaram o encontro ao ataque e deram sinal de perigo logo aos 4 minutos, num lance em que por duas vezes o guardião Igor Rodrigues defendeu as acções de Paná. No entanto, as intenções academistas não tiveram sequência nos momentos seguintes, principalmente porque o Covilhã mostrou coesão na hora de defender, o que aumentou bastante o grau de dificuldade para o comandante da Segunda Liga. Foi necessário esperar pelo minuto 30 para que os adeptos viseenses vissem nova ocasião de golo, quando uma falha de comunicação entre Gerson e Igor Rodrigues deixou a bola diante de Erivaldo, que não conseguiu melhor do que atirar por cima da baliza serrana. O conjunto visitante estava visivelmente mais preocupado com a defesa do nulo, mas nunca deixou de procurar um contra ataque triunfal, embora fosse sempre anulado pelos defensores do Académico. Já com o relógio a aproximar-se do período de descanso, merece referência um cabeceamento de Barry ao lado, com Igor Rodrigues fora das suas redes. 

Na etapa complementar, os comandados de José Augusto estiveram ainda melhores nos processos defensivos, mas não só, visto que as saídas para o ataque também foram mais esclarecidas, conseguindo importunar o guarda-redes Peçanha em duas situações: primeiramente, ao afastar um cruzamento perigoso de Índio; depois, ao sair bem dos postes ao encontro de Diarra, que estava em boa posição para concluir com êxito um passe do recém-entrado Erivelto. No derradeiro quarto de hora, o Académico intensificou a pressão sobre o último reduto covilhanense, estando muito perto de inaugurar o marcador aos 77 minutos, em que Paná rematou para uma boa intervenção de Igor Rodrigues, sobrando a redonda para a recarga de Sandro Lima, que apenas não deu golo porque Joel opôs-se com categoria à iniciativa do brasileiro. O mesmo Sandro Lima ainda chegou a introduzir a bola nas redes serranas aos 90+3 minutos, mas os viseenses quase que nem tiveram tempo para festejar, pois, a arbitragem liderada por Nuno Almeida anulou o lance por fora de jogo do avançado local e o 0-0 prevaleceu como resultado final. Com este desfecho positivo, o Sporting da Covilhã permanece a meio da tabela classificativa, seguindo-se nova deslocação já no domingo, neste caso, ao terreno do Varzim.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20172018/ledmanligapro/12/8

Actualizado em Quinta, 02 Novembro 2017 09:53
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1289633