História do Sporting Clube da Covilhã
Casa Pia AC 4 SC Covilhã 0
Domingo, 03 Outubro 2021 00:00

Está complicado o Sporting Clube da Covilhã regressar às vitórias na Segunda Liga, pois nesta jornada foi goleado pelo Casa Pia Atlético Clube por 4-0 e somou desta forma o quinto jogo consecutivo sem saborear os três pontos nesta competição.

E este encontro não podia ter começado pior para as cores serranas, visto que aos 2 minutos o marcador foi inaugurado por Jota Silva, que rematou colocado após Léo Navacchio ter afastado a bola para mais longe. A formação lisboeta continuou com sinal ascendente, mas Léo Navacchio esteve atento às fugas de Jota Silva aos defensores forasteiros, no entanto, aos 26 minutos os "gansos" aumentaram a contagem por intermédio de Camilo Triana, que atirou a contar após um cruzamento da direita. Os comandados de Wender passavam por dificuldades e não tiveram uma reacção muito convincente, embora com dois lances merecedores de registo: aos 29 minutos, Jean Felipe apontou um livre directo que ficou perto das redes de Ricardo Batista; e aos 45 minutos, Lucas Barros avançou com categoria pela esquerda e cruzou para Diogo Almeida atirar contra um defensor local, que assim impediu a diferença mínima para tempo de intervalo.

Na segunda parte, esperou-se que os covilhanenses tivessem em melhor plano, mas isso não aconteceu e o Casa Pia voltou a festejar aos 52 minutos por Vasco Fernandes, que terminou com sucesso a confusão instalada na área visitante na sequência de um canto. A situação já complicada dos serranos ainda ficou pior aos 56 minutos, quando o árbitro Ricardo Baixinho expulsou Arnold por agressão a Jota Silva, deixando a sua equipa reduzida a dez unidades. O jogo ficou logo mais do que decidido e só voltou a animar aos 84 minutos, com o árbitro a considerar faltosa a acção de Helitão na área forasteira, assinalando um castigo máximo muito contestado pelas hostes serranas, mas que Derick Poloni aproveitou para fixar o resultado em 4-0 no histórico Estádio Pina Manique. Com esta série sem vitórias, o Sporting da Covilhã vai descendo na classificação, seguindo-se nova partida no domingo, em que receberá o CD Nacional no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20212022/ligaportugalsabseg/7/4

Actualizado em Domingo, 03 Outubro 2021 21:15
 
Kevin Oliveira
Terça, 28 Setembro 2021 00:00

Depois de concluir os escalões de formação no SL Benfica, o médio Kevin Oliveira foi emprestado pelo clube lisboeta ao Sporting da Covilhã na época 2015/2016, tendo envergado a camisola serrana em nove jogos oficiais, nos quais apontou um golo, em concreto, no empate a duas bolas no terreno do Santa Clara na 10ª jornada da Segunda Liga. Ao perder algum protagonismo no meio campo covilhanense, Kevin Oliveira rumou aos Estados Unidos da América para jogar no Swope Park Rangers, representando depois o mais mediático Sporting Kansas City (presença habitual na MLS), antes de chegar ao Canadá para actuar no Ottawa Fury. Kevin Oliveira é internacional AA por Cabo Verde e joga actualmente na equipa cipriota do Doxa Katokopias, tendo deixado certamente recordações das suas exibições no onze serrano...

Actualizado em Terça, 28 Setembro 2021 08:43
 
CU Idanhense 0 SC Covilhã 2
Sábado, 25 Setembro 2021 00:00

O Sporting Clube da Covilhã deslocou-se ao terreno do Clube União Idanhense para disputar o acesso à 3ª eliminatória da Taça de Portugal, num objectivo que foi alcançado através de um triunfo por 0-2, com golos apontados pelos brasileiros Helitão e Devid.

Os pupilos de Wender não demoraram a inaugurar o marcador do Estádio Municipal de Idanha-a-Nova, pois, aos 11 minutos, na sequência de um pontapé de canto, o defesa central Helitão impôs-se na área local e atirou certeiro para as redes defendidas por Michel Oliveira. O Idanhense, que milita duas divisões abaixo dos serranos, em concreto, na série D do Campeonato de Portugal, tentou reagir ao tento sofrido, porém, o conjunto forasteiro teve sempre o jogo controlado e até ameaçou aumentar a contagem antes do intervalo.

