História do Sporting Clube da Covilhã
Josué
Terça, 01 Outubro 2019 00:00

Josué começou a jogar futebol federado no FC Porto, onde cumpriu todos os escalões de formação, exceptuando uma época de juvenil no Padroense e uma temporada de júnior no CD Candal, tendo actuado pela equipa principal dos azuis e brancos em partidas da Taça da Liga quando ainda estava no último ano dos juniores. A qualidade de Josué na zona central do meio campo ou a extremo possibilitam-lhe o somatório de 30 internacionalizações por Portugal, desde dos sub-18 à AA, destacando-se os quatro jogos pela nossa principal selecção. Josué envergou a camisola serrana na época 2009/2010 por empréstimo da agremiação portista, mas a meio da temporada rumou ao FC Penafiel, no entanto, ainda deixou a sua marca nos dois golos que assinou nos nove encontros oficiais em que representou o nosso clube. A carreira de Josué tem prosseguido por diversos países, nomeadamente, na Holanda (VVV Venlo), em Portugal (FC Paços de Ferreira, FC Porto – vencedor da Supertaça -  e SC Braga – vencedor da Taça de Portugal) e na Turquia (Bursaspor, Galatasaray, Osmanlispor e Akhisar – vencedor da Supertaça turca), onde também tem somado jogos nas competições europeias. Que lembranças persistem do brilhantismo de Josué com a camisola covilhanense?


Actualizado em Terça, 01 Outubro 2019 08:49
 
Dr. Alexandre de Quental Calheiros Veloso
Quinta, 22 Março 2012 23:11

 Alexandre_de_Quental_Calheiros_Veloso

Nasceu na freguesia da Lageosa do Mondego (Celorico da Beira) em 20.01.1895. Formou-se em direito e voltou para a Covilhã para junto do seu pai (Dr. José António de Faria Veloso) para trabalhar como advogado. Casou-se em 1921 com D. Idalina Ranito Pessoa. Teve dois filhos. Em 1924 ocupa o cargo de presidente do Sporting Clube da Covilhã, onde permanece durante dois anos. Deu inicio ás terraplanagens do campo de futebol da palmatória. O clube ainda disputava os campeonatos regionais. Foi o segundo Presidente da História do Sporting Clube da Covilhã.

Em 25 de Julho de 1934 toma posse como Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, onde adota várias medidas importantes no desenvolvimento da cidade. Em Outubro de 1934, regulamentou o descanso semanal no concelho da Covilhã. Dinamizou as Festas da Cidade da Covilhã, organizadas pela altura da Feira de São Tiago. Aprovou prémios aos melhores alunos das Escolas Campos Melo e ao Liceu Heitor Pinto.

Deixa a Câmara Municipal e em 1939 faz a sua estreia como deputado no parlamento. Em 1945 toma posse como Provedor da Santa Casa da Misericórdia, onde colabora no estudo do futuro Hospital da Covilhã. Em 1957 pede transferência para Lisboa. Faleceu a 17 de Fevereiro de 1984 com 89 anos.

Texto: Miguel Saraiva



Actualizado em Quinta, 22 Março 2012 23:32
 
4º Aniversário
Quinta, 21 Fevereiro 2013 22:39

A elaboração de um blogue alusivo à História do Sporting Clube da Covilhã foi concretizada em 22 de Fevereiro de 2009, mas devido ao êxito da iniciativa e à proporção que tomou, tornou-se necessária a sua transformação em site, numa decisão que consideramos extremamente positiva e que conta até ao momento com mais de 170 mil visualizações.

O actual espaço está em constante processo de melhoramento, tendo sido actualizados todos os planteis do clube, incluindo informações sobre a proveniência dos jogadores, assim como foi introduzida a galeria “Presidentes SCC”, onde estão a ser colocados em destaque aqueles que lideraram o emblema serrano ao longo dos tempos. A propósito, diga-se que após uma pesquisa que durou cerca de dois anos, vai ser possível realizar uma galeria fotográfica com todos os presidentes do Sporting Clube da Covilhã, numa iniciativa que será articulada com a Direcção do clube, visto que poderá estar disponível na sede social a partir do dia 02 de Junho deste ano, altura da celebração do 90º aniversário do emblema serrano.

