História do Sporting Clube da Covilhã
Toni
Terça, 12 Março 2019 00:00

O médio Toni Neves jogou nas camadas jovens do GD Gafanha e do SC Beira-Mar, com a primeira época de sénior a ser realizada com a camisola do Fermentelos, representando depois FIDEC, Pessegueirense, ARC Oliveirinha, Alba e Marialvas, antes de reforçar o Sporting da Covilhã para a temporada 1991/1992. Toni veio encontrar o emblema serrano a disputar a Zona Centro da 2ª Divisão B, numa temporada que seria negativa para as nossas cores, visto que o 16º lugar na classificação valeu a descida à 3ª Divisão Nacional. Toni actuou em 19 partidas oficiais do conjunto covilhanense, nas quais apontou dois golos, prosseguindo posteriormente a sua carreira por vários clubes, alguns deles como regresso, concretamente, Alba, Marialvas, AA Avanca, GD Gafanha, ARC Oliveirinha, ADCR Oiã e Vouzelenses. Que lembranças persistem das exibições de Toni no onze serrano?

Actualizado em Terça, 12 Março 2019 09:45
 
Ismael Gaúcho
Terça, 09 Abril 2019 00:00

Depois de concluir os escalões jovens no Internacional de Porto Alegre, Ismael Gaúcho entrou no futebol português através do CS Marítimo, onde foi jogando na equipa B do emblema madeirense. Com alguns regressos ao Brasil pelo meio, Ismael Gaúcho representou também o AD Oeiras e o Caldas SC, rumando deste último clube ao Sporting da Covilhã a meio da temporada 2007/2008, até porque era no momento um dos goleadores da 2ª Divisão B. Com o conjunto serrano apostado na subida à 2ª Liga, o avançado brasileiro acabou por participar apenas em quatro jogos, tendo apontado um golo na vitória por 3-1 sobre o Oliveira do Bairro, optando rapidamente por prosseguir a carreira na Islândia com a camisola do Throttur Reykjavik. Ismael Gaúcho voltaria a Portugal para jogar por CD Fátima, CD Pinhalnovense e Juventude de Évora, intercalando com passagens por diversos campeonatos, nomeadamente, Azerbaijão, Guatemala e Líbano, para além do seu país de origem. Que recordações existem de Ismael Gaúcho com as cores covilhanenses?


Actualizado em Terça, 09 Abril 2019 08:39
 
Serginho Andrade
Terça, 21 Maio 2019 00:00

O guarda-redes Serginho começou a carreira futebolística nas escolas do Feirense, representando depois, nos restantes escalões jovens, o Soutense e o União de Lamas, estreando-se neste último emblema a nível sénior ainda com idade júnior. Após várias épocas na principal equipa lamacense, algumas na 2ª Liga, Serginho rumou ao Lusitânia de Lourosa, onde as boas exibições valeram-lhe a transferência para o Vitória de Guimarães, pelo qual jogou na 1ª Liga. Numa fase de menor utilização na formação vimaranense, Serginho foi emprestado ao Sporting da Covilhã a meio da temporada 2010/2011, ajudando o nosso clube a alcançar a permanência na 2ª Liga ao ser titular da baliza serrana em 15 jogos. Serginho voltou em seguida ao Vitória de Guimarães, prosseguindo depois a carreira por diversos emblemas, nomeadamente, Portimonense, FC Arouca, Santa Clara (com três passagens, jogando actualmente na 1ª Liga), Desportivo de Chaves e Gil Vicente. Que memórias ficaram das defesas de Serginho com as cores covilhanenses?

Actualizado em Terça, 21 Maio 2019 08:38
 
N'Kake
Terça, 07 Maio 2019 00:00

O camaronês N’Kake chegou ao futebol português na temporada 2009/2010 para jogar na Naval 1º de Maio, onde teve oportunidade de realizar uma partida na 1ª Liga, mas a meio da época foi emprestado ao Sporting da Covilhã para ajudar o nosso clube a conseguir a permanência na 2ª Liga. N’Kake jogava preferencialmente a médio centro e envergou a camisola serrana em 14 encontros, nos quais apontou um golo que ajudou a garantir um precioso ponto no terreno do Trofense, numa partida que terminou 2-2. N’Kake e colegas alcançaram o objectivo da temporada com uma boa dose de sofrimento, visto que só foi conseguido na última jornada do campeonato, ficando na dianteira dos despromovidos Desportivo de Chaves e AD Carregado. A carreira de N’Kake prosseguiu depois em França, tendo representado o US Ivry durante várias épocas no quarto escalão daquele país. Que lembranças ficaram das exibições de N’Kake com as cores covilhanenses?

 

Actualizado em Terça, 07 Maio 2019 08:37
 
Filipe Moreira
Terça, 11 Junho 2019 00:00

Filipe Moreira começou a treinar o Ericeirense bastante jovem e a partir daí comandou diversos clubes de norte a sul do país, com diversas passagens pelas ilhas, em divisões variadas, desde da 2ª Liga ao actual Campeonato de Portugal. O ingresso de Filipe Moreira no Sporting da Covilhã aconteceu na época 2012/2013, após um bom trabalho no Oriental na temporada anterior, em que lutou pela subida do conjunto lisboeta ao escalão secundário até à derradeira jornada da Zona Sul da 2ª Divisão B. No emblema serrano, a equipa comandada por Filipe Moreira teve um arranque de época empolgante ao conseguir o apuramento para a 2ª fase da Taça da Liga, mas o mesmo não aconteceu no campeonato, em que o primeiro triunfo apenas surgiu na 5ª jornada. O cenário foi-se complicando para Filipe Moreira, visto que os covilhanenses não conseguiam afastar-se dos lugares perigosos e foram eliminados da Taça de Portugal e da Taça da Liga, tendo o seu trabalho com as cores serranas terminado na 13ª jornada do campeonato, após uma derrota caseira com o SC Braga B. A carreira de Filipe Moreira continuou depois por várias equipas a nível nacional, representando neste momento o Vilafranquense no Campeonato de Portugal. Que lembranças permanecem de Filipe Moreira como técnico do nosso clube?


Actualizado em Terça, 11 Junho 2019 09:10
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 10 de 178
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 1836212