Na segunda parte, a equipa covilhanense continuou a dirigir o rumo da partida e a delinear algumas situações perigosas para a baliza local, contudo, ao não conseguir dilatar a diferença contribuiu para que o Idanhense fosse acreditando num desfecho diferente da eliminatória. Já na fase final do encontro, o guardião Bruno Bolas ainda foi obrigado a uma intervenção atenta para evitar a igualdade, mas volvidos alguns instantes foi o emblema serrano que teve sucesso na hora de rematar à baliza e acabar com qualquer incerteza no jogo, visto que aos 90+2 minutos, o avançado Devid assinou um golo de belo efeito ao aproveitar o incorrecto posicionamento do guarda-redes Michel. O apito final do árbitro Flávio Lima carimbou o resultado de 0-2, seguindo assim o Sporting da Covilhã para a terceira ronda da competição, virando a atenção de novo para a 2ª Liga no próximo domingo, em que desloca-se ao Estádio Pina Manique para jogar com o Casa Pia AC.

Texto: Eugénio Lopes.

Actualizado em Sábado, 25 Setembro 2021 17:38
 
SC Covilhã 0 Vitória SC Guimarães 2
Terça, 21 Setembro 2021 22:00

Frank Angong perante Borevkovic

Em jogo a contar para a 1ª jornada do Grupo A da Taça da Liga, o Sporting Clube da Covilhã foi derrotado no Estádio Santos Pinto pelo Vitória Sport Clube de Guimarães por 0-2, num resultado que foi estabelecido na primeira parte com dois golos apontados pelo francês Janvier em curto espaço de tempo.

Esta partida até apresentou uma formação serrana mais perigosa nos momentos iniciais, com destaque para o minuto 7, em que um passe de Ryan Teague isolou Arnold diante do guardião Bruno Varela, porém, o extremo congolês atirou ao lado das redes visitantes para desespero dos adeptos locais. Cerca do quarto de hora, o primodivisionário Vitória instalou-se no meio campo adversário e as ameaças à baliza de Léo Navacchio foram surgindo, como que a anunciarem os dois tentos que fixaram o marcador deste encontro: aos 24 minutos, Rochinha cobrou um canto na esquerda para Janvier assinar um belo remate rasteiro para o fundo das redes opositoras; e aos 28 minutos, o mesmo Janvier deu o correcto seguimento ao cruzamento de João Ferreira na direita para delírio dos apoiantes vimaranenses presentes no recinto serrano. Os comandados de Wender procuraram reagir aos acontecimentos, mas sem qualquer sucesso, visto que os visitantes controlaram a bola tranquilamente até ao período de intervalo.

As derradeiras características do primeiro tempo foram transportadas para a etapa complementar, em que o Covilhã procurou pressionar um adversário que raramente perdeu o comando do jogo, com o relógio a correr no sentido favorável dos desejos do emblema de Guimarães. Foi necessário aguardar pelo último quarto de hora para que os serranos criassem duas situações para reduzir a diferença: aos 76 minutos, após um canto de Jean Felipe na direita, Jô cabeceou um pouco por cima da baliza forasteira; e aos 86 minutos, na sequência de um livre de Jean Felipe, um desvio de Jô obrigou Varela a uma boa intervenção para canto. Passados alguns minutos, o árbitro Gustavo Correia apitou pela última vez e selou o 0-2 como desfecho deste jogo, com o Sporting da Covilhã a colocar agora o foco na Taça de Portugal, pois, desloca-se no sábado ao terreno do Idanhense para discutir a passagem à 3ª eliminatória.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20212022/allianzcup/3/1

Actualizado em Quarta, 22 Setembro 2021 08:56
 
Lupède
Segunda, 20 Setembro 2021 00:00

Antes de chegar ao futebol português através da Naval 1º de Maio, o defesa central Lupède representou diversos clubes franceses, com destaque para o Le Mans UC72, pelo qual actuou na 1ª Liga de França. No emblema figueirense, Lupède teve oportunidade de jogar na 1ª Liga portuguesa, mas a sua pouca utilização levou a que fosse emprestado ao Sporting da Covilhã a meio da temporada 2010/2011. Com as cores serranas, Lupède participou em treze encontros oficiais, ajudando o nosso clube a alcançar a manutenção na 2ª Liga por intermédio do 14º lugar na classificação final do campeonato. Na sua carreira, Lupède somou quatro internacionalizações por Guadalupe, um departamento ultramarino francês nas Caraíbas. Que memórias existem de Lupède no eixo da defensiva covilhanense?

Actualizado em Terça, 21 Setembro 2021 08:38
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 2 de 213
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2540400