História do Sporting Clube da Covilhã
José Paulo Rato
Terça, 05 Janeiro 2021 00:00

O avançado José Paulo Rato chegou ao Sporting Clube da Covilhã na temporada 1929/1930, depois do protagonismo que assumiu na frente atacante do Montes Hermínios Sport Club, um dos emblemas rivais na cidade serrana. José Paulo Rato envergou a camisola do nosso clube durante cinco épocas e participou nos primeiros jogos que o onze covilhanense disputou no Campo dos Bairros, que veio substituir o Campo do Sítio da Palmatória, que já apresentava condições pouco apropriadas para o futebol. No novo recinto desportivo, José Paulo Rato e companheiros conquistaram a Taça João Batista Júnior no dia 06 de Julho de 1930, com um triunfo sobre o vizinho Internacional Football Club por 3-1, sendo um jogo integrado nas comemorações do "Dia do Sporting". Que recordações existem de José Paulo Rato com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 05 Janeiro 2021 09:46
 
Leixões SC 0 SC Covilhã 0
Domingo, 03 Janeiro 2021 14:45

Depois de três jornadas consecutivas a perder, o novo ano trouxe um ponto ao Sporting Clube da Covilhã, que empatou sem golos no terreno do Leixões Sport Clube, num jogo em que esteve perto do triunfo, visto que aos 83 minutos, o médio Filipe Cardoso permitiu a defesa do guardião internacional Beto na conversão de um pontapé de penálti.

Numa primeira parte disputada em ritmo acelerado, a equipa de Matosinhos revelou-se mais perigosa nos momentos iniciais, destacando-se um remate de Paulo Machado para intervenção eficaz de Léo Navacchio e uma iniciativa de Avto que levou a bola à trave da baliza serrana. No entanto, os comandados de Capucho não demoraram a demonstrar que também queriam vencer, com Enoh a atirar forte para Beto defender para canto. E aos 24 minutos, a redonda chegou mesmo a entrar nas redes locais através de um cabeceamento de André Almeida, porém, o lance foi anulado pela arbitragem chefiada por João Bento ao considerarem que o defesa central visitante estava em posição de fora de jogo. Com o aproximar do tempo de descanso, o Leixões voltou a ser a formação mais perigosa devido a dois cabeceamentos de Nenê, com o primeiro a dirigir-se às malhas laterias e o segundo a ser defendido pelo guarda-redes Léo.

A etapa complementar foi mais pausada, mas não perdeu interesse, principalmente para os apoiantes covilhanenses, que viam o seu onze ameaçar a inauguração do marcador no Estádio do Mar, com duas acções importantes em poucos instantes: aos 60 minutos, Enoh atirou cruzado para uma boa intervenção de Beto; e aos 69 minutos, Inters Gui rematou para mais uma defesa espectacular do experiente guarda-redes local. Contudo, o maior protagonismo de Beto ainda estava para acontecer, pois, aos 83 minutos, o árbitro assinalou falta de Rafael Furlan sobre Deivison na grande área nortenha, originando um castigo máximo, que não deu golo por causa da defesa de Beto ao remate de Filipe Cardoso. Já em cima do minuto 90, Beto esteve outra vez em destaque, visto que a sua atenção possibilitou antecipar-se a Enoh, que surgia em posição privilegiada para ter êxito. É certo que o Sporting da Covilhã não venceu, mas pelo menos colocou um ponto final numa série de derrotas, desejando-se que o regresso aos triunfos seja já na próxima ronda, quando receber o SL Benfica B no Estádio Santos Pinto no domingo.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20202021/ligaportugalsabseg/14/7

Actualizado em Domingo, 03 Janeiro 2021 20:38
 
Manuel Dias
Terça, 29 Dezembro 2020 00:00

O guarda-redes Manuel Dias reforçou o Sporting da Covilhã na época 1954/1955, tendo sido contratado ao Académico do Porto, pelo qual chegou a jogar na 1ª Divisão Nacional. Na única temporada em que representou o nosso clube, também no principal escalão do futebol nacional, Dias defendeu a baliza serrana em oito partidas consecutivas, coincidindo com a primeira vitória covilhanense na competição, que foi alcançada somente na 5ª jornada (2-1 ao Vitória de Guimarães), invertendo um mau início de campeonato. A temporada foi difícil para Dias e colegas, visto que o emblema serrano andou na luta pela manutenção até perto do final da prova, mas o objectivo de continuar na divisão primodivisionária foi conseguido através do 12º lugar na classificação, deixando atrás de si o Boavista e o Vitória de Guimarães. Que memórias perduram das intervenções de Dias nas redes covilhanenses?