Todo o trabalho efectuado em prol do site resulta não só do empenho da respectiva equipa, mas também de todos os que têm contribuído com fotografias e outro material, desde antigos atletas, familiares de dirigentes/jogadores, jornalistas, fotógrafos, sócios e simpatizantes do Sporting da Covilhã, visto que sem esta ajuda seria muito mais difícil a execução da missão que pretendemos. As novas tecnologias têm possibilitado que a nossa rede de contactos não esteja circunscrita a Portugal, pois, temos recebido contributos dos mais diversos países, desde da Ásia à América do Sul.

Neste 4º aniversário, queremos manifestar a nossa intenção de manter a mesma dinâmica, esperando que possamos continuar a contribuir para uma maior visibilidade da história deste enorme emblema que é o Sporting Clube da Covilhã, uma bandeira da cidade, da região e do país!

 
José Gil Barreiros
Sábado, 17 Novembro 2012 13:59

Gil_Barreiros

José Gil Barreiros nasceu na Covilhã á 5 de Novembro de 1920. Foi casado com D. Estela Vicente Gil Barreiros e tem dois filhos (Dr. José Manuel Vicente Gil Barreiros e Dr. Luis António Vicente Gil Barreiros). Atualmente com 92 anos. Foi profissional de enfermagem e Técnico de Radiologia, no Hospital da Covilhã onde trabalhou durante cerca de 40 anos.

Inicio a sua aprendizagem de Enfermeiro radiologista nos anos 40 com o Dr. António Gomes de Oliveira, médico cirurgião e radiologista que viria a ser também presidente do SC Covilhã. Em 1954 foi para Lisboa estagiar no Sporting Clube de Portugal com o conceituado massagista /Fisioterapeuta Manuel Marques.

Começou a colaborar com o Sporting da Covilhã em 1945 em conjunto com o massagista Manuel Machado, com a partida deste por motivos profissionais em 1948, José Gil Barreiros ficou como responsável de todos os jogadores profissionais e jovens do Sporting da Covilhã.

A sua opinião era sempre respeitada tanto por treinadores como dirigentes. Foram quase 50 anos que esteve ligado ao SCC, pois deixou o clube serrano em 1995.

18

No seu consultório, onde era sócio do Dr. Alfredo dos Santos Marques, prestou sempre apoio a todos os covilhanenses que lhe pediam ajuda, assim como muitos jogadores do concelho e até esclarecimentos a muitos colegas que exerciam a sua profissão em outros clubes, chegaram a deslocar-se a Covilhã, jogadores dos destritos de Évora e Portalegre para serem vistos pelo Sr. Barreiros. Foi convidado varias vezes para representar clubes como Lusitâno de Évora, Vitória de Setúbal, Gouveia e os Belenenses quando este era treinado pelo famoso Meirim.

Foi homenageado duas vezes pela Câmara Municipal da Covilhã, nas presidencias de Jorge Pombo e Carlos Pinto, pelos “Rotários” e “Lions da Covilhã” e ainda recentemente pela Associação de Futebol de Castelo Branco, pelos bons serviços e mérito desportivo, pois Gil Barreiros chegou a dar formação para AFCB a jovens massagistas do distrito.

José Gil Barreiros continua a ser uma figura pelo qual a população Covilhanense nutre grande carinho e reconhece o prestigio que dedicou à causa desportiva e ações sociais.

Autor – Carlos Miguel Saraiva

https://www.facebook.com/#!/miguel.saraiva.18





 



Actualizado em Sexta, 28 Dezembro 2012 01:25
 
Carlos Alberto
Quinta, 11 Abril 2013 00:00

O nosso mais recente entrevistado é Carlos Alberto, que depois de uma longa carreira no Brasil, tem oportunidade de vir jogar para Portugal ao ingressar no Portimonense, chegando posteriormente ao Sporting da Covilhã na época 1986/1987, onde permaneceu para a temporada seguinte, em que participou na 1ª Divisão pela formação serrana. Carlos Alberto era um médio todo o terreno, revelando-se um jogador de inesgotáveis recursos físicos e com um sentido posicional exemplar, atributos que ajudaram o Sporting da Covilhã a regressar ao principal escalão do futebol nacional, sagrando-se ainda Campeão Nacional da 2ª Divisão em 1987.

Carlos Alberto trabalha nos Serviços de Finanças de Macau

1 – Como surgiu o convite para ingressar no SC Covilhã?

