História do Sporting Clube da Covilhã
Gabi
Terça, 28 Agosto 2018 00:00

Gabriel José Pinto Couto é conhecido nos meios futebolísticos por Gabi, um médio que se iniciou no futebol federado no Fiães SC, onde percorreu todos os escalões jovens e jogou algumas épocas no patamar sénior. No entanto, as boas exibições de Gabi no sector intermediário possibilitaram o seu ingresso no Feirense, representando depois o Santa Clara, antes de assinar pelo Sporting da Covilhã para a época 2011/2012. Gabi assumiu papel fundamental na equipa serrana, pela qual participou em 35 jogos oficiais (2ª Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga) e apontou seis golos, numa temporada em que o 15º lugar foi suficiente para a manutenção no escalão secundário, em virtude dos problemas financeiros que levaram à não inscrição da União de Leiria. Gabi representou posteriormente diversos clubes a nível nacional, em concreto, FC Arouca, FC Penafiel, Académico de Viseu, CD Estarreja e Oliveirense, tendo também uma passagem pelo campeonato de Chipre ao serviço do Nea Salamina. Que recordações existem de Gabi com o símbolo covilhanense?

Actualizado em Terça, 28 Agosto 2018 08:43
 
Edy
Terça, 04 Setembro 2018 00:00

Jdilson Carlos de Albuquerque Borges responde por Edy nos meandros do futebol, um avançado que jogou nas camadas jovens de Atlético CP, SL Benfica e Estrela da Amadora, antes de estrear-se a nível sénior no Almancilense, que representou durante quatro temporadas consecutivas. Edy envergou depois a camisola de Imortal de Albufeira, CD Fátima, AC Salir e Silves FC, onde foi contratado pelo Sporting da Covilhã para disputar a 2ª Divisão de Honra na época 1996/1997. Edy começou por participar em 14 encontros oficiais com a camisola serrana, mas a temporada não estava a correr bem tanto a nível individual como colectivo, levando a que o atacante rumasse ao Olhanense a meio da época. Edy continuou ao serviço do emblema de Olhão por mais uma temporada, porém, seria no Almancilense que colocaria um ponto de final na sua carreira de futebolista. Que memórias permanecem de Edy com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 11 Setembro 2018 08:39
 
Mário Lima
Terça, 15 Janeiro 2019 00:00

O brasileiro Mário Lima chegou a Portugal para jogar no meio campo do FC Barreirense, que na altura militava na 1ª Divisão Nacional, representando posteriormente FC Paços de Ferreira, FC Penafiel, Rio Ave FC, GD Bragança e USC Paredes, antes de assinar pelo Sporting da Covilhã para a época 1980/1981. Lima envergou a camisola serrana durante duas temporadas, em que assumiu papel de destaque no sector intermediário, tendo participado em 47 jogos oficiais e apontado seis golos, com o nosso clube a disputar a Zona Centro da 2ª Divisão Nacional. Lima ficou radicado em terras lusitanas e prosseguiu a carreira futebolística em diversos clubes do Norte do país, nomeadamente, Tirsense, Lousada, Barrosas e Cristelo. Que lembranças persistem das exibições de Lima no meio campo serrano?

 

Actualizado em Terça, 15 Janeiro 2019 09:54
 
Lima
Terça, 25 Setembro 2018 00:00

Alexandre Lima começou a jogar futebol federado no GS Carcavelos, mas as capacidades reveladas no centro da defesa depressa o levaram até aos juvenis do CF Os Belenenses e aos juniores do GD Estoril Praia. A estreia de Lima a nível sénior aconteceu no Juventude de Belém, representando depois 9 de Abril Trajouce, CD Fátima, Marinhense e Ovarense, antes de assumir um compromisso com o Sporting da Covilhã para a temporada 1996/1997. Com os serranos a militarem na 2ª Divisão de Honra e com forte concorrência para o sector defensivo, Lima não teve oportunidade de assumir protagonismo na formação covilhanense, numa época que até acabou mal para o nosso clube, ao não conseguir evitar a despromoção à 2ª Divisão B. A carreira de Lima prosseguiu posteriormente por diversos emblemas nacionais, em concreto, Atlético CP, Portosantense, CD Mafra, Torreense, Olivais e Moscavide, Odivelas FC e AD Oeiras, permanecendo certamente várias recordações das suas exibições…

Actualizado em Terça, 25 Setembro 2018 08:45
 
Paulo Henriques
Terça, 29 Janeiro 2019 00:00

Paulo Henriques cumpriu o escalão de juvenis no CF Os Belenenses e o patamar júnior no CF Estrela da Amadora, com a estreia sénior a ser realizada com a camisola do GD Mangualde, naquela altura a militar na divisão secundária. A carreira de Paulo Henriques seguiu depois por SCL Marrazes, CD Torres Novas, Seixal FC e FC Alverca, antes de ser apresentado como reforço do Sporting da Covilhã para a temporada 1993/1994. Paulo Henriques conseguiu assumir algum protagonismo no sector intermediário da formação serrana, mas foi uma época negativa para o nosso clube, que não evitou a despromoção à 3ª Divisão Nacional. Na época seguinte, Paulo Henriques representou o Odivelas FC, actuando posteriormente por CF União de Coimbra e CD Tondela. Que memórias existem das exibições de Paulo Henriques com o símbolo covilhanense?

Actualizado em Terça, 29 Janeiro 2019 09:38
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 9 de 178
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1836178