História do Sporting Clube da Covilhã
Edy
Terça, 04 Setembro 2018 00:00

Jdilson Carlos de Albuquerque Borges responde por Edy nos meandros do futebol, um avançado que jogou nas camadas jovens de Atlético CP, SL Benfica e Estrela da Amadora, antes de estrear-se a nível sénior no Almancilense, que representou durante quatro temporadas consecutivas. Edy envergou depois a camisola de Imortal de Albufeira, CD Fátima, AC Salir e Silves FC, onde foi contratado pelo Sporting da Covilhã para disputar a 2ª Divisão de Honra na época 1996/1997. Edy começou por participar em 14 encontros oficiais com a camisola serrana, mas a temporada não estava a correr bem tanto a nível individual como colectivo, levando a que o atacante rumasse ao Olhanense a meio da época. Edy continuou ao serviço do emblema de Olhão por mais uma temporada, porém, seria no Almancilense que colocaria um ponto de final na sua carreira de futebolista. Que memórias permanecem de Edy com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 11 Setembro 2018 08:39
 
Valdir Japão
Terça, 18 Setembro 2018 00:00

O atacante brasileiro Valdir Japão foi apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 1993/1994, sendo proveniente do GD Peniche, que também militava na Zona Centro da 2ª Divisão B. Foi uma época muito difícil para Valdir Japão e colegas, visto que o conjunto serrano só conseguiu saborear a primeira vitória na 9ª jornada (2-0 ao Marinhense no Estádio José Santos Pinto), naquele que foi o único sucesso na metade inicial do campeonato. Com a formação covilhanense sempre nos últimos lugares da classificação, o cenário mais provável parecia ser a descida à 3ª Divisão Nacional, que viria mesmo a confirmar-se no final da competição, numa altura em que Valdir Japão já não integrava o plantel serrano, pois, integrou um lote de jogadores que rescindiram o contrato antes de começar a segunda volta da prova. Que lembranças ficaram das movimentações de Valdir Japão com o emblema serrano?

Actualizado em Terça, 18 Setembro 2018 09:22
 
Hideraldo
Terça, 27 Novembro 2018 00:00

O goleador brasileiro Hideraldo estreou-se no futebol português com a camisola do União de Santiago do Cacém, que na altura marcava presença na Zona Sul da 2ª Divisão B, mas foi em representação do CD Alcains que os seus remates certeiros se tornaram mais frequentes, ao ponto de ser contratado pelo Sporting da Covilhã na temporada 1996/1997, com o nosso clube a disputar a 2ª Divisão de Honra. Com as cores serranas, Hideraldo não teve tanto sucesso, sendo somente utilizado em alguns jogos, daí o regresso a Alcains (participante assíduo na 2ª Divisão B e na 3ª Divisão Nacional) ainda no decorrer dessa época, onde voltou a encontrar o caminho das balizas adversárias. Hideraldo actuou posteriormente por Idanhense e Pedrógão de São Pedro, antes do último regresso a Alcains para terminar a sua carreira de futebolista. Que recordações existem de Hideraldo com a camisola covilhanense?

Actualizado em Terça, 27 Novembro 2018 09:42
 
Livro História do Sporting Clube da Covilhã chega ao Museu Nacional do Desporto e às delegações do IPDJ - Instituto Português do Desporto e da Juventude
Segunda, 17 Setembro 2018 09:03

O Livro sobre a História do Sporting Clube da Covilhã vai chegar ao Museu Nacional do Desporto e às delegações do IPDJ - Instituto Português do Desporto e da Juventude. Da autoria de Miguel Saraiva, editado pela RVJ Editores e com o design de Henrique Gigante, esta obra retrata de forma clara e objetiva, com fotografias de vida, a história do Sporting da Covilhã desde a sua fundação até 1990. Na passada sexta-feira foi dia de simbolicamente entregar à diretora do IPDJ em Castelo Branco, Dra. Maria Fernanda Pires, esta excelente obra. Votos de boas leituras.

Actualizado em Segunda, 17 Setembro 2018 09:10
 
Jorge Nuno Couto
Terça, 18 Dezembro 2018 00:00

Jorge Nuno, também conhecido nos meios futebolísticos por Couto, cumpriu os escalões de formação no FC Porto, FC Infesta, Gondomar SC e Leixões SC, chegando ao Sporting da Covilhã na época 2006/2007, proveniente dos juniores do emblema gondomarense. O jovem Jorge Nuno encontrou o conjunto serrano a disputar a Série C da 2ª Divisão B e não conseguiu ser influente no meio campo da equipa, tendo participado em poucos encontros, numa temporada em que os covilhanenses não foram além do 4º lugar da tabela classificativa, bem distantes do promovido CD Fátima. Na época seguinte, Jorge Nuno regressou ao norte do país e jogou por diversos emblemas, em concreto, AD São Pedro da Cova, GD Bragança, SC Mirandela, AC Vila Meã, CD Sobrado, UD Valonguense e Custóias FC. Que lembranças existem das actuações de Jorge Nuno com o emblema covilhanense?

Actualizado em Terça, 18 Dezembro 2018 10:03
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 3 de 173
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1714482