Actualizado em Terça, 29 Dezembro 2020 09:48
 
José Marques Fazenda ("Zé Grande")
Terça, 22 Dezembro 2020 00:00

José Marques Fazenda nasceu na cidade da Covilhã a 27 de Outubro de 1906 e ficou popularmente conhecido por "Zé Grande", um defesa que integrou o plantel do Sporting Clube da Covilhã a partir da época 1925/1926, sendo proveniente da União Desportiva da Covilhã. Devido em parte à sua altura, "Zé Grande" tornou-se um esteio no sector defensivo do emblema serrano, o qual representou durante catorze épocas até 1938/1939. Com tantos anos a envergar a camisola covilhanense, "Zé Grande" participou em alguns jogos históricos do nosso clube, como por exemplo, a primeira partida disputada em território estrangeiro, quando a 19 de Setembro de 1931 o conjunto serrano actuou no terreno da Unión Deportiva Salamanca, com vitória da formação espanhola por 3-1. Que memórias persistem das exibições de "Zé Grande" com as cores serranas?

Actualizado em Terça, 22 Dezembro 2020 10:49
 
FC Arouca 1 SC Covilhã 0
Domingo, 20 Dezembro 2020 00:00

Quarta derrota consecutiva do Sporting Clube da Covilhã, uma na Taça de Portugal e três na Segunda Liga, ao ser vencido por 1-0 no terreno do Futebol Clube de Arouca, juntando-se ainda uma exibição muito pobre, em que somente num lance ameaçou seriamente a baliza da equipa local.

E a única acção perigosa dos comandados de Capucho (ausente da partida devido à Covid-19) em todo o jogo foi mesma a primeira da partida, visto que decorria o minuto 8 quando um toque de Areias isolou Gilberto diante do guardião Fernando, porém, o capitão covilhanense atirou ligeiramente ao lado das redes adversárias. Com o avançar do relógio, o Arouca tomou conta dos acontecimentos e aos 17 minutos criou o seu primeiro lance problemático para os visitantes, em que Leandro Silva rematou para uma boa intervenção de Léo Navacchio. Apesar do ascendente dos anfitriões, os serranos apresentaram coesão defensiva e só voltaram a passar por visíveis dificuldades aos 40 minutos, com Thales a cruzar da direita para Leandro Silva permitir um bom corte de Joel Vital, sobrando a bola para o remate de Adílio por cima, o que prolongou o nulo para o tempo de descanso.

Na segunda parte, o onze local continuou com sinal mais e o golo acabou por surgir aos 56 minutos, quando após um remate de André Silva a redonda ressaltou para o congolês Bukia, que a colocou nas redes forasteiras. Esperava-se uma reacção serrana, no entanto, isso nem veio a acontecer de modo a colocar em causa a vantagem arouquense, limitando-se a bolas longas que foram controladas pelos opositores sem demasiados problemas. Até foi a formação da casa que esteve perto de aumentar a contagem aos 72 minutos por intermédio de Nuno Rodrigues, que cabeceou um pouco ao lado na sequência do cruzamento de Thales na direita. O próprio defesa direito do Arouca ameaçou as redes visitantes perto do final do jogo, assinando um remate forte por cima da baliza de Léo Navacchio. O último apito do árbitro Luís Godinho sentenciou novo desaire do Sporting da Covilhã, desejando-se que o rumo seja invertido depois do Natal, em concreto, no dia 28, que marca a recepção ao CD Mafra no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20202021/ligaportugalsabseg/12/6

Actualizado em Domingo, 20 Dezembro 2020 18:54
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 8 de 205
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2357071