Foi após o último jogo daquela época 1985/86 no Dragão (Porto x Covilhã), em que já havia descido de divisão. Estava eu esperando meus compatriotas Niromar, Paulo Roberto e o nosso saudoso Pocho. .Ali mesmo já tivemos um bom entendimento e não me foi difícil chegar a acordo, devido à cordialidade dos dirigentes (Sr. Malaca e toda direcção).

2 – Fez parte de uma das grandes equipas do SCC na época 1986/87, qual o segredo dessa equipa que conseguiu nessa época subir à Primeira Divisão?

O fator mais preponderante foi sem dúvida o balneário, porque era uma camaradagem tipo família mesmo e a facilidade como qualquer novo atleta ao chegar já se sentia em casa. Tínhamos o Salcedas, o Joanito, que apesar de ser um miúdo foi sempre um ponto de dar as honras da casa. Aquilo na Covilhã foi fantástico e assim os resultados foram os que se viram. Quero lembrar da liberdade de nos aproximarmos do treinador (mister Vieira Nunes), como também de qualquer dos dirigentes, que estavam sempre bem dispostos a resolver nossos problemas. Todos que por aí passaram nunca vão se esquecer do nosso querido Sr. Fernando, que cuidava do nosso material. Resumindo, tudo deriva do balneário, do profissionalismo, do trabalho sério e o orgulho de representar esta agremiação. E o apoio incondicional dos torcedores que nos acompanhavam por todo lado, assim nos sentíamos em casa nas deslocações, o famoso Comboio Verde, que saudade...

3 – Aos 37 anos ingressa no Sporting da Covilhã, vindo a tornar-se uma peça fundamental no meio campo serrano. Sabe que ainda hoje o seu nome é falado como uma grande referência desse meio campo onde pontificavam grandes nomes?

Meus amigos, aquela equipa era fantástica, uma entreajuda dentro e fora do campo, quer dizer, só podia dar certo. Jogadores já com uma vasta experiência, louvo a Deus por isto, pois, sentia-me tão bem que nem me lembrava da idade, mas sim da minha condição física. O respeito pelos adeptos nos movia a isto. Se me perguntarem se me lembro de cada um, isto seria impossível, mas posso ver a massa associativa e nunca é tarde para dizer obrigado pelo carinho.

4 – Na época seguinte em 87/88, em sua opinião o que levou o Sporting da Covilhã a não conseguir a manutenção na primeira divisão?

Quem nos acompanhou pôde ver que não tivemos muita sorte, pois, dávamos o nosso melhor e de certeza que descer não fazia parte do nosso balneário, mas, infelizmente aconteceu. Futebol tem destas coisas!!!

Carlos Alberto envergou a camisola serrana entre 1986 e 1988

5 - Acompanha atualmente o SC Covilhã?

Honestamente falando, nunca me esqueci da Covilhã e fico feliz quando encontro amigos da Covilhã que vivem cá e colocamos em dia as novidades daí. Aprendi a amar e a torcer por este emblema. Agora que pude ver esta reunião maravilhosa dos ex-atletas da Covilhã, realmente acendeu a chama em mim de maior apreço por esta instituição. Estou ligado e torcendo para que a Covilhã possa alcançar seus objetivos.

6 - Qual sua atividade no presente?

Atualmente, já há 21 anos que sou funcionário público, trabalhando nos Serviços de Finanças, e prestes a aposentar-me daqui a 2 anos sensivelmente, dando glórias a Deus por este trabalho.

7 – O que gostaria de referir quem não foi mencionado anteriormente?

Somente dizer, que na nossa época esteve connosco um grande homem, grande profissional e amigo do seu amigo, ele partiu e nos deixou bastante sentidos, porque era uma figura de muita garra e que nos encorajava, saudades!!! Depois da Covilhã, estive em Amarante por pouco tempo, pois, já tinha um compromisso de 3 anos nos Estados Unidos da América, tendo depois vindo para Macau, onde até hoje permaneço. Amo Macau, onde me sinto totalmente à vontade. Meu filho Jefferson cresceu aqui e minha neta Kamilla, de 2 anos, nasceu nesta terra abençoada. Deixo aqui um caloroso e saudoso abraço para todos os amigos, atletas do passado e de hoje, todos os dirigentes de todos os tempos e todos os simpatizantes deste emblema .Força Covilhã.

Carlos Alberto ajudou os serranos a conquistarem o Campeonato Nacional da 2ª Divisão

Actualizado em Quinta, 11 Abril 2013 08:57
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 6 de 178
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1836208