Vitória SC Guimarães B 3 SC Covilhã 0
Segunda, 29 Janeiro 2018 00:00

Depois de quatro jornadas consecutivas a somar triunfos, o Sporting Clube da Covilhã regressou às derrotas no magnífico Estádio Dom Afonso Henriques, onde a equipa B do Vitória Sport Clube de Guimarães foi mais forte e conquistou os três pontos de forma esclarecedora, apontando um golo no primeiro tempo e os restantes dois na segunda parte.

Este encontro teve um começo movimentado, em que ambas as equipas revelaram intenções rematadoras, porém, sem conseguirem na fase inicial criar lances ameaçadores para o nulo verificado no marcador, com o jogo a prolongar-se enquadrado por um cenário de equilíbrio, surgindo uma acção mais perigosa somente aos 19 minutos, quando Zarabi interceptou um cabeceamento de Estupiñán na área forasteira. A resposta serrana aconteceu volvidos poucos instantes, num lance em que o guarda-redes Miguel Oliveira impediu que a bola chegasse à cabeça de Reinildo, contudo, foi mesmo o Vitória B que inaugurou o "placard" aos 28 minutos, com o colombiano Estupiñán a cabecear com êxito um cruzamento de Artur Abreu na direita. Os serranos procuraram de imediato a igualdade, mas sem conseguirem ameaçar seriamente a baliza minhota, sendo até a equipa local que esteve perto de aumentar a vantagem aos 39 minutos por Artur Abreu, valendo a boa intervenção do guardião Igor Rodrigues para impedir esse facto, que segurou assim a diferença mínima para a etapa complementar. Ao intervalo: 1-0.

No segundo tempo, o Covilhã entrou bem no jogo e esteve perto do empate aos 50 minutos, quando Reinildo rematou para uma defesa com o pé de Miguel Oliveira, e aos 52 minutos, numa iniciativa de Fatai, contudo, os festejos acabaram por acontecer nas hostes vitorianas aos 55 minutos devido ao tento apontado por Domingo, num lance em que o sul-africano atirou certeiro após uma intervenção de Igor Rodrigues. Num período em que a formação serrana estava melhor, este golo veio complicar bastante a missão dos comandados de José Augusto, que apesar de todo o esforço revelado para inverter o rumo dos acontecimentos, viram o resultado ser avolumado aos 71 minutos, com o recém-entrado Rui Gomes a assinar o terceiro do conjunto vimaranense. O emblema covilhanense ainda procurou minimizar os estragos, algo que esteve próximo de ser uma realidade aos 81 minutos, com Paulo Henrique a cobrar um livre directo para boa defesa de Miguel Oliveira. No entanto, o 3-0 foi mesmo o desfecho desta partida (em que Vitó se estreou com a nossa camisola no decorrer da segunda parte), com o Sporting da Covilhã a voltar a sentir uma derrota, o que não acontecia desde meados de Dezembro, seguindo-se nova jornada no domingo, dia da recepção à Oliveirense no Estádio José Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de Jogo: http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20172018/ledmanligapro/22/2

Actualizado em Segunda, 29 Janeiro 2018 17:08
 

Comentar


Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